GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Blog

Cultura

Para comemorar a volta de David Lynch a Twin Peaks, confira dois vídeos que recriam a abertura do seriado

giff

A Showtime já confirmou (e nós já falamos por aqui) que a profecia irá se concretizar: como Laura Palmer avisou no último episódio de Twin Peaks, exibido originalmente em 1991, o excêntrico agente Dale Cooper estava fadado a revisitar a estranha cidadezinha criada por David Lynch e Mark Frost dali a 25 anos. Dito e feito. Em 2016, a série vai ganhar uma terceira temporada e, se os tweets estratégicos de Lynch servirem como indício, os novos episódios vão ser exatamente como o cineasta responsável por Veludo Azul (1986) e Cidade dos Sonhos (2001) imagina.

Um pouco de contexto para quem não está acompanhando freneticamente o desenrolar das negociações: em abril, Lynch anunciou via Twitter que estava fora do projeto devido a diferença$ criativa$ – “Após 1 ano e 4 meses de negociações, deixei [o projeto] porque o dinheiro necessário para fazer a série do jeito que eu senti que precisava ser feita não foi oferecido”, declarou o co-criador, que deu ainda o recado de que estava ligando para todos os atores para avisar que não iria mais dirigir os novos episódios #tortadeclimão.

O anúncio pegou de surpresa a Showtime, que declarou em nota oficial acreditar que as negociações financeiras estavam caminhando bem. Os fãs piraram com a possibilidade de a série continuar sem um de seus criadores (ou de o projeto ser abortado) e a hashtag #saveTwinPeaks começou a circular na rede. Para aumentar o nível do bafão, os atores da série se uniram para fazer um vídeo em que cada um diz (com referências aos seus personagens) o que seria Twin Peaks sem David Lynch:


“como um tronco sem casca”

O blefe parece ter funcionado. Este mês, o realizador anunciou que estava de volta ao projeto e que “os rumores” (aham) não eram o que pareciam:

okay

Lynch não só arrematou a grana necessária para dar continuidade para o projeto, como também assegurou uma temporada ainda maior: ele vai codirigir os 18 episódios (e não nove, como inicialmente previsto) que chegarão às telinhas em 2016 #todoscomemora.

Para celebrar as boas novas, trazemos duas recriações da icônica abertura do esquisito e marcante seriado. A primeira, é criação de Matthew Fuller, que transformou a sequência em uma bonitinha animação feita com recortes de papel:


O artista é responsável pelo canal no YouTube “And The World Was Paper” que também já recriou o trailer do novo filme da saga Star Wars em recortes

A longa abertura – que capta bem a atmosfera da cidadezinha que é lar de tantos segredos e eventos inexplicáveis – também já foi transportada para o universo do nintendinho pelo canal Filthy Frackers, que recriou a abertura em gloriosos 8-bits:

Eita 2016 que não chega logo.

wwwin

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s