GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

As vantagens de ser extremista

Quase ninguém admite ser um radical. E mesmo assim essa linha de pensamento político nunca penou por falta de adeptos. O motivo? Quem explicou melhor não foi nem um sociólogo, nem um filósofo, muito menos um político. Foi um humorista: John Cleese, do Monty Python.

“A gente tem ouvido muito sobre extremismo recentemente. O clima está duro, agressivo: muito desrespeito e pouca empatia”, ele diz, num esquete de humor dos anos 80. “O que nunca se ouve por aí é sobre as vantagens de ser extremista.”

“E a maior delas” – Cleese continua – “é que o extremismo faz você se sentir bem. Ele te proporciona inimigos, afinal.
E com inimigos você pode fingir que toda a maldade do mundo está neles, enquanto toda a bondade reside, claro, em você.”

O britânico, então, apresenta uma lista de inimigos dos extremistas. Uma lista, não. Duas. “Se você se juntar à esquerda radical: seus inimigos serão todas as formas organizadas de autoridade, especialmente a polícia, mais os juízes, os Estados Unidos, as multinacionais e os moderados. Agora, se você preferir ser um extremista da direita, sem problema, também vai ter uma lista adorável de inimigos: minorias, sindicatos, manifestantes, socialistas e, naturalmente, os moderados. “Uma vez armado de uma dessas listas de inimigos, você pode fazer qualquer perversidade e, ainda assim, ter certeza de que o seu comportamento é justificável.”

Entre essas perversidades, está a proliferação de notícias falsas: mentiras disfarçadas de jornalismo, muitas vezes perpetradas por fanáticos para distorcer a realidade de modo que ela reflita sua visão de mundo. O assunto entrou para o centro do palco social nos últimos tempos, e por isso é o tema da matéria de capa da próxima SUPER, feita pelos repórteres Ana Carolina Leonardi, Bruno Vaiano, Felipe Germano e Pâmela Carbonari, coordenados pelo editor Bruno Garattoni. Aproveite:

 

capa-372

(Super)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Infrator King

    .

    Curtir