A gota que faltava

Por Atualizado em 12/06/2013

Para entender melhor o que está acontecendo na rua, imagine que você é o presidente de um um país fictício. Aí você acorda um dia e resolve construir um estádio. Uma “arena”.

O dinheiro que o seu país fictício tem na mão não dá conta da obra. Mas tudo bem. Você é o rei aqui. É só mandar imprimir uns 600 milhões de dinheiros que a arena sai.

Esses dinheiros vão para bancar os blocos de concreto e o salário dos pedreiros. Eles recebem o dinheiro novo e começam a construção. Mas também começam a gastar a grana que estão recebendo. E isso é bom: se os caras vão comprar vinho, a demanda pela bebida aumenta e os vinicultores do seu país ganham uma motivação para produzir mais bebida. Com eles plantando mais e fazendo mais vinho o PIB da sua nação fictícia cresce. Imprimir dinheiro para construir estádio às vezes pode ser uma boa mesmo.

Mas e se houver mais dinheiro no mercado do que a capacidade de os vinicultores produzirem mais vinho? Eles vão leiloar as garrafas. Não num leilão propriamente dito, mas aumentando o preço. O valor de uma garrafa de vinho não é o que ela custou para ser produzida, mas o máximo que as pessoas estão dispostas a pagar por ela. E se muita gente estiver com muito dinheiro na mão, essa disposição para gastar mais vai existir.

Agora que o preço do vinho aumentou e os vinicultores estão ganhando o dobro, o que acontece? Vamos dizer que um desses vinicultores resolve aproveitar o momento bom nos negócios e vai construir uma casa nova, lindona. E sai para comprar o material de construção.

Só tem uma coisa. Não foi só o vinicultor que ganhou mais dinheiro no seu país fictício. Foi todo mundo envolvido na construção do estádio e todo mundo que vendeu coisas para eles. Tem bastante gente na jogada com os bolsos mais cheios. E algumas dessas pessoas podem ter a idéia de ampliar as casas delas também. Natural.

Então as empresas de material de construção vão receber mais pedidos do que podem dar conta. Com vários clientes novos e sem ter como aumentar a produção do dia para a noite, o cara do material de construção vai fazer o que? Vai botar o preço lá em cima, porque não é besta.

Mas espera um pouco. Você não tinha mandado imprimir 600 milhões de dinheiros para fazer um estádio? Mas e agora, que ainda não fizeram nem metade das arquibancadas e o material de construção já ficou mais caro? Lembre-se que o concreto subiu justamente por causa do dinheiro novo que você mandou fazer.

Mas, caramba, você tem que terminar a arena. A Copa das Confederações Fictícias está logo ali… Então você dá a ordem: “Manda imprimir mais 1 bilhão e termina logo essa joça”. Nisso, os fabricantes de material e os funcionários deles saem para comprar vinho… E a remarcação de preços começa de novo. Para quem vende o material de construção, tudo continua basicamente na mesma. O vinho ficou mais caro, mas eles estão recebendo mais dinheiro direto da sua mão.

Mas para outros habitantes do seu país fictício a situação complicou. É o caso dos operários que estão levantado o estádio. O salário deles continua na mesma, mas agora eles têm de trabalhar mais horas para comprar a mesma quantidade de vinho.

O que você fez, na prática, foi roubar os peões. Ao imprimir mais moeda, você diminuiu o poder de compra dos caras. Inflação é um jeito de o governo bater as carteiras dos governados.

Foi mais ou menos o que aconteceu no mundo real. Primeiro, deixaram as impressoras de dinheiro ligadas no máximo. Só para dar uma ideia: em junho de 2010, havia R$ 124 bilhões em cédulas girando no país. Agora, são R$ 171 bilhões. Quase 40% a mais. Essa torrente de dinheiro teve vários destinatários. Um deles foram os deputados, que aumentaram o próprio salário de R$ 16.500 para de R$ 26.700 em 2010, criando um efeito cascata que estufou os contracheques de TODOS os políticos do país, já que o salário dos deputados federais baliza os dos estaduais e dos vereadores. Parece banal. E até é. Menos irrelevante, porém, foi outro recebedor dos reais novos que não paravam de sair das impressoras: o BNDES, que irrigou nossa economia com R$ 600 bilhões nos últimos 4 anos. Parte desse dinheiro se transformou em bônus de executivo. Os executivos saíram para comprar vinho… Inflação. Em palavras mais precisas, o poder de compra da maioria começou a diminuir. Foi como se algumas notas tivessem se desmaterializado das carteiras deles.

Algumas dessas carteiras, na verdade, sempre acabam mais ou menos protegidas. Quem pode mais tem mais acesso a aplicações que seguram melhor a bronca da inflação (fundos com taxas de administração baixas, CDBs que dão 100% do CDI…, depois falamos mais sobre isso). O ponto é que o pessoal dos andares de baixo é quem perde mais.

Isso deixa claro qual é o grande mal da inflação: ela aumenta a desigualdade. Não tem jeito. E esse tipo de cenário sempre foi o mais propício para revoltas. Revoltas que começam com aquela gota a mais que faz o barril transbordar. Os centavos a mais no ônibus foram essa gota.

 

  • Aurelio

    SIMPLESMENTE PERFEITO!

    • ronaldo

      Caracas mano, ainda bem que é só um Pais fictício

      • http://www.mdelivros.blogspot.com Maysa

        Ainda bem que isso é num país fictício… imagina se acontece no Brasil… Melhor texto! E a população da Classe D preocupado com Bolsa Família =[

        • http://www.youtube.com/watch?v=R4GJLhyY1x4 Cassio

          Aí que vc se engana Maysa! a Classe D tbm tá preocupada com a inflação! afinal não dá nem pra comprar uma calça de 300 reais pra suas filhas

      • Danielle Sales

        Muito bom entender os acontecimentos e saber pelo o que devemos lutar (manifestar) de fato. Faz outro sentido. Espero que muitos tenham lido este post. Parabéns e muito obrigada pelo esclarecimento.

    • yuri

      véi, dafuq. Superinteressante? que sarcasmo infantil, que análise infeliz da situação. o Cara que escreveu isso deveria voltar pro pré. Imprimir cédula pra pagar estádio? Quem diabos faz isso com dinheiro real ?acho que a crise tem mais a ver com essa pancada de emprego público(afinal, Brasileiro é alérgico a trabalho em empresa privada) seguida de mais uma pancada de um PAC fantasma associada a uma falta de competitividade generalizada. Acredite, construir estádio é o menor dos problemas nessa inflação. Chamem o Sardenberg, pfvr.

      • Eduardo

        Engraçado como o povo brasileiro é BURRO. Esses comentários me deram uma raiva que… Meu Deus. Reclamava que não tinha revolta, agora que tem, RECLAMA QUE ELA É POR UM MOTIVO RIDÍCULO. Os protestos não são os 0.20, PARA DE FALAR SOBRE OS 0,20 CENTAVOS! Assuma que o país tá com problemas graves e eles estão protestando! Leu bem? Algo que você queria que acontecesse, mas sabe se lá Deus porque, VOCÊ ARRANJA UM MOTIVO PRA FALAR MAU DA REVOLTA! Os protestos já estão no exterior, tem gente levando tiro de borracha dos policiais e você aí dizendo que são JOVENS QUERENDO PASSE LIVRE! Realmente Passe Livre deve ser um paraíso pra eles correrem tanto risco E AINDA ESTAREM LÁ! LUTANDO PELO MEU, O SEU, O NOSSO PAÍS! COISA QUE VOCÊ DEVERIA ESTAR FAZENDO!

        • Bel

          Eah caro Eduardo, talvez ele esteja correto. Talvez o problema esteja no emprego público, mas não naquele em que você rala estudando e concorre com uma infinidade de pessoa para poder trabalhar , e sim naquele emprego público de quatro anos. Só que nesse emprego você não mostra capacidade em provas, na verdade você finge capacidade com palavras até ter assegurada a sua vaga. Depois é mais fácil, é só receber e “governar” pra gente assim, que não vê problema em se gastar mais de R$ 30 bilhões em estádios, e mais de R$ 20 bilhões em uma Olimpíada, num país onde a corrupção leva mais de R$ 80 bilhões, onde nesse mesmo país a política de pão e circo é praticada em grande escala num cartão amarelo de Bolsa Família e ninguém faz nada. E quando começa a se ter um fio de esperança e esclarecimento um “cidadão” desse diz que não tem problema em estádio e manda chamar um Sandynãoseidasquanta!!!!! Por favor, quem não tem a contribuir, fique na sua melhor performasse: PARADO.

          • wagner

            O engraçado é que quando venderam a vale do rio doce por 4 bilhões quando na verdade ela possuia só em bens ativos e inativos pasmem 84 bilhões! E ainda os 4 bilhões foram pagos com dinheiro do BNDES foram muito poucos os que reclamaram!!! Isso é muito engraçado!!!

          • almir ivan

            Não vi nada demais nestes artigo e comentarios. Achei que essa garotada demorou a se manifestar, pois o que o PT vem fazendo, desde o início do governo LULA, aquele moço cujo filho, muito inteligente ficou Milionario de uma hora pra outra. Ou o EBX o 8º Homem mais rico do Mundo que nunca pegou dinheiro Publico, vide a relação dele com o LULA (BNDES)…. Os ataques ao EXMº Joaquim Barbosa….
            Graças a Grande Rede houve essa maravilhosa manifestação:
            Para falar de 1964, devemos ter mais informações, vide CUBA., Já pensou o Brasil virar uma Ilha como a de FIDEL???
            Quanto ao Sr Color, quando havia reserva de Mercado, foi ELLE quem peitou as grandes Montadoras na Epoca eram, Auto-Latina (Volks-Ford), GM e Fiat, e hoje temos a qualidade de produtos uqe antes não existiam.

        • Emily

          Ótimo texto. Concordo que grande parte dos manifestantes talvez nunca tenha de fato presenciado uma inflação, mas nós estamos lutando pelos nossos direitos e o de toda população brasileira. O governo brasileiro investe em estádios e bolsas para os pobres, mas não se preocupa em investir na saúde, no transporte e na educação, mesmo com a população pagando impostos altíssimos (o terceiro maior do mundo). Acredito que com essas manifestações, a população toda acorde, veja o país em que vivemos e lute por QUALIDADE dos serviços públicos. O governo serve a nós e somos nós quem temos que cobrá-los.

