Blogs

Posts da categoria ‘casamento’


Cartas de amor podem salvar seu relacionamento

7 de fevereiro de 2013

E você nem precisa mandá-las. É só gastar 21 minutos por ano, em três cartinhas, para escrever sobre seu relacionamento. Tiro e queda: após um ano, você vai se sentir bem mais feliz e satisfeito.

Parece até simpatia. Mas os pesquisadores da Universidade Northwestern, nos Estados Unidos, garantem que a “lição de casa” funciona mesmo. Por dois anos, eles contaram com a ajuda de 120 casais, casados há mais de 11 anos. A cada 4 meses, os voluntários contavam como estava o relacionamento, se andavam felizes com o nível de amor, intimidade, confiança, paixão e comprometimento. O desafio seguinte era escrever sobre os últimos meses e o principal desentendimento, sob a perspectiva de um observador neutro que torcia pelo bem do casal. Eles gastavam, em média, 7 minutos com a tarefa.

Deu certo. A cada novo encontro, os casais se sentiam mais felizes com o relacionamento. Só que no segundo ano, metade dos casais não seguiu o ritual de escrever algumas linhas sobre o casamento. E aquela felicidade crescente começou a cair – ou pelo menos estagnou. Entre os participantes que mantiveram as cartas, o nível de felicidade seguia em alta.

“Esse efeito também reflete em outros aspectos, como a paixão e o desejo sexual, que ficam vulneráveis com o passar do tempo”, explica o pesquisador Eli Finkel. “E isso funciona com pessoas que se casaram no mês passado ou há 50 anos”.

Ou seja, escrevam. Simples assim.

(Pesquisa aqui)

Crédito da foto: flickr.com/carolmartinez

Leia também:
Brigas no namoro podem te deixar doente
Novelas e comédias românticas atrapalham seu relacionamento
7 dicas científicas para ter um casamento feliz


Homens que limpam a casa são mais felizes

26 de setembro de 2012

Que sucesso de pesquisa. Preste atenção, leitor. Se você divide um teto com a sua namorada, ou esposa, e costuma deixar as tarefas de lavar a louça, passar a roupa e arrumar a cama sempre para ela, é melhor mudar de atitude. Pelo seu próprio bem.

A recomendação vem de um estudo da Universidade Umeå, na Suécia, que acompanhou a vida de 723 pessoas ao longo de 26 anos. Os homens que não dividiam os afazeres domésticos com a parceira sofriam mais problemas psicológicos, como ansiedade, nervosismo, e problemas de concentração. Até sofriam com palpitações cardíacas (que é a sensação de sentir o coração parar por um segundo). Já aqueles que topavam fazer metade dos serviços eram mais tranquilos e felizes.

As mulheres também se dão mal com esse desequilíbrio na divisão das tarefas. O excesso de trabalho doméstico pode deixá-las mais vulneráveis às doenças.

Segundo a pesquisa, esses problemas só acontecem por conta dos papéis associados a cada gênero. “Muitos homens entrevistados disseram que estavam cansados de consertar o carro, por exemplo, mas se sentiam presos a essas tarefas, por conta do estereótipo masculino”, conta a pesquisadora Lisa Harryson. A saída, diz ela, é bater um papo com o parceiro e colocar um fim nessas bobeiras.

É pela felicidade de vocês. E pela saúde de suas amadas.

Crédito da foto: flickr.com/78438407@N07

Leia também:
Limpar a casa pode fazer mal para a saúde
Mulheres são mais preguiçosas do que homens
Arrumar a cama faz mal à saúde


Beber vinho deixa o casamento mais feliz

24 de setembro de 2012

Conselho dos bons: se o casamento anda mal, invente umas noitadas de vinho com o parceiro. Casais que bebem pelo menos uma garrafa da bebida por semana são mais felizes do que os abstêmios. A dica é de uma pesquisa da Universidade de Otago, na Nova Zelândia.

Os pesquisadores perguntaram a 1,5 mil casais sobre consumo de álcool e felicidade no relacionamento. As mulheres que bebiam pelo menos um dia na semana com os maridos tinham 4 vezes mais chances de mostrar satisfação com o casamento, em comparação com quem não bebia. Entre os homens, a chance de ser feliz era 3 vezes superior a de quem nunca tomava vinho com o parceiro.

