Blogs

Arquivo de dezembro de 2012


Viajar te deixa mais jovem, atraente e criativo

11 de dezembro de 2012

Porque você realmente precisa de algum incentivo extra para planejar uma viagem, né? Sei… então a gente te dá uma mãozinha.

Sabe aquela sensação de que o tempo demorou uma eternidade para passar? Acontece quando você viaja para um lugar novo, de preferência bem exótico. E isso é bom, faz seu cérebro rejuvenescer.

Nos Estados Unidos, o professor de neurociência David Eagleman, do Baylor College of Medicine, fez uma série de experimentos para comprovar como o tempo passa diferente para cada um. Ou em cada fase da vida. Ele constatou que durante a infância, quando tudo é novo, o cérebro tem uma porção de coisas desconhecidas para provar e memorizar (cheiros, gostos, imagens). Aí o tempo passa mais devagar. Mas na rotina diária, em que quase tudo é igual ao dia anterior, não há desafio nenhum. É uma mesmice entediante. A forma mais fácil de refrescar seu cérebro é viajar pelo mundão – conhecer lugares completamente diferentes. Nesses momentos, ele volta a trabalhar com força total…

E aquele velho papo de que uma viagem abre sua cabeça é mesmo verdade. Uma pesquisa da Universidade de Indiana, na cidade de Bloomington, convidou voluntários para um teste. Eles precisavam criar soluções de transporte para a cidade. Enquanto um grupo vivia em Bloomington, o outro morava na Grécia. As ideias mais criativas saíram dos estudantes de fora. Quando você se distancia do problema, seja geograficamente, com uma viagem de férias, você encontra soluções menos óbvias.

Com tanta bagagem cultural e criatividade, não é difícil imaginar que seu papo também vai ser tornar mais interessante, certo? Segundo uma pesquisa do site Itsjustlunch.com, no primeiro encontro, as pessoas gostam mais de conversar sobre hobbies e viagens. Ou seja, dá para ganhar uns pontinhos a mais na paquera.

Gostou? Ainda dá tempo de se planejar e curtir o fim do ano longe da rotina…

Crédito da foto: flickr.com/papaija2008

Leia também:
Bêbados sobrevivem mais a acidentes
Férias nos faz mais felizes do que bens materiais
5 boas razões científicas para você sorrir


10 posts que mais bombaram em 2012

10 de dezembro de 2012

Dezembro é o mês das listas: lista de presentes, viagens, promessas para o próximo ano. E também é época de celebrar os bons momentos de 2012. O CIÊNCIA MALUCA não fica de fora e relembra aqui os posts que mais bombaram durante o ano. Veja se você ainda se lembra de algum deles.

10. Está com o nariz entupido? Ejacular resolve
Alguém testou isso? Segundo os pesquisadores, seu nariz entope por conta da expansão dos vasos sanguíneos internos. E ejacular faz o oposto: contrai os vasos. Fácil de tudo esse tratamento, hein?

9. 7 efeitos curiosos do café no organismo
Ah, vocês adoram listas! Ainda mais se o assunto for café. Ele não vai te deixar mais alerta, mas vai afastar o mau hálito e favorecer o coração.Ainda vai te dar alucinações, melhorar seu desempenho na academia e diminuir o tamanho dos seios.

8. Mulheres baixinhas têm mais orgasmos
Quanto menor a distância entre o clitóris e o canal vaginal da mulher, maior é a chance de ela ter orgasmos. E as baixinhas levam a melhor – geralmente, elas têm distâncias menores. Mas o que importa é se o caminho entre o clitóris ao canal vaginal for menor do que a largura do próprio dedão. Aí as chances de ter um orgasmo aumentam.

7. Quem faz mais sucesso com as mulheres: caras fortes ou magrelos?
Na balada, os bombados levam a melhor. Mas na hora de pensar em compromisso sério, elas preferem os magrinhos. Isso é resquício dos nossos antepassados. Quando os caras fortes eram os preferidos entre a mulherada, eles deixaram de ser fiéis. Aí, os magrelos, que não são nada bobos, passaram a oferecer mais carinho e monogamia.