        • Daniel

          Realmente há um tanto de burrice de todos os lados… Você leu as declarações de princípios do MPL? O objetivo realmente não são os 20 centavos mas, sim, a expropriação sem indenização dos meios de transporte públicos. Mais do que isso, a reinvenção da sociedade em bases não capitalistas.
          Mais ainda… nada disso é para ser conseguido via eleições, mas através das ruas.
          Bom, com os políticos que temos, muita gente há de concordar com o MPL.
          Mas… e depois da refundação da sociedade? Vamos resolver tudo fazendo passeata todo dia? Vai sobrar tempo para alguém trabalhar e criar riqueza para pagar todos os direitos sociais adquiridos pela ‘revolução’ do MPL? Ou o transporte gratuito será, também, sem custo?
          Ou teremos de definir uma forma de representação da sociedade, elegendo um grupo que administre as coisas?
          Teremos de encontrar uma forma de moralizar o sistema representativo. É mais barato para a sociedade encontrarmos essa forma antes da revolução. A História das revoluções demonstra fartamente isso.
          Você já leu “A Revolução dos Bichos”? Vale a pena.

      • Diego

        Yuri, ignorante. Acorde para a realidade meu filho. Acho que ele deveria ter escrito de uma forma ainda mais básica para gente como vc entender.

      • Leonardo

        Meu caro,

        Isso que esta descrito no texto se chama política monetária… Nenhuma criança de pré escola escreve a respeito disto!

        O governo recorre volta e meia a emissão de moeda através do banco central para poder financiar seus projetos, uma vez que nem sempre é de bom tom aumentar impostos para isso.
        Todo dinheiro criado de maneira artificial pelo governo tende a criar inflação, principalmente isto ocorre pois o governo não sabe a hora de parar e muito menos como investir de maneira correta e com eficiência.

        • Alexandre Versignassi

          Pois é.

      • Daniel

        A matéria falou em expansão da moeda impressa porque a imagem física torna o processo mais fácil de entender. A maioria dos comentários demonstra que funcionou. A quantidade de papel moeda em circulação É muito importante. Mas você tem razão – a base monetária é muito mais do que a quantidade de papel moeda em circulação. O dinheiro em papel que você deposita no banco permanece sendo seu mas, enquanto você não usa, é emprestado para uma outra pessoa, que o usa para pagar uma terceira. Eventualmente esse mesmo valor volta ao banco, que o reempresta a uma quarta ou quinta pessoa e assim por diante. A base monetária pode ser 5, 6, 7 vezes o total de moeda. O governo amplia a base monetária emitindo papel moeda, dando crédito via bancos oficiais e favorecendo o crédito via bancos privados. E isso tem sido feito abusivamente, tanto para pagar os gastos excessivos do governo, quanto para estimular a economia e fazer parecer que o país está bem. Boa observação, mas a matéria está muito boa também.

        • Alexandre Versignassi

          É isso aí, Daniel. A imagem do papel moeda é muito mais forte – e ela serve de termômetro inclusive pra ampliação do M4.
          Abs

    • Brito Farias

      Mas vocês estão esquecendo de uma coisa: o governo em modo geral estão tentando controlar a inflação e tem gente que não está enxergando isso.
      Um crescimento sustentável e outra coisa é tão sólida a economia que a maioria dos países em crise que são os mais ricos do mundo estavam em crise e o Brasil não sofreu quase nada.
      Enquanto com Fernando Henrique Cardoso ex- presidente da república só faltou vender a… deixar pra la entenderam ?

      • Charles

        A estabilidade da economia foi conquista do FHC ,tem gente que nega isso ,assim como alguns pulam de predios por negar a lei da gravidade.O mundo esta em crise e nós somos os únicos blindados e imunes a isso tudo .Quem sabe dizer a dívida da superpotência Petrobras? Quem ja percebeu as grandes semelhanças do governo PT com a do amigo e vizinho Hugo Chaves? O final disso tudo será muito feliz só na ilha da fantasia ,pergunte pros Venezuelanos que fugiram do seu país.

      • Larissa

        Concordo que talvez já tenhamos passado por situações politicas e econômicas piores que a atual, mas estamos muito longe do justo para o povo brasileiro e se continuarmos parados nunca chegaremos lá.

    • Nascimento

      O que mais pra dizer? Essa história da copa foi uma mão na roda de nossos políticos. Afinal de contas políticos fazem leis (legislador), A lei diz que o salário não pode passar do teto do ministro, aumenta o do ministro, assim, aumenta o nosso. Pronto. Agora que eu to com o bolso maior, eu posso me valer de gratificações. – Mas os profes.. -Que se danem os professores, pagamos mal, eles ensinam mal, reclamam, não muda e ta tudo certo. – Mas o filho do seu vizinho não vai ter a educação que o seu filho tem, porque você, deputado, pode pagar, mas e o filho do seu vizinho? – Antes o filho dele do que o meu! E quanto ao congresso, enquanto o brasileiro não quebrar aquilo, meu bolso ta cheio, meu filho na melhor escola, ou estudando fora e eu nem de ônibus ando…

  • Luan de Menezes Maia

    Alexantre, tirei meu chapeu pra vc mais um vez. Só por isso vou comprar teu livro… DUAS VEZES. Um abraço e keep going.

    “não existe almoço grátis” M.F.

  • http://oikotiecommerce@gmail.com susana ventura

    E eu tb tiro o meu chapéu para você! Exatamente isso que está acontecendo. Sem tirar nem pôr!

  • Cristiane

    Sempre brilhante nas explicações!

  • Leonardo Franco

    Fora Collor: 1200% de inflação (1992)
    Diretas Já!: 250% de inflação (1984)
    Golpe Militar (apoiada por parte classe média brasileira): 90% (1964)

    Será que a inflação faz com que as pessoas se mexam?

    • Luciano Alvim

      Não vejo relação direta entre o Diretas Já e o Fora Collor com o Golpe Militar.
      Digo isso porque no caso do golpe, existia um apoio externo e uma luta contra um inimigo “comunista”, um golpe bem mais político que econômico.
      E tanto o Diretas Já quanto o Fora Collor também foram movimentos bastante políticos. A diferença é que quando a situação econômica não vai bem, o povo sente a concretude da situação, dói no bolso do trabalhador. Isso não só em termos de Brasil não.
      Nós somos um povo ‘manso’. Por isso tantas pessoas são contra manifestações, por tantos motivos.

      • Rafael Martins da Silva

        Falei exatamente isso prum amigo ontem. E ele ficou puto, porque achou que eu estava tentando descaracterizar o movimento.

      • Lucas

        Cara sou estudante de economia e estudei profundamente o período Golpe Militar-Plano Collor, e vejo MUITAS semelhanças sim. O tão “maravilhoso” JK já no final do governo percebeu que a inflação estava acelerando num ritmo que cedo ou tarde iria explodir, ele até tentou controlar mas foi politicamente difícil, então “largou o foda-se”. Jânio Quadros e João Goulart também tentaram, com o Plano Trienal etc. mas no fim foi sempre a política que impedia reformas econômicas de austeridade. A inflação acelerava ainda mais, era nítido que ia dar merda. Aliás, boa parte das manifestações da classe média era bem mais por causa do lado econômico do que pelo medo do comunismo.

  • Henrique

    Agora eu entendo um dos fatores que levam as agências de avaliação de risco a dizerem que o Brasil tem dado sinais ambíguos na condução de sua política econômica. É muito contraditório querer estancar a inflação com a permanência na concessão do crédito fácil e no estímulo ao consumo inconsequente. Tal estratégia tem dado sinal de esgotamento com o aumento do endividamento via adesão maciça ao cheque especial. Sem falar que esse paradoxo chega ao seu ápice justamente quando se busca, com essas medidas, diminuir as desigualdades sociais. Chegamos ao limite das políticas redistributivas?

  • Rômulo Chaves

    Muito bom… Mas, caramba, 40% de inflação total em 3 anos ? Esses valores são absurdos, principalmente quando se pensa que uma ‘inflação saudável’ varia de 2 a 7% num período de tempo mais curto. Eu acredito que a gestão do nosso país fiquem fazendo apostas para ver quem ferra mais. É fora do sério.

    • Alexandre Versignassi

      Fala, Rômulo. Os 40% são o crescimento do valor total em cédulas. É só um termômetro (até pq o grosso do dinheiro não está na forma de cédulas, mas na de títulos públicos). A inflação dos últimos 3 anos (pelo IGPM) foi de 21,5%.

  • Pingback: Não é sobre 20 centavos, estúpido | OlhômetroOlhômetro()

    • Fernando Araujo

      É assim, o povo brasileiro acorda tarde, e a culpa é sempre do despertador. Temos o que merecemos.

  • Renan

    Pois é…

    OBS: Simplesmente o melhor blog da Super. DE LONGE!

  • Elcioso

    quem tem, quer mais, quem não tem vira-se como pode.
    é sempre o rico ferrando com o pobre.
    SEMPRE foi, SEMPRE será.
    Mas no Brasil conseguimos ser PIOR, pq quem não tem age como quem tem
    e ferra quem tem menos.

  • Erick

    Parabéns por me fazer entender um assunto que há anos era cinza pra mim.

  • Vanessa

    Achei curioso que a matéria de capa da revista Época dessa semana também tentou abordar o assunto da perda de poder de compra do consumidor e e a culpa do governo com relação à inflação, mas se perdeu na hora de escrever e fez uma matéria ridícula que só deu munição para a piada “classe média sofre”.
    Já você, com um texto bem mais sucinto, conseguiu abordar o assunto de modo perfeito. Nessa hora se identificam os bons jornalistas. Parabéns, arranjou mais uma leitora para o seu livro, vou comprá-lo assim que puder.

  • Carvalho

    A explicação dos mecanismos que geram a inflação está um pouco confusa mas está ok. Só que o final não tem nada a ver….

    O vandalismo que está fazendo a população de refém não tem nada a ver com inflação, que ainda é baixa para causar revolta. De resto, o Brasil conviveu com inflação alta por mais de 10 anos entre Sarney e pré-FHC e não se viam coisas assim.

    As Diretas Já e protestos contra o Collor foram movimentos pacíficos, nada a ver com a quebradeira desses dias.

    O começo da sua história mostra bem quem gera desigualdade. O GOVERNO. Sempre é ele o maior gerador de desigualdade, especialmente quando diz que vai fazer o contrário….

    • Alexandre Versignassi

      Acho mais confuso quando a explicação só fala em “fatores estruturais”. Mas beleza. Tb vale notar que quem tá na rua agora tinha 2 anos de idade em 1994.

