Blogs

Ser diferente garante a sobrevivência

12 de maio de 2009


Pesquisadores da Universidade do Tennessee descobriram por que traços genéticos muito diferentes persitem na natureza: ninguém quer comer um bicho com uma aparência muito fora do normal. Por isso, ele sobrevive e fica livre pra passar seus genes "esquisitos" adiante.

Um predador, diz a pesquisa, reconhece os traços que as presas têm em comum e sabe rapidamente se aquilo faz bem o mal pra ele. Se a comida fugir muito do padrão, é melhor ignorar e passar para a próxima. O que é um paradoxo na ciência, já que a seleção natural tende a eliminar tudo aquilo que foge do modelo bem-sucedido.

Resta saber se o ser humano se encaixa na descoberta. O que você acha (o cara aí de cima tem mais chances de sobrevivência)? 

Comente!