6. 7 dicas científicas para ter um casamento feliz
Vale pedir à ciência algumas dicas para ter um casamento mais feliz? Vale. E o segredo é dizer sempre “nós”, ao invés de “eu”, fugir de mulheres com pais divorciados, ser companheiro na medida certa, não ter filhos e apostar em pretendentes com boa autoestima. Ah, se você for homem, escolha uma mulher mais bonita do que você. E, se for mulher, melhor apostar num cara rico – eles são mais presentes. (será?)

5. Pensar em sexo deixa você mais inteligente
Boa notícia sempre cai bem. E, quando cientistas descobriram que pensar em sexo ajuda a resolver problemas de lógica e matemática, o blog bombou. Essa melhora só acontece porque quando pensamos em sexo, nosso cérebro ativa áreas que favorecem o foco e a atenção.  

4. Pesquisadores elegem a piada mais engraçada do mundo
Choveram comentários com piadas tão boas quanto essa aqui:

Dois caçadores estão em um bosque, quando um deles desmaia. Ele parece não estar respirando e seus olhos estão vidrados. O outro caçador pega o telefone e liga para a emergência: “Meu amigo está morto! O que faço?”. O atendente responde: “Calma, eu te ajudo. Primeiro, temos que ter certeza de que ele está morto”. Há um silêncio, e então um tiro é ouvido. De volta ao telefone, o cara diz: “Pronto, e agora?”.

Gostou? Bem, de qualquer forma, depois de 40 mil piadas inscritas no site LaughLab, essa piada foi eleita por 2 milhões de internautas como a melhor piada de todos os tempos.

3. Chocolate contém pedaços de barata
Foi um choque, né? Você ainda estava feliz com os chocolates da Páscoa, quando apareceu a notícia sobre a presença das baratas nos doces. Diz a Food and Drugs Administration (FDA), órgão americano que controla remédios e alimentos, que, em média, uma barra de chocolate contém 8 pedaços de baratas. A contaminação acontece durante o armazenamento e transporte do chocolate.

2. Arrumar a cama faz mal à saúde
O post é de 2010, mas continua entre os queridinhos de vocês. Afinal, é sempre bom ter uma desculpa na ponta da língua, certo? Arrumar a cama faz mal, sim, pode contar pra sua mãe. É que os ácaros gostam de calor e umidade. E uma cama bagunçada costuma ser fria e seca – aí eles morrem desidratados. Pobrezinhos.

1. 10 dicas científicas para fazer alguém se apaixonar por você
É muito amor e muita gente a fim de amar. Aí publicar os conselhos da ciência para uma boa paquera fez deste post o mais acessado durante o ano. Quer saber quais as dicas? Anota aí: mantenha flores por perto, use aliança (!), sorria, olhe nos olhos. E pare de enrolar: homens preferem mulheres que demonstrem logo interesse e sejam carinhosas. Se der tudo certo até aqui, o passo seguinte é falar sobre viagens e evitar discussões sobre cinema. E fique atento, se o seu par pediu uma cerveja, provavelmente a noite vai acabar em sexo. E tudo bem, sexo casual pode sim evoluir e acabar em namoro. 

Crédito da foto: flickr.com/seeveeaa


Inventar uma mentira perfeita só exige treino

7 de dezembro de 2012

Dá para virar um “bom” mentiroso e fazer qualquer pessoa acreditar em tudo que você diz. É só uma questão de treino. Convença seu cérebro sobre a verdade daquela mentira e pronto, todos vão cair no seu papo.

Foi o que descobriu um estudo da Universidade Northwestern, nos Estados Unidos. Eles dividiram os voluntários em dois grupos: uma turma teria de criar na hora uma mentira e contá-la rapidamente, enquanto o outro teria tempo para inventar e treinar a lorota – e ainda receberam orientações dos pesquisadores. Quando passaram pelo detector de mentira, os membros do segundo grupo não mostraram nenhuma diferença enquanto mentiam ou contavam histórias verdadeiras.