    • Carlos

      Nossa, perfeito hein….

      Ta mais do que na cara que esses 0,20 foi o gargalo….

      Agora tem a lei de discriminar quanto de imposto é pago sobre os produtos… Ah, se for colocada em pratica essa sim vai ser o transbordo.

      E ai, uma salva de palmas para quem teve a brilhante ideia de construir a CAPITAR bem pertinho das metrópoles…

  • Max Salles

    Alguém anda lendo Mises. Muito bom.

    • Carl Menger

      Aparentemente, não o bastante

      • Duzis

        O país fictício, mesmo! O BANCO CENTRAL BRASILEIRO NÃO IMPRIMIU DINHEIRO PARA A COPA, QUE FIQUE CLARO. NÃO ME LEMBRO NEM QNDO ISSO ACONTECEU, O BC só vem repondo notas há muitos anos.

  • Carlos Silva

    Quem está nas ruas agora nunca viu o que é inflação. Remarcação de produtos na prateleira e uma verdadeira corrida no supermercado.

    Essa garotada que está nas ruas agora estudou ou estuda nas universidades federais aparelhadas por este governo pseudo-esquerdista. Estão colhendo a consequência de seu voto inconsequente.

    Às vezes é surpreendente ver o que faz eclodir estes protestos. Como pode um aumento de centavos na passagem de ônibus ocasionar isso?

    A natureza egoísta do brasileiro faz com que o cidadão só se mexa e se revolte quando mexem no bolso dele. Ou seja, quando o poder de compra dele diminui.
    Mas no Brasil não há a consciência de que o dinheiro público é dinheiro do povo também. Tal é tratado como dinheiro “de ninguém” e, portanto, fazem o que querem com esse dinheiro.

    Pra mim, essa é a única explicação sobre por que acontece um quebra-quebra quando sobem centavos da passagem de ônibus, mas não fazem nada desse tipo quando os parlamentares aumentam seu próprio salário em nada menos que R$10.000!

    E o povo levando um tapa na cara quando esse governo que está aí diz que o Brasil é um país de todos.

    • Reinaldo

      Lindo! Eu espero sinceramente que esse seja o despertar da nação brasileira. Esses vinte centavos vão ficar na história.

    • Carlos Xavier

      Muito bem explicado, mas as variáveis são muito mais numerosas.
      Aliás, o motivo principal nos últimos anos de produção de “dinheiro”, no caso, é influenciar a proteção cambial.
      Parabéns ao autor.

    • Fabio Nascimento Manaus

      ‘Excelente texto, Parabéns !! E que venha a “Primavera Brasileira” ….

    • Kelly

      Muito boa sua reflexao!
      O problema é mais embaixo e nós brasileiros demoramos muito para despertar! E é uma pena que logo tudo isso será esquecido!

    • Fred

      R$ 0,20 x 50.000.000 (usuários de ônibus) x 4 (passagens/dia) x 20 (dias/mês) = R$ 80 milhões.

      R$ 10.000 x 550 deputados = R$ 5.5 milhões.

      • Alexandre Versignassi

        Boa

    • Larissa

      Você realmente acha que são por vinte centavos?

  • André Franchini

    Alexandre Versignassi
    Parabéns pela explicação, em um contexto geral deu mastigado para quem não entende de economia e suas variáveis o que ocorre em nosso país nesse momento.

  • http://ricardogerrard@hotmail.com Ricardo Albuquerque

    Excelente, parabéns, explicando a inflação de forma concisa e prática, sem os milhares de aspectos técnicos

  • Amauri

    Muito transparente, ótimo texto Alexandre.

  • http://fnd_fn@hotmail.com Fernanda

    Parabéns pelo texto
    disse tudo !

  • luiz peterli

    Cara, que matéria Phoda! Parabéns a todos os envolvidos.

  • Flávio Steffano

    caraca, essa matéria da de dez a zero em qualquer outra que eu já li sobre o assunto

  • Claudio

    Parabens, uma aula de economia .

  • João

    Li com atenção o seu texto, e confesso que ele é bastante pertinente: toca na ferida sem colocar álcool. E esta questão da desigualdade social parece que ganha uma nova rampa de lançamento com a inflação, fazendo com que os pobres vivam de ilusões, e os ricos de certezas. Agora uma coisa é certa – somos nós que vamos pagar a fatura de todas estas obras inflacionadas que estão rompendo por todo o país. Para eles é fácil gastar, para nós é difícil ganhar… Ainda alguém acredita na teoria de que os governantes querem acabar com a inflação?

  • http://podabagaceira.blogspot.com.br/ fábio

    mto bom msm!!!!!

  • Zé Bacalhau

    O mais interessante é observar o povo pró governo vindo aqui falar em vandalismo, e descreditar o texto, deixem de ser ridículos gado ! Ótimo texto, excelente explicação, parabéns ao autor !

  • http://carloswoellner@gmail.com Carlos Gustavo Dall Oglio Woellner

    Bela matéria, explicando economia para leigos…

    Agora sugiro uma que poderia praticamente neutralizar tudo, que seria oa invés de basear esse falso crescimento no consumo desenfreado, ter ajudado um crescimento verdadeiro, financiando bens de produção e a própria produção destes bens, e não financiando as mega corporações, que é, na teoria, o que o BNDES deveria fazer.

  • Leandro

    perfeito!
    minha opiniao: a população brasileira nunca se revolta, e quando se revolta vem meia duzia de cara falar que é injustificada a revolta, não é não, ta todo mundo cansado e cheio de reclamações a fazer, e sem querer dizer nada, só falar não resolve muita coisa não, eles ficam de desculpazinha “ah! eu te enteeeennndo… mas mesmo assim… não” e a gente continua se ferrando, agora, dá uma de louco pra ver o susto que vão levar, as coisas podem ser diferentes a partir daí… (isso é apenas o que eu acho, eu não incentivo ninguém a quebrar tudo… digo… assistam o documentário SURPLUS)

  • Adriana Plaza

    Alexandre, vc tem o dom, cara! Parabéns! Vou ter que comprar seu livro tb, não dá pra não ler! Sucesso!!!

  • Juery Lopes

    Geniaal,todo cidadão deveria ler isso! explicação na linguagem certa e clara! Parabéns e sucesso…
    abraços

  • Henrique Lima

    É apenas uma questão de tempo ! Quanto tempo? É Claro que não sabemos, mas a maneira com que o País esta sendo conduzido as coisas não irão muito longe. Nenhum sistema aguentará por muito mais tempo este disparate… Estamos vivendo exatamente como na época do Brasil colônia… Para a realeza o melhor e para a plebe os impostos.

  • alex figueredo

    caliente essa matéria gostei,adorei muito bom

  • http://lramos_ads@hotmail.com Lucas Pereira Ramos

    Simplesmente de mais…

    Muito bom.

  • Kiko

    Concordo, mas o próprio governado faz parte da culpa e não só o governo.
    O motivo é simples, o cara consegue um trabalho melhor que o anterior, com salário melhor que o interior, sendo que no anterior ele vivia bem, talvez sem luxos, mas podia comer, se vestir… se manter… Aí nesse novo trabalho com esse novo salário ele ganha poder de compra, mas sem pensar nos riscos ai enquadrados. Pegando carona no estádio de ficção do texto acima, o pedreiro que antes estava na informalidade, por exemplo recebia líquido R$1.000,00, agora na formalidade recebe líquido R$1.500,00 e alguns benefícios, a lógica do cara é, vou gastar, comprar um carro, mexer na casa. E ele está errado?? Sim!! O esperto não faz isso, guarda para épocas da vaca magra, pois ele sabe que quando o estádio ficar pronto ele pode ser (e será) demitido, mas não só ele, como tantos outros pedreiros. E os donos da vinícola? Sem emprego o pedreiro compra menos vinho (é superfulo) pra poder comprar comida, assim o cara vinho deixa de comprar materiais de construção e por aí vaí, começa uma bolha, os preços caem. Caindo os preços aquele pedreiro que foi esperto, que se segurou e economizou os R$500,00 que ele recebia a mais, pode agora investir e se manter na época da crise com o mesmo padrão de vida.
    É justamente por isso que sempre aparece nos jornais aqueles que ganham com a crise, na verdade o sujeito não ganhou com a crise, ele ganhou com vc na época das vacas gordas e soube economizar. Sempre se sai melhor com dinheiro quem economiza, isso é fato!

  • Adriano

    O amigo esqueceu de falar sobre o detalhe principal: os impostos. O grande vilão é o imposto, a quantidade de dinheiro roubado pelo governo para sustentar os gastos exorbitantes da maquina inchada do estado. A inflação é apenas um detalhe no meio dessa calamidade, um efeito colateral. E essas “revoltas’ não são gota coisa nenhuma; esses protestos são financiados pelo governo, através da lei Rouanet e da Petrobras. O Reinaldo Azevedo já desmascarou essa entidade:

    “O Movimento Passe Livre tem um site, cujo endereço é “www.mpl.org.br” — e, claro, há um site específico para São Paulo: “saopaulo.mpl.org.br”. Muito bem. Uma das curiosidades lícitas que a gente pode ter é esta: em nome de quem está registrado esse domínio? O leitor pode, então, recorrer ao site http://registro.br/ e descobrir. Basta escrever no campo de busca o endereço “mpl.org.br”.

    Rastreando o domínio você encontra uma tal de Associação Alquimídia, cujo o responsável assina como o sugestivo nome de “Thiago Skárnio”. E é essa associação – sob tutela do governo federal- que está por trás de toda essa baderna e vandalismo. Duvida? Vai lá e entra no site deles e veja a bandeira de quem os patrocina: http://www.alquimidia.org

    E mais isso está muito longe de ser uma revolta popular; o caso não passa de uma armação politiqueira. Quem está destruindo a cidade que vandalizando não é a população em geral, mas sim os militantes da UNE, o PSTU, o PSOL e o PCO.

    Por favor não enganem seus leitores, digam o que está acontecendo de verdade. Fico impressionado como a mídia brasileira discute um assunto sem falar no assunto.