Mas não dá para exagerar na dose. Os casais mais felizes bebiam moderadamente – 91% se disseram muito satisfeitos com a vida a dois. O grupo mais infeliz, claro, era aquele composto por um beberrão e outro abstêmio – só em 46% dos casos a vida era satisfatória. Já entre os casais que nunca bebiam nada, 69% das pessoas eram felizes.

Os pesquisadores ainda não sabem justificar a relação entre vinho e felicidade. Mas dá para imaginar, né? Sem não houver exagero, você vai criar um momento a mais de prazer com o parceiro. Não tem como dar errado…

Crédito da foto: flickr.com/clementdague

Leia também:
Casais que bebem juntos têm menos problemas
Álcool pode te deixar mais esperto
Quem gosta de cerveja é mais propenso a topar sexo no primeiro encontro


Mulheres passam a beber mais depois do casamento

21 de agosto de 2012

Vida tranquila depois do casamento? Só se for para os homens. Depois do casório, as mulheres tendem a beber ainda mais.

Uma pesquisa da Universidade de Cincinnati, nos Estados Unidos, avaliou os dados de uma longa pesquisa americana, com 5 mil alunos do ensino médio ao longo de quase 50 anos. Eles foram entrevistados mais três vezes: aos 35, 53 e aos 64 anos. E, no fim das contas, a equipe da universidade constatou que as mulheres casadas bebiam mais do que na época de solteira. Já os homens casados bebiam menos – mas depois do divórcio enfiavam o pé na jaca e bebiam todas.

Liderados por Corinne Reczek, professora de sociologia, os pesquisadores selecionaram 120 destes participantes para entender os motivos da bebedeira. E descobriu que as mulheres aumentam as doses por influência dos maridos, enquanto eles diminuem o consumo de álcool para acompanhá-las. Entre o pessoal divorciado, bom, dá para imaginar o que os levou a beber mais.

Será que é assim mesmo com as mulheres? Eu jurava que as bebedeiras diminuíam depois desse negócio de casar.

Crédito da foto: flickr.com/seanmolin

Leia também:
Morar junto antes de casar aumenta chances de divórcio
Esposas magras são segredo de casamento feliz
7 dicas científicas para ter um casamento feliz


Pesquisadores criam fórmula que prevê duração dos casamentos de famosos

16 de março de 2012

E dizem eles que funciona. Eles, no caso, são o jornalista John Tierney, repórter de ciência do jornal New York Times, e o estatístico Garth Sundem.

A fórmula, que já previu corretamente o divórcio de casais como Britney Spears e Kevin Federline (na foto), Demi Moore e Ashton Kutcher e Pamela Anderson e Kid Rock (e acertou que outros, como Ben Affleck e Jennifer Garner, continuariam juntos), é a seguinte:

P = o número de vezes que os dois já foram casados antes
Ab = a idade dele
Ag = a idade dela (biológica, não cosmética) (hehe)
Gb = o número de resultados para o nome dele no Google, em milhões
Gg = o número de resultados para o nome dela no Google, em milhões
S = nas primeiras 5 fotos que aparecem quando você joga o nome dela no Google, em quantas ela está vestida sensualmente
D = há quantos meses eles se conheciam antes do casamento
T = para descobrir as chances de o casamento durar 1 ano, colocar 1; para as chances de durar 5 anos, colocar 5 etc.

Bliss é o percentual de chance de o casamento durar pelo período escolhido.

Coisinha simples, né? Recentemente, a dupla propôs uma versão atualizada da equação — que, apesar de ter acertado em vários casos, também erra de vez em quando, como quando apontou que o casamento de Tom Cruise e Katie Holmes (que segue firme) não iria longe.

A nova versão substitui a contagem dos resultados do Google por outro índice: o número de menções no New York Times (considerado uma fonte séria) dividido pelo número de menções no National Enquirer (um tablóide mais dedicado a fofocas e escândalos).

“Essa é uma grande melhoria na equação. No fim das contas, não é a fama geral que importa, e sim o tipo de fama“, explica Garth Sundem — ou seja, quanto mais figurinha carimbada dos tablóides o pessoal for, menor a chance de ficar casado por muito tempo.

Crédito das fotos: divulgação; New York Times

Leia também:
Ganhar um Oscar de Melhor Atriz aumenta as chances de a mulher se divorciar

Casamentos arranjados são mais felizes
Cientista cria fórmula matemática que mostra quem vai ganhar a Copa


Página 4 de 71234567