Isso acontece porque o cérebro entra em conflito quando você precisa contar uma mentira – ele sabe qual é a resposta correta, mas você o obriga a ir pelo caminho errado. Essa briga interna deixa as coisas mais lentas: você demora mais para contar uma mentira do que uma história verdadeira. E ainda comete bem mais erros (é difícil acertar todos os detalhes da mentira, não é?). Aí o detector de mentira, ou seus amigos, descobrem a farsa.

Mas com treino e agilidade, os voluntários da pesquisa conseguiram passar a perna nos detectores. Mesmo o pessoal do primeiro grupo, que só foi instruído a contar de forma rápida a história, enganou o computador algumas vezes. “Nós descobrimos que a mentira é muito maleável e pode ser aprimorada com técnicas intencionais”, explica Xiaoging Hu.

Só que o teste foi feito só com máquinas. Enganar pessoas (principalmente amigos) deve ser um pouquinho mais complicado. Sem contar que faz mal pra saúde

Crédito da foto: moveedo.com

Leia também:
Mentir deixa o nariz mais quente
Homens mentem duas vezes mais que as mulheres
Mentir faz mal para a sua saúde


Mulheres loiras traem mais

5 de dezembro de 2012

Malandrinhas.

O site Cheaterville.com, que funciona como uma rede social com o tema traições (os usuários escrevem bobeiras depoimentos sobre antigos casos e namorados que já os traíram), analisou os dados e histórias das pessoas cadastradas e descobriu que as loiras costumam trair mais do que as morenas. Entre as mulheres que confessaram já ter traído um parceiro, 42% eram loiras. As ruivas apareciam em segundo lugar, com 23%, seguidas pelas moças de cabelos castanhos (20%) e pretos (11%).

Já entre os homens, os mais sacanas do site tinham cabelos castanhos (em 40% das traições eram deles). Depois vinham os donos de cabeleiras pretas (32%), loiros (20%) e ruivos (5%).

Ou seja, se pessoas inteligentes traem mais, e loiras pulam mais a cerca, é o fim da linha para aquele papo de “loira burra” (viu, tudo tem um lado bom). Mas talvez isso seja culpa dos homens, que, dizem por aí, preferem as loiras.

Dá para concordar com essa pesquisa?

Crédito da foto: flickr.com/mkorchia

Leia também:
Pessoas inteligentes traem mais
Homens realmente preferem as loiras
Trair aumenta chance de morrer de infarto


Café te ajuda a ver o lado bom da vida

4 de dezembro de 2012

Sabe aquele papo de ver o copo meio cheio? Então, se você não tem visto as coisas assim ultimamente, a ciência dá uma dica: tome algumas xícaras de café. Isso pode te ajudar a ver o mundo de um jeito mais otimista. Ou pelo menos dar mais atenção às palavras mais positivas do que negativas.

Isso porque a cafeína aumenta a transmissão de dopamina, neurotransmissor que produz sensações de prazer e alegria. Esta substância estimula o lado esquerdo do cérebro, que controla a linguagem. E isso te deixa mais ágil e rápido na hora de distinguir palavras. Principalmente as boas, já que, segundo a ciência, temos uma tendência natural a reconhecer primeiro as expressões com significados positivos.

Para confirmar o poder da dopamina, o pesquisador Lars Kuchinke, da Universidade Ruhr, na Alemanha, convidou 66 voluntários para um teste. Todos tomaram uma pílula antes das provas. Mas, sem saber, metade ingeriu 200 miligramas de cafeína, enquanto outra parte tomou apenas uma dose de efeito placebo. Aí tiveram de ver uma porção de letras surgir numa tela de computador e dizer, rapidamente, se aquilo formava ou não uma palavra. O pessoal do café reconheceu muito mais as palavras positivas do que o grupo sem cafeína no corpo.

O segredo é mesmo a dopamina, estimulada pelo café. “A cafeína pode fortalecer as conexões entre as áreas onde as informações positivas e as respostas positivas são processadas, então essa informação fica disponível mais facilmente durante o processo de entendimento das palavras”, explica Kuchinke.

Bom, né? Vai um café pra encerrar o expediente?

(Via Boddy Odd)

Crédito da foto: flickr.com/lukechanchan

Leia também:
Quem toma café vive mais
7 efeitos curiosos do café no organismo
Café deixa você mais forte


Página 3 de 3123