    Lamentável…

  • http://www.twitter.com/wssicca Wagner

    Alexandre, parece meio óbvio que esse lance de Copa e Olimpíadas, que meio que obrigou o Brasil a fazer muitas obras caríssimas em pouco tempo, também ajudou nessa necessidade de fazer mais dinheiro. Já que o dinheiro não surge por uma boa gestão de recursos já existentes, é negócio é imprimir mais e seja o que deus quiser.
    No teu livro, tu também fala dos mecanismos pra sugar o dinheiro em excesso do mercado e aliviar a inflação. Minha torcida é para que o Governo consiga fazer isso da melhor forma possível quando a festa apagar, senão a coisa vai ficar feia.
    Abraço e parabéns pelo trabalho!

  • http://www.blogdagisele.com gisele angelo

    Alexandre Versignassi com esse texto você consegue fazer a informação chegar e ser entendida até pelos mais ignorantes! Parabéns.

  • Vinicius

    Mais uma vez, a culpa é do governo! Dias atrás, a Dilma estava dizendo pros empresários segurarem os preços das coisas para não gerar inflação, mas isso é uma mentira, quem gera inflação é o Governo!

  • André Snt.24

    Essa galera da Super é doutro planeta rsrsrs Parabéns pela clareza e objetividade. Acho q a notícia de vcs é mais interpessoal que muitos jornais “sérios” por ae…abrçs

  • Comprador de vinho

    Sensacional o texto!

  • Carlos Colossi

    Ótimo! como sempre. Hora de pensar em um novo livro, o Crash 2, que tal?

  • Minna

    Esse texto deveria ser trabalhado em todas as salas de aula. Absolutamente didático e ferramenta para a formação de leitores críticos. Parabéns!

  • http://Meuqueridotcc.blogspot.com Fernanda

    Genial!

  • Rafael Soares Torres

    Alexandre, eu já cansei de elogiar você e seus textos, então vou me poupar o trabalho.
    O que eu pensei quando terminei de ler o seu texto foi no Lion, dos Thundercats, e o seu olho de Thundera: “Mostre-me a visão além do alcance”. Você chegou no ponto, Alexandre, porque todos se incomodam com o preço alto, mas ninguém vê além disso. Por que os preços estão subindo? Por que a passagem fica cara e está tão ruim? De onde vem essa situação horrível? Você nos trouxe uma excelente resposta.

  • Juliano

    Uma coisa é imprimir dinheiro, outra é emitir dívida… A capitalização do BNDES foi via emissão de títulos do Tesouro.

    • Alexandre Versignassi

      O Banco Central emite moeda para financiar o Tesouro sempre que necessário. O Tesouro repassa o dinheiro para BNDES. E o BNDES joga o dinheiro novo na rua. Emitir dívida e emitir moeda, da forma como estamos fazendo, está dando na mesma.

  • Pedro Humberto

    OK, mesmo se isso fosse resolvido, haveria mais problemas p se resolver. A preguiça alcançou um patamar politico tão grande q um percentual absurdo de pessoas n cumprem seu papel no poder público. Parece q brasileiro é tudo dublê. presidente, ministro, assessores, prefeito, vereador, governador e até o próprio trabalhador se corrompe. Desvia verbas, encaixa fulano em um cargo alto ou cargo baixo, fica vegetando, derruba os mais antigos. Os antigos tem raiva do outro setor, acabando q eles n se comunicam p resolver os problemas básicos da sociedade. Tem muita gente sim q trabalha p o contribuinte, mas é minoria. Com tanta contratação aos cargos públicos, cadê a funcionalidade, andamento e comunicação na resolução dos problemas mais simples? Moro mo RJ, cara, terror oq fazem c meu dinheiro. Terror! Eles brincam, nossa, quanta gente preguiçosa sem vontade de estudar e cargos q nem elas sabem oq fazer. Aqui no RJ, puta-merda, a economia é focada na decadência alheia, n importa quem seja, mas o lucro é forte. Resumindo, o problema é muito mais grave q esse exemplo fictício. Gravíssimo!!!

    • http://lizsteve55@gmail.com Elizabeth

      Olhem a coincidência: aumento das tarifas em TODAS das grandes capitais. Isso me cheira a máfia. Isso vai continuar, espero!

  • Maurício

    Alexandre, parabéns pelo texto! Simples e brilhante.
    Não o conhecia, mas não tive como não comprar seu livro após ler o post.

    O país precisa de mais mentes pensantes e de uma liderança capaz de torná-lo verdadeiramente sustentável. Caso contrário, ali pelo final de 2014 enfrentaremos uma das crises mais graves já vistas na história.

    Vivemos em uma conjuntura onde as coisas parecem estar correndo bem, dentro de uma normalidade. A verdade, entretanto, é que o núcleo do solo onde pisamos já começou a corroer….

  • Francisco Quiumento

    Nada mais simples, nada mais claro.

  • Hilda

    Eu sabia que essa Copa ia ter um preço alto,só não sabia que o pagamento forçado que o povo brasileiro ia pagar seria tão violento assim.Está começando com 0,20 centavos depois não quero nem saber qual vai ser o preço final e como o povo vai reagir,principalmente se o BRASIL perder a copa.

  • Cleber

    ” Inflação é um jeito de o governo bater as carteiras dos governados.”
    Belíssimas palavras.

  • Tato

    Genial.
    Excelente explicação.

  • Nina Garcia

    GENIAL!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Pedro Lamarão

    Se toda a economia do país se resumisse a comprar material de construção e vinho, talvez esse exercício de imaginação conectasse com a realidade… Mas é claro que não conecta. De que inflação nós estamos falando? O IGP-M acumulado em 2013 até agora é 0,9936.

    • Alexandre Versignassi

      O de 2012 foi 7,8%.

  • Tiago

    Mas se todo mundo começar a comprar o livro dele, o preço vai subir…

    • Alexandre Versignassi

      Não vai: a capacidade de reimpressão é infinita. A editora é a mesma que publica “Guerra dos Tronos” – então as máquinas devem ficar rodando 24/7, rs.

  • Osmar José Paz Delmaschio

    Excelente! Um dos melhores artigos que a super já fez sobre economia.

  • Thiago Fernandes Sampaio

    Cara, na verdade o que vc está falando aqui é uma falácia. tem um que de verdade mas seu raciocínio sobre os termos reais está errado. O simples aumento de meios de pagamento, ou moeda em poder do público não gera inflação. É de se esperar que a quantidade de meio circulante aumente ao longo do tempo. De acordo com a teoria monetarista de Friedman um aumento de 40% no meio circulante como vc diz, sem motivo apenas com intuito de produzir senhoriagem, elevaria a inflação ao mesmo patamar, o que não se concretiza.
    A inflação brasileira tem um que de superaquecimento econonomico, mas não é um efeito meramente monetário, você não pode ser leviano dessa forma. estude mais e faça crítica interna.
    abraços

    • Alexandre Versignassi

      Se o aumento nos meios de pagamento vier acompanhado de um aumento proporcional na produção de bens e serviços, não há inflação. Se não for acompanhado, há inflação. Isso está escrito no texto, mas sem a usual epopeia de jargões.

  • Céu D’Ellia

    Tenho 50 anos.
    Engraçado (trágico) perceber que é preciso explicar de novo o que é inflação pras novas gerações.
    Cresci tendo que saber o que era isso, porque era o Brasil de então. E é o Brasil de novo.
    Populismo, ufanismo e louvor à ignorância estão sempre juntos desse tipo de situação econômica. Por que será?

    • Alexandre Versignassi

      Pois é. Tenho 36 e aprendi na prática também.

  • Átila Teles

    Melhor texto que li hoje, bem que o título poderia ser: O que eles não querem que vc saiba…

  • José Walter

    Liberdade Econômica, já!

    “Não existe almoço grátis!”

  • Jean

    Parabéns pela publicação! Muito esclarecedora.

    Percebi que muitos acham pouco os 20 centavos de aumento.
    Gostaria que fizessem cálculo para uma pessoa que utiliza quatro passagens por dia.
    Em um dia, daria 80 centavos a mais.
    Um mês: 16 reais.
    Um ano: 192 reais.

    Agora pense em uma pequena empresa que paga parte do valor da passagem para os seus funcionários. Vai haver aumento nas despesas, que será revertido no preço do seu produto, aumentando mais ainda a inflação.

    • Wamberto Picolli

      A maior contradição são os governantes estimularem o transporte público e além de oferecerem um serviço de péssima qualidade ainda aumenta o valor da tarifa. Como diria um comentarista de futebol: “é brincadeira!”
      Subsidia essa porcaria, meu!

  • Maurício Conti

    muito bom o texto!! ja estou acostumado com o assunto, mas você conseguiu abordar de uma forma muito clara! parabens! na moralzinha rs

  • Fabiano Rocha

    Nunca antes na história desse pais um partido afundou tanto a nação em dividas.
    Vote PT

  • L Maia

    Isso é mais antigo que o próprio capitalismo. Basta ler o livro Crash!: Uma Breve História da Economia – Da Grécia Antiga ao Século XXI

  • http://www.milkshakesemgelo.com.br Bruno Lombardi

    Excelente texto. Você conseguiu explicar uma coisa que deixa muita gente de cabelo em pá de uma forma simples e divertida. Gostei bastante da forma como o texto flui.

    Parabéns, Alexandre.

  • David

    “Inflação é um jeito de o governo bater as carteiras dos governados.”

    Esse cara é estúpido, mau caráter ou tem uma carteira oficial de extrema direita.

    • Alexandre Versignassi

      Quem falou isso foi o Milton Friedman. E ele não era nem estúpido nem mal-caráter nem extremista.

    • Carl Menger

      Mas é justamente isso que acontece desde quando os reis antigos diminuiam a quantidade de ouro nas moedas pra poder financiar as guerrinhas deles

  • .

    Faltou falar das regalias dos bancos: um banco pode emprestar até 10x o dinheiro que tiver. Mas detalhe: não é 10x o papel moeda que ele tiver ou 10x seu patrimônio (aplicações, bens, etc) é 10x o dinheiro DEPOSITADO pelos cliente. Isto é, a cada real que deposito no banco 9 “aparecem” na econômia, na mão do banco naturalmente, que injeta na economia na forma de empréstimos, com taxas absurdas, que aumentam mais ainda a inflação. Isso tudo gera uma bolha de inflação constante na econômia que costuma estourar a cada 100 anos, mais ou menos.

    • Alexandre Versignassi

      Opa. Inflação zero, pelo nosso sistema, nem é um bom negócio. Se os preços não sobem nunca, significa que há menos oportunidades pra empreender. O mundo ideal é um com inflação de 2% ao ano e crescimento de 4%. O problema é quando isso fica ao contrário…

  • http://ce Gênesis Otthon

    Excelente matéria, parabéns !!

  • http://hc-svnt-lupinum Alexandre Gomes

    E nem lembram da desvalorização do dólar, da inclusão da previsão da inflação do ano nos preços por empresários amedrontados, aumento do crédito para o consumidor, como os problemas no agronegócio nestes últimos meses.

    Não existe almoço grátis, mas acabou o mito que o bolo não pode ser dividido enquanto está crescendo.

    Sei, bem proselitistas, não?

  • Caio

    Isso é obvio, a economia não tem nada de natural, o capitalismo não é natural, é uma criação do homem para aumentar o seu poder, desde o fim da monarquia. Se você acha que vive num país democrático por simplesmente votar, você vive numa utopia tão distante quanto qualquer -ismo. Então não basta somente ler revistas ou artigos que passem por um cunho de um editor que responde á um grupo de pessoas “poderosas”, estudem acadêmicos de verdade que pesquisam e mostram que isso tudo que vivemos é fictício e apenas fazemos girar a máquina da desigualdade humana.

  • Julie

    Tdo mundo deveria ler…
    esse texto eh perfeito para pessoas ” leigas ” como eu no caso…hehhe
    adoreii

  • Gedeon Lopes Cordeiro

    Ouso dizer que essa foi a melhor,e mais sucinta,explicação sobre a inflação que já ví!
    Parabéns,melhor blog da Super com sobras…

  • Leandro

    Ótima matéria!
    Para quem acha absurdo a revolta por 0,20 centavos, percebam que isso não se trata apenas do transporte público. É o que está estourando, mas a classe trabalhadora em geral tem sentido diariamente o que é dito no texto: a perda do valor de compra do seu salário.
    Isso somado a um governo que não governa colocando os interesses do povo em primeiro lugar, resulta no que estamos vendo nas ruas. E que pode ser o inicio de algo maior que do que possamos imaginar. Tomara. Torço para isso, e estarei nas ruas para isso. Do jeito que tá, o futuro não promete nada de bom.

    • Luiz

      Leandro, muitos falam que os protestos vão além dos vinte centavos. Mas tenho certeza que, caso haja anulação do aumento, não teremos mais protestos.
      Protestos deveriam ser feitos contra as PECs 33 e 37, que são atentados ao estado democrático de direito. Deveriam ser feitos contra o superfaturamento dos estádios. Contra Calheiros na presidência do Senado. Contra os menores e motoristas assassinos que queimam, matam, aleijam. Contra os salários de 26mil dos políticos.
      Se tivermos novos protestos, mas abraçando explicitamente essas e outras causas, terão minha simpatia. Caso contrário, não merecem nem minha atenção.

  • Bruno Biondo

    Sinceramente discordo em partes de algumas suposições do autor e concordo em outras, porém, vi aqui inúmeros comentários indignados com o governo e suas formas de ações e também faço minha suposição: acho que 90% desses revoltosos não vão ir além de reclamações na internet ou em rodas de amigos. Também suponho que quando forem um pouco mais velhos simplesmente vão abaixar a cabeça e reclamar pra si mesmos. O que sobra na maioria dos brasileiros é força pra reclamar de longe e falta “por a mão na massa” Enquanto essa foi a situação do brasileiro a situação do governo não vai mudar, isso se não piorar…

  • Thalisson

    Caralho. Que texto EXCELENTE! Explica muita coisa que tem acontecido nesse país. Parabéns ao autor do texto. Mais didático impossível.

  • Leandro Ferreira Heroso

    Texto nota 10, mas tem muitos outros fatores também que estão causando maiores inflações e a revolta do povo que só foi sentindo quieto aos poucos.
    Brasil, o lugar onde o imposto é alto e os empresários tem o maior lucro mesmo com o imposto alto. A cultura brasileira é sugar o máximo que der do próprio brasileiro.

  • Raphel

    Você seria um grande professor.
    Já é, aliás.
    Tive um semestre de economia na faculdade e você dá de 10 x 0 no meu ex-professor (concursado, vagabuuuundo que só…)
    Parabéns pelo trabalho!

  • Leandro Ferreira Heroso

    Sem tempo para fazer um texto agora, mas um pequeno e rápido exemplo de como aqueles super investimentos de empresários em campanhas partidárias não é só uma ajuda pensando no melhor para o futuro, uma hora o dinheiro tem que voltar e quem se ferra é a classe média.

    Poupança. Nos últimos anos a poupança já rendia pouco, mas servia pra você não perder dinheiro pelo menos, já que o ganho geralmente ficava um pouco acima da inflação anual, mesmo com o pouco ganho real, os bancos fazem e faziam mega propagandas dizendo que era o melhor investimento pra você – só pro bolso deles isso sim – que era fácil e rápido e que valia a pena. Bom, os bancários prevendo e já sentindo uma crise, pedem ajuda do governo, e adivinha? A poupança que já tinha uma rentabilidade baixa, mas pelo menos era considerável, agora nem pra segurar dinheiro presta, porque o governo rapidamente mudou as regras da poupança a favor dos bancos e agora a poupança está com um rentabilidade menor do que a inflação. Ruim? Pior ainda é ver que os bancos continuam tendo o povo como burro e continuam fazendo propagandas absurdas com atores conhecidos pra dizer que a poupança continua boa pra você cliente. Bom, lucrativa só pra eles que emprestam seu dinheiro poupado para outras pessoas a taxas enormes.

    Outro exemplo? MP dos portos, é boa? Provavelmente sim, agora a velocidade que foi aprovada e a pressão do lado executivo do governo, por que será? Se isso também não é bater a carteira dos governados, então mudaram o significado dessa frase …

  • sthella matos

    muito boa matéria. e ainda tem gente que diz.”só vinte centavos, e esses vagabundos fazem baderna nas ruas, só 20 centavos”

  • Claudia

    Ainda bem que esse país nao existe neh ????

  • Rafael

    Muito bom! Isso, obviamente, se não fosse uma tradução barata da macroeconomia tradicional… Há mais por trás da inflação do que a simples impressão de PM. Ainda bem que só foi tratado de um país fictício, provavelmente em um mundo simplificadíssimo, onde os problemas não são tão difíceis de se entender quanto no nosso mundo. Real e complexo.

  • David Madi

    Muito obrigado. Agora entendi a inflação.

  • Rogger Alves

    Muito boa explicação, vocês estão de parabéns. Agora eu finalmente entendi esse papo de inflação, e, aliás, eu sou totalmente a favor destes protestos. O preço das passagens de ônibus não chega nem perto de ser justo, considerando a péssima qualidade do serviço.

  • Eliete Tunes

    É tão simples, o povo precisa fazer algo neste país, e tem que começar de alguma forma!! Alguém já prestou atenção no tipo de pessoas que estão sendo presas??? Baderneiros??? Não, lutadores que estão indo lá dar a cara pra bater, enquanto a gente fica fazendo “postzinhos” de apoio ou repúdio!! O governo mandou a policia reprimir e a Globo tá fazendo seu papel de mostrar o que o governo quer, como sempre, e tenham certeza, não sou petista ou de esquerda, simplesmente sou uma cidadã que paga impostos e muito.

  • Lisandro

    Simplesmente perfeito. Parabéns

  • Vagner

    Fácil de entender. Parabéns

  • ken

    Macroeconomia for dummies

  • Demis Lima

    Meu caro você corre risco de vida kkkkkkkkkkkkk !!
    A maior gentileza do sábio é a clareza!!

  • http://www.twitter.com/mvpereira Marcos Vinícius Pereira

    Simples e direto, né?
    “Revoltas que começam com aquela gota a mais que faz o barril transbordar. Os centavos a mais no ônibus foram essa gota.”

    Bom ver o povo botando a cara na rua novamente e a polícia tendo que trabalhar pra dispersar manifestação por causa de cagada de governante. Que venham muitas outras. O Brasil tá precisando um pouquinho disso…

  • Rafael Baptista da Costa

    Muito bom. Para leigos é perfeito! Você usou uma linguagem muito adequada. Os governantes usam sim o trade off de curto prazo entre inflação e desemprego, principalmente se aproximando das eleições, ninguém é de ferro, né ?! Rs. Mas o ponto em que eu queria chegar é o foco dessa possível espiral inflacionária… Para leigos, você deu a entender que as obras da copa – pela sua analogia – serão o grande problema. Eu diria que, se não houvesse muitos desvios e falcatruas, nós não teríamos que nos preocupar com isso, porque realmente eu acho que haveria um impacto positivo na economia. Nós bem sabemos que o problema estrutural e tributário é muito maior do qualquer bagatela de 30 bilhões… Ou seja, teria sido interessante você citar a política expansionista, tendo como marco a menor taxa de juros da história, não como elemento econômico – embora seja – mas muito mais político.

  • mauricio

    BNDES irriga o país com dinheiro alavancando a inflação? sim! porém esqueceram de falar que ampliam cadeia produtiva, para quem não sabe, todas as operações do BNDES passam por uma analise sobre a influencia do dinheiro para cada municipio, ou seja, vamos supor uma montadora que cria uma planta de produção nova, ela contrata funcionarios que não estavam ativos na economia e dão emprego, dando esse emprego, possibilitam que ele consuma, fazendo com que um cidadão desse muncipio abra um negocio para atender a nova demanda, abrindo esse negocio ele gera mais emprego, e assim reduz a taxa de desemprego desse país! realmente isso aumenta a inflação, porém o governo tem varias formas de controlar a inflação sem que afete gravemente a população. Se nós não tivessemos uma economia extremamente protecionista, poderiamos abrir nosso mercado para a um comercio mais igual e incentivando a nossa produção a se tornar mais competitiva trazendo qualidade para os produtos nacionais, assim com a apreciação do real frente ao dólar teriamos o fluxo de reais para fora do pais e reduziria de certa forma a inflação domestica e isso faria com que o governo desse mais incentivos novamente a infra estrutura… pena que sempre esqueço que tudo isso é utopico e vivemos numa baderna economica

    • Denisson

      BNDES amplia a cadeia produtiva, mandando dinheiro pra eike batista pra cuba, pra africa e sabe Deus pra onde.

  • http://juanvelo@gmail.com Juan

    O texto e genial e super bem organizando mas eu nao sabia que a palavra dinheiro tinha plural…. Esses dinheiro? Notas…. moedas…. agora dinheiros?? Serio mesmo?

    Porem o texto e bastante informativo e explica bem o que acontece. Eu nao moro no pais ha 6 anos e toda vez que volto tenho mais medo de querer voltar por esse tipo de coisa.

    Infelizmente e o que e e as pessoas nao se dao conta disso.

    (teclado internacional nao possui a mesma configuracao que os do Brasil… so pra nao deixar duvidas)

    • Rodolfo

      Juan, pelo amor de Deus…vc não entendeu a ironia por trás do plural de dinheiro?

  • Artur

    Gostei muito do texto, mas acho que o buraco é mais embaixo e o estouro da conta vem em 2015. Vários argumentos poderiam ter sido adicionados. Superávit Primário? lembra ? rsrs.. era feito há uns 10 anos, rs… E a gastança da classe média? não se esqueça do envividamento absurdo desse pessoal sem base nenhuma de produtividade para justificá-lo, pleno emprego, etc.
    A conta vai vir em 2015, ou antes… resta saber se eles conseguem esticar a corda mais um pouco.

  • Fabio

    CDB com 100% do CDI???? Que CDB é esse?

    • Alexandre Versignassi

      Pra quem aplica na faixa de R$ 1 milhão tem.

  • http://miltonpcn@yahoo.com.br Milton Cavalcanti

    Você escreve muito bem, é inegável, mas qual a sua fonte, para dizer que imprimimos tanto dinheiro nos últimos 4 anos???

    • Alexandre Versignassi

      O Banco Central publica tudo, Milton.
      Abs

  • And

    Tenho saudades da SUPER que falava da ciência e tecnologia, era uma revista melhor. Era uma das poucas publicações que não se envolvia no tiroteio político. Agora os assuntos estão ficando tendenciosos e rumando para longe dos bons tempos da Super.

    • Alexandre Versignassi

      Oi, And. Os dois posts anteriores são sobre ciência.
      Abs

  • Mário Henrique Perin Bernardo

    Cara, o texto foi legal. Só não gostei mais porque ele foi bem chupinhado do seu livro (que é maravilhoso, diga-se de passagem).

    • Alexandre Versignassi

      Fala, Mário. Eu achei que valia a pena usar a analogia do aqueduto aqui, pq o grande problema por trás de tudo é mesmo a inflação – e é naquele trecho que tá a explicação mais direta.
      Abraço!

  • Leandro Miranda

    Na realidade, a Inflação não aumenta a desigualdade, mas a diminui. Pq? Simples, pq as classes mais baixas são organizadas em sindicatos que proveem dissídios anuais no intuito de sobrepor o valor da inflação. Além disso, a inflação diminui o valor do dinheiro, fazendo com quem tem muito dinheiro, passe a ter ‘menos dinheiro’ ao mesmo tempo que as dívidas das pessoas ficam ‘mais baratas’.

  • Trak Trak Trugui

    Perfeito texto, parabéns para me fazer compreender ainda mais.
    Fazia tempo que não lia um texto tão claro, explicativo.
    Parabéns de novo!!

  • Gabriel Cesar de Andrade

    Não poderia ter ficado mais claro do que ficou. Emissão descontrolada de moedas: roubo.

  • https://www.facebook.com/ Valmir Paiva

    Excelentemente ótimo.

  • Marcelo

    É o Brasil seguindo os trilhos da Grécia, Euro 2004 e Olimpiadas 2004 , bem semelhante

  • Cris

    vejo muitas vezes a palavra “povo” sendo usado nos comentários. vi as imagens das manifestações e o que mais falta lá é “povo”, no sentido que estão dando aqui. queria muito que o povo se manifestasse.
    outra coisa: não importa se são 0,20 centavos ou 0,30 centavos. importa quantos porcento isso representa. no caso, apenas 6,66% – o que isoladamente não é nenhum absurdo. falar em 0,20 centavos e multiplicar pelo nº de viagens que alguém faz num dia, é leviano. é uma tática antiga usada para enganar “o povo”.
    aqui o que importa saber é a quanto tempo as passagens não eram reajustadas, qto foi a inflação desse período e qto foi o reajuste anterior. a partir disso podemos ter uma discussão séria.
    e, se entendi direito, aquele “povo” que está se manifestando me parece formado unicamente por estudantes que querem passe livre. sabe o que acontece se alguns viajam de graça? outros pagam mais. esses outros por acaso seriam o povo (sem aspas).

    • Ana

      Muito coerente! Enfim uma voz sã.

    • Fábio

      Boa. Temos que pensar em todos os aspectos. O povo mesmo quase nunca aparece.

    • bruno

      na verdade, esse “povo” que foi as ruas, não precisam de passe livre, não vão ficar mais ou menos pobres por conta de meros 0,20. Esse “povo” na qual você se refere, é a parte racional desse país, que já está cansada de tanta corrupção e está indo as ruas para tentar mudar a merda da realidade desse país, que pessoas como você se alienaram. Antes de falar merda, saia do seu poço de ignorância e passe a ler mais para entender o que acontece a sua volta. Quem sabe assim você se toca de que os governantes não são seus amigos e passe a desacreditar nas baboseiras que o governo anda dizendo pra te controlar.

    • Danielle Sales

      Fico muito feliz ao ver comentários como o seu. Parece que muita gente não entendeu ainda. Vamos fazer manifestações de verdade, entender os fatos políticos, econômicos e sociais que nos atinge, o que está por trás dos R$ 0,20 ou mais, e saber como argumentar. Como li num comentário abaixo (do Gui), revolta é diferente de vandalismo.

  • Marcelo

    1. Não é o povo que está nas manifestações
    2. Dizer que a manifestação é porque é a “Gota d’água” é especulação. Do mesmo jeito que afirmar “que é coisa de moleque criado a Nescau que quer postar fotos no instagram dizendo que revolucionou o mundo em 3 dias”. Pura especulação.
    3. Inflação? A classe média está mal sentindo a inflação. Quem sente é o pobre, que (reiterando) não está nas ruas.
    4. 0,20 é pouco SIM.
    5. A explicação de inflação está confusa, as pessoas que disseram que entenderam provavelmente não entenderam. Mas, de fato, é confuso explicar rápido. Como a regra do impedimento, no futebol.
    6. A inflação não é por causa das obras.
    7. E se fosse, seria bom informar que todas aquelas pessoas que estão nas ruas de SP e RJ torceram para que as Olimpíadas e Copa fossem aqui. (note que “todas” também é especulação, mas se for maioria já dá para entender)
    8. Brasileiro é um povo violento, não é manso. Estão confundindo ignorância com bundamolisse.

  • Felker

    Tem também o fator falta de educação no país. Pessoas sem acesso à educação são mais propensas a deixarem a inflação passar despercebida, e menos propensas a negociar ajustes de salário com o argumento de acompanhar a inflação. Uma pessoa com acesso à educação sabe que não ter seu salário ajustado no mínimo pela inflação é ter uma redução de salário. Então o tempo passa e a pessoa demora mais pra perceber que precisa ganhar mais. E quando percebe já perdeu muitos pontos percentuais de ajuste no salário e ta revoltada com os preços das coisas.

    Então as vezes acho que a reivindicação não deve ser feita para o governo não aumentar os preços, ou pro restaurante não aumentar o preço de um sanduiche, mas deve ser perante os empregadores para exigir ajustes salarias no mínimo pela inflação. Essa é a ignorância que muitos que criticam os protestos falam, que não é no sentido de “seu burro”, mas no sentido de que falta informação ao povo para não lutarem uma luta perdida.

  • Kasanova

    É mermão. A máscara desses governos tanto federal, como estadual e municipal, está caindo…

    Chuva de Tomates em Brasília!

    Equilíbrio entre Capitalismo x Socialismo, esse é o caminho!

  • Thiago

    O texto é didático, mas conceitualmente incorreto.
    O governo atualmente nao emite dinheiro para tocar investimentos ou custeio.
    No máximo capta recursos através da emissão de títulos públicos.
    Nesse caso, ele retira liquidez da economia e isso atua CONTRA a inflação e nao a favor.
    Por outro lado, o aumento do gasto publico pressiona a inflação sim.
    Mas os efeitos são mais sutis e mais complexos do que o texto sugere.
    Valeu pelo raciocínio, mas está claro que tecnicamente voce nao é um conhecedor da
    Dinâmica econômica.

  • Eric

    Texto perfeito. Deveria circular em todos os jornais deste país medíocre.

  • Liz

    Os comentários aqui postados são ‘surpreendentes’! Com tantos ‘economistas’ discursando aqui eu me pergunto p q o País está essa M?

  • Patrícia

    Fantástico!!! Eu sinto que esta gota é o início de algo grande, afinal eu quero muito acreditar na minha cidade, São Paulo, e no meu país!!

    • Danielle Sales

      É isso aí Patrícia, independente de toda a discussão aqui (à propósito, acho incrível: várias pessoas interessadas no nosso país, em assuntos políticos, e expondo suas opiniões), quero que isso seja um começo do despertar de uma nação e, especialmente dos jovens brasileiros, que, para muitos descrentes, parecia viver em uma eterna alienação há tempos.
      Temos que fazer valer nosso papel de cidadão e cobrar respostas e atitudes dos governantes.

  • Marcelo Zaca

    genial!!

  • Cecilia

    So espero que continue, com outras causas!!

    E que esse povo não vista verde/amarelo, e nem ligue a TV nos jogos do Brasil..
    Quero so ver!

  • Ivan

    Isso aconteceu em um país muito longe, muito longe daqui….

  • Aiur

    Essa correlação tão automática me parece um pouco simplificadora. Se essa sua lógica fosse verdadeira, teria havido dezenas, centenas, milhares de manifestações durante os anos de hiperinflação no Brasil, quando o poder de compra dos salários era corroído diariamente e o aumento dos preços ultrapassava quase sempre a correção dos salários. É necessária uma análise sóciopolítica mais ampla para explicar as causas de todo o descontentamento, as inúmeras razões da insatisfação que leva as pessoas às ruas. Centrar toda a explicação na questão inflacionária me parece uma boa forma de justificar a ‘necessária’ alta dos juros.

  • Valéria Alves

    Perfeito!

  • http://imbiriba.blogsport.com Sebastiao Imbiriba

    Muito pior do que as obras faraônicas que foram completadas e passam a gerar renda, são as obras megalômanas inacabadas que se deterioram no semiárido sem nada produzir, como as adutoras da transposição do São Francisco. Foi um jorro de dinheiro inútil e maléfico.

  • Sabs

    Que maravilha de texto, pessoal.
    São 20 centavos agora, mas e amanhã, mês que vem ou ano que vem? Serão mais vinte centavos? Aí o povo sofre com a inflação que o governo mesmo criou. Imprime mais dinheiro ao invés de administrar o dinheiro que tem com mais responsabilidade… Piada!
    Ah, só faltou uma pergunta ser respondida: E aí, a partir daqui a coisa tende a melhorar ou piorar?

  • Otávio Louzada

    Ótima leitura, nunca peguei algo ruim que tenha sido escrito por você. Retratou e justificou perfeitamente o cenário atual.

  • Veronica Ribeiro Santos Lemos

    Parabéns! Você explicou tudo de forma bem clara!

  • Reinaldo Santos

    Muito boa teoria, seria melhor ainda se a revolta fosse então contra o governo, que estas pessoas revoltadas, vão até a Prefeitura e quebrem tudo, vão até Brasilia, e arrebentem com tudo, façam greve em algo que o próprio Governo irá sentir, mas nao sair nas ruas mascarados, com bombas molotofe, quebrando onibus, pixando, fazendo badernar, impedindo aqueles que trabalham por diarias, e impedindo que ganhem o seu pão, Porque estes com certeza nao trabalham e ficam maquinando como fazer as faixas, como preparar o material para fazer o quebra quebra nas ruas, e o pior, enfrentando os policiais, que estão ali apenas para conter uma possivel confusão, mas se os manifestantes começam a confusão com certeza os policiais tem que usar força, porque o uso da força só existe quando há resistencia do outro lado. E se tudo isto que estão fazendo é pacifico o porque das MASCARAS encobrindo os rostos.

  • Monica

    Perfeito, só falta lembrar tbm que quem tem $$$ para gastar tem ido torrar tudo la fora, com viagens e compras sem fim…e que a população prejudicada com o aumento do ônibus continuara votando nesse governo pois ainda consegue se encostar nas bolsas.Ou seja, muita água vai passar por baixo da ponte Brasil!

  • http://jeanborges299@hotmail.com Jean Borges

    AGORA É HORA DE SAIR PRAS RUAS E MOSTRAR QUEM MANDA!

    O POVO SÓ É POVO QUANDO ESTÁ UNIDO!

    VOCÊ FAZ A DIFERENÇA SIM!

  • rodrigo

    Acertou em tudo, menos numa coisa, todos tem direito e acesso a investimentos que protegem o patrimonio contra inflação IPCA e IGP-M, são eles os papeis do TESOURO DIRETO do próprio governo, com 600 reais você pode investir. SE todos investíssemos, quem pagaria a própria conta da inflação seria o governo. Falta muita coisa aqui neste país… muito mesmo, uma delas, é educação financeira, por exemplo porque aceitamos pagar juro altíssimos… mas esse assunto sozinho já outro tópico, ou melhor uma tese de mestrado.

  • reinaldo queiroz

    Com certeza tudo que vc disse é a pura verdade e não foi simplesmente os centavos que está motivando essa revolta, mas, a SAÚDE, SEGURANÇA, EDUCAÇÃO, LAZER, TRANSPORTE ETC.., o povo não aguenta mais, esses gravatinhas filhos da puta do congresso ficam com a bunda sentada lá e não fazem nada, só enchem os bolsos e o povo que se foooda. Demorou muito pro povo acordar, tem que mudar esse país e urgente senão nós estamos fu….!!!!

  • Eduardo

    Agora pergunte ao Excelentíssimo Sr. Ministro da Economia se ele pode se explicar a respeito da emissão de cédulas sem a devida contrapartida (crescimento da economia)…

    Ou melhor ainda, pergunte o porquê de somente alguns segmentos do mercado receberem redução de IPI (automóveis e a famigerada linha branca – fogão, geladeira, etc)…

    Ou muito melhor ainda, pergunte o porquê da Caixa Econômica Federal ter criado recentemente uma linha de crédito (abriram os cofres públicos) para financiar empréstimos destinados a compra desses mesmos produtos acima…

    Só não uso mais meu nariz de palhaço porque não tenho mais dinheiro para comprá-lo: o imposto de renda e outros tantos impostos comeram todo o meu poder compra para que um bando de vagabundo possa receber dinheiro (e assim um certo partido vai ganhar eleição no ano que vem).

  • wiill

    A melhor explicação que li nos últimos dias. muito bom

  • Higor

    Quem não enxerga é assim mesmo, não levaram em conta que com os próximos eventos no Brasil, vai entrar muito dinheiro estrangeiro e com isso tecnicamente suprirá os cofres do déficit criado para a construção, texto bom, porém, raso.

  • Joel Soares de Oliveira

    Alexandre Versignassi, que texto EXCELENTE!

    Gosto de ler o que você escreve pois você pega algo

  • http://joliveira2012@bol.com.br Joel Soares de Oliveira

    Alexandre Versignassi que texto EXCELENTE!

    Gosto da forma como você escreve pois pega um assunto visto pela maioria das pessoas como complexo ou “chato” e nos mostra este assunto de maneira entendível e através de um texto “prazeroso” de se ler. Confesso que já virei mais um leitor fiel de seus textos. Continue assim.

  • Alex Rocha

    Excelente matéria, mas como ser pensante e crítico, tenho que manifestar as duas partes que foram abordadas e não tão esclarecidas ao meu ver,” imprimir dinheiro” realmente é um problema. Mas qual é a solução?
    O aumento do salário dos deputados realmente é uma vergonha, não tem explicação para algo do tipo, não me lembro da última vez que recebi um dissidio de 100%, sabe por quê? Nunca me aconteceu isso e nunca vai acontecer. E por que com os deputados tem esses direitos? Seriam eles Semideuses? Não simplesmente eles escolhem quanto vão ganhar isso me faz total coerência com o que foi escrito na matéria. Mas como fazer então para colocar dinheiro nas mãos dos “Operários”.
    Criticar e expressar opiniões das coisas que ocorrem realmente é importante, mas o mais importante é desenvolver a capacidade de solucionar problemas que você mesmo encontra e reconhecer quando uma ideia vem com esse intuito de melhor as coisas. Ter o intuito de melhor nem sempre é o suficiente para a solução, mas já é um começo de algo que não se pensava.
    O BNDS ou Banco Nacional do Desenvolvimento vem com o intuito de ajudar quem quer ajudar o país a crescer. Como ajudar o país a crescer? Lembra-se do Operário? Uma empresa de pequeno porte com 300 funcionários teve uma visão de mercado e descobriu que pode crescer e expandir seus negócios mais não tem capital suficiente para essa expansão. Então vai até o BNDS e mostra seu novo plano de negócio então o BNDS vê que aquela empresa realmente não tem condições de realizar aquela ampliação de seus negócios e entra com o dinheiro para ajudar. Então com a ampliação a empresa vai abrir novas 300 vagas onde irá tanto melhorar o salário de quem está trabalhando na empresa e é qualificado como as novas oportunidades de emprego. Então o que ocorreu? Um aumento do poder de compra de pessoa desempregadas que foram contratadas e a ampliação de salario dos funcionários que foram promovidos. Isso é dar poder de compra para os “Operários”. Bom Agora todo mundo tem o dinheiro para comprar o leite e o cara do mercado verificou isso e subiu o preço do leite.
    Opa olha a inflação aparecendo ai de novo na mesma história da reportagem. Deixo a quem quiser agora achar uma solução ou a menos pensar em uma continuar…
    Essa simulação do BNDS é o que realmente deveria acontecer. Mas é isso que acontece?
    Bom. Não sei ai já é outro problema brasileiro, CORRUPÇÃO.

  • Daniel Maia

    Graças a Deus, alguem com a mesma linha de pensamento que a minha. Até quem enfim o povo está acordando pra realidade, meu p fechar com chave de ouro tudo isso, esse futebolzinho tem que ser exterminado. Acabar com toda essa palhaçada…meu…se fosse falar ia passar o dia aqui digitando.

  • Willian Carvalho Montagnoli

    Mais uma vez fico satisfeito com os artigos desse Alexandre!
    Escreve de forma simples e esclarecedora, traduzindo conceitos econômicos de forma simples, tornando possível a compreensão para quem não é da área econômica, ou seja, traduz para os leigos. O primeiro artigo que li e gostei foi: “Por que tudo custa tão caro no Brasil”, e agora esse.
    Congratulations!

  • http://joliveira2012@bol.com.br Joel Soares de Oliveira

    Confesso que após ler vários textos do Alexandre Versignassi no blog Crash… Fiquei com vontade de adquirir o livro dele (Crash – Uma Breve História da Economia). E vou adquirir! Se o texto do livro for de fácil compreensão como têm sido os textos publicados aqui neste blog… Já vi que farei propaganda boca a boca (positiva) do livro depois que eu o ler.

  • Henrique

    Versi, como jornalista você é um péssimo economista…

  • Figura

    Gostei da forma de explicar como a inflação surge.
    Na prática, crescimento só ocorre com trabalho e seriedade. O que acontece com o Brasil é que cada vez mais os Pobres continuarão Pobres.
    Só conseguiremos mudar isto com Educação, Trabalho e eliminando a lei de Gerson.
    Talvez, exercermos a Democracia e não a demagogia.

  • Abner Faioli

    Axo que esta na hora de uma nova revolução no país, esses governantes roubam demais da base da sociedade (nós) só se esquecem que se quizermos mudamos o país temos esse poder pois somos mais fortes, mas a maioria do povo naun sabe. LUTEM PELOS SEUS DIREITOS POVO< LUTEM

  • http://www.fb.com/carolingias Carol

    Simples de entender, difícil de resolver.

  • André

    Parabéns Alexandre Versignassi, não poderia ter explicado melhor.

  • Margareth Zanella Ribeiro

    Você só esqueceu de dizer que esse país fictício não é apenas o Presidente que manda, afinal não é uma monarquia, mas sim todos os políticos eleitos pelo povo, e que na sua história foi colonizado por ladrões, afinal foram ladrões portugueses que foram enviados para nos colonizar. Embora o texto seja bem escrito é evidentemente tendencioso, o que para mim cai no descrédito. BNDS não é isso a qual te referistes e gera sem sombra de dúvidas mais empregos e riquezas, muitas vezes em regiões esquecidas desse país fictício.

  • Shintay

    Basicamente, o prédio foi projetado para 4 andares. Mas daí, perceberam, “do nada”, que precisavam de 20…

  • Bruto

    Esse cenário já era esperado!
    Inflação de demanda, crescimento baseado no crédito, consumo desenfreado, baixo nível de poupança, o que leva ao baixo nível de investimento. Senso comum mandando comprar, financiar, falta de educação financeira. Tudo gera aumento de preços, superendividamento das famílias, perda do poder de compra, greves. Próxima etapa, queda no consumo, estagnação econômica, desemprego, aumento da criminalidade. Políticas populistas só existem por culpa do próprio povo. Eu tenho aplicações no Brasil com rendimento de 95% do CDI, mas aviso, o banco só aceita a partir de aporte inicial de R$ 50.000,00. Pena de quem acreditou no voo da galinha, adquiriu financiamento com taxa pós-fixada, foi enganado pela TR que hoje está zerada. Pior que isso, só aqueles que investiram na Tekexfree! :-p

    Bruto-Tokyo

  • http://www.facebook.com/vanessa.c.melo Vanessa Melo

    muito bom mesmo… o texto!!! pq nossa situação… =/

  • Juliana Santos

    Comentário muito bem estruturado…ótima abordagem no assunto!!!

  • BetuBatuba

    Podemos então dizer que é a Nossa versão da Doença Holandesa.

  • Ademir Mota

    Parabéns pela matéria. Eu não estava entendendo nada do que está acontecendo, apenas via na mídia fatos tendenciosos pró governo. Agora depois que lí esse texto, entendí tudo, ele é claro, sem aumentar nem diminuir. Mas ainda acredito que vem chumbo grosso por aí, enquanto a PeTralhada achar que o País virtual é deles. Também vou adquirir o livro.

  • Antonio

    É um problema do capitalismo e como não poderia deixar de ser, já aconteceu em outros países e assim a história se repete. E como terminou? É claro, o próprio governo socorreu os falidos. Isso não é somente um problema político, é a nossa cultura. A política reflete a ideologia da sociedade, através do voto… somos primários ainda.

  • Edilson

    Parabéns pela matéria. Imagino que o seu livro seja excepcional também… Logo, logo, vou comprar (se os preços dos livros não subirem muito, é claro…)

  • http://Guarulhos-SP Sônia Albanez

    Parabéns pela matéria
    Eu acho que o povo precisa começar a se manifestar mesmo. O caldeirão já está transbordando. É inflação, corrupção, violência. Ninguém aguenta mais.

  • Thiago

    Das 2, uma:
    -Ou vc não não entende nada de inflação (o que é meio ruim sair escrevendo sobre coisa que não se tem domínio);
    -Ou entende e quer fazer terrorismo (o que seria pior, pois mostra o seu caráter)

    Isso sem comentar que a Renda do Trabalhador subiu acima da inflação, o que aumentou o poder de compra. efeito inverso do que vc colocou.

    Qual vai ser??

    Por Bastter e insider 26:

    O que exatamente ta acontecendo com a Inflação que nao seja vender jornal que eu nao entendi?

    inflação no Brasil:

    1994 – 916,43%
    1995 – 22,41%
    1996 – 9,56%
    1997 – 5,22%
    1998 – 1.65%
    1999 – 8,94%
    2000 – 5,97%
    2001 – 7,67%
    2002 – 12,53%

    2003 – 9,30%
    2004 – 7,60%
    2005 – 5,69%
    2006 – 3,14%
    2007 – 4,45%
    2008 – 5,90%
    2009 – 4,31%
    2010 – 5,90%

    2011 – 6,50%
    2012 – 5,83%

    (enviado por Insider26)

    2013 – caminhando para 5,5% – projeção de mercado e agora que o tomate caiu 75% como ficam os jornais e revistas.

  • Mark

    Ótimo texto! Dizem que quem rasga dinheiro é louco, mas o governo tá precisando rasgar um pouco!

  • Devanir Jose

    Isso é mais simples do que se imagina, é muito fácil jogar a culpa em cima dos governos seja eles honestos ou não e nos eximirmos de nossas culpas. O que nós temos feito para ajudar o pais ao invés de ficar discutindo BBBs, novelas da globo, record e etcs. passando nossos miseráveis dias assistindo futebol pela tv ou indo aos estádios tornando milionários indivíduos que não completaram o ensino médio. Enquanto isso nós vamos formando uma corja de políticos corruptos que são donos dos transportes, da saúde etc
    CADA UM FAÇA A SUA PARTE QUE ESSE PAIS MELHORA.

  • Ana

    Oi, adorei o texto. Na verdade não entendo nada do asunto e o texto me deu uma luz e me incentivou a ler mais sobre a questão, obrigada.
    Me tire uma dúvida, essa emissão de moeda pode ser feita assim ” descontroladamente”?
    Quero dizer, essa prática não deveria ser evitada a qualquer custo sob o risco de levar a uma falência do modelo econômico?
    No caso, a construção de estádios por exemplo, não seria um motivo superflúo demais para a prática?
    Obrigada.

  • Izell

    ahh então agora a culpa é da Arena Corinthians…. aham.. tá certo..

  • Luiz Vitor Martinez Cardoso

    Texto impessoal, que explica e forma, não só informa quem lê.

    Parabéns!

  • Ébano

    Simplesmente raso! Análise míope da realidade e que tenta jogar nas costas do Governo Federal a culpa pelo desastre das políticas locais (prefeitura e Estado). Anos 80. Hiper inflação. Eu disse HIPER! Você ia ao mercado de manhã e a tarde o preço já tinha subido. Desabastecimento. Sarney! E troca de ministro da Fazenda em menos tempo que de técnicos em time na zona do rebaixamento. E alguém se mexeu? Não! Portanto, não é a inflação não, mas sim o ABANDONO a que a cidade de São Paulo e o Estado estão submetidos há quase 20 ANOS! A última grande prefeita foi a Erundina, em 1988. Governador bom, sinceramente, nunca vi nenhum passar pelo palácio dos Bandeirantes.

    Talvez nem publiquem meu comentário. Mas esta é a causa real da revolta, e não a “inflação”, que a imprensa torce para que exploda, mas as estatísticas contrariam a expectativa de quem não pode ver o país progredindo.

  • Ébano

    O mais triste é que se as pessoas estão achando este texto a “melhor coisa que já leram”, é porque não lêem nada de mais substancial, e também não sabem nada de Economia, muito menos de Política Pública.

    O problema, repito, está no total abandono dos serviços públicos por parte do Estado, e da leniência da Prefeitura. Vamos parar de procurar pêlo em Ovo e culpar o Governo Federal por toda a mazela dos Estados e Prefeituras, que tem autonomia prevista pela Constituição de 88, mas são extremamente mal administrados.

    Também tenho quase certeza de que este comentário não vai ser publicado.

  • Hoton Ventura

    Vamos ver se o pessoal agora entende. Quem quiser entender um pouco mais de economia recomento o livro Introdução a economia da Editora Cengage.

  • Higor

    Se eu tivesse um país, o nome da moeda dele não seria “dinheiros”! UEHUEHUEHUEHUEHUEHUHU

  • http://www.consorciofiat.net eduardo

    excelente texto.

  • CESAR

    PARA QUEM ESTAVA LEIGO NO ASSUNTO FOI UMA EXPLANAÇÃO PERFEITA, PARABÉNS PELA MATÉRIA

  • http://Edelcy Edelcy Martins

    Era uma vez um país fictício…. com OU sem direito a um final feliz ??
    O povo está acordando ou enxovalhando nosso pais??
    Eis a minha dúvida…
    :(

  • isabela

    Muito bem abordado a questão dos “conflitos de transport público e os efeitos como a inflação. Isso demonstra, não somente a falta de responsabilidade e noção, como também como o nosso país esta longe de conseguir se efetivar como um país democrático e “justo”. Mostrando que, muitas vezes, geralmente sempre, quem mais sofre é a parte mais fraca: os pobres. Na verdade, não deixa de ser um efeito em cascata. Atinge a todos. Mas aqueles centavos pro ônibus é o que vai pendurar no dia-dia dessas pessoas.

  • isabela

    Muito bem abordado a questão dos “conflitos de transporte público” e os efeitos como a inflação. Isso demonstra, não somente a falta de responsabilidade e noção, como também como o nosso país esta longe de conseguir se efetivar como um país democrático e “justo”. Mostrando que, muitas vezes, geralmente sempre, quem mais sofre é a parte mais fraca: os pobres. Na verdade, não deixa de ser um efeito em cascata. Atinge a todos. Mas aqueles centavos pro ônibus é o que vai pendurar no dia-dia dessas pessoas.

  • geraldo

    segue

  • Paolo

    O povo ficou feliz quando o nosso “queridissimo” ex presidente Lula disse que a copa do mundo é nossa e as olimpiadas também, porém, a necessidade de gastar esse absurdo com construção e reforma de estádios em que na minha opnião é algo inútil pois não tem utilidade nenhuma para o povo acarretou tudo isso que esse trecho nos descreveu, agora fica a curiosidade e as olimpiadas cade as obras vai deixar tudo para a ultima hora…. se pensarmos que sim como está sendo a preparação dos verdadeiros heróis que não ganham salários astronomicos e tão tem os equipamentos necessários para treio quer um exemplo o medalhista de ouro que até uns dias atrás não tinha equipamento e só recebeu o mesmo pois havia dito que iria representar outra nação que o valoriza-se.
    A mentira está em nossa cara pois infelizmente a individualidade do ser humano impera muito em nós, um exemplo bacana para exemplificar o que aconteceu ontem ( 13/06/2013) em São Paulo comparando o dia do trabalhador no Brasil X Europa, aqui tem uma festa ridicula onde espertos sobem ao palco falam besteiras e o povo aplude para que o show seja iniciado logo, na Europa não tem show e sim manifestação pelos direitos dos trabalhadores.
    A tão milagrosa bolsa familia, um boato uma brincadeira obteve uma repercução gigantesca e isso em algumas horas pois o boato ocorreu em um Domingo e não apareceu nada em qualquer outro meio de comunicação totalmente confiavél parecia um feriadão em alguns estados e sem contar o quebra quebra nas agencias por pessoas ignorantes e manipuladas mas temos uma base de quantos votos o PT tem nessas regiões.
    Não é o partido que toma decisões e sim pessoas como nós mas sem invergadura moral que está enriquecendo muito com essa maldita massa de manobra quem já foi para a escola e deu valor nas aulas sabem um pouco do que isso significa

  • Marcus

    Muito bom

  • http://super.abril.com.br/blogs/crash/a-gota-que-faltav/ Daniela

    É isso!

  • http://simvintesete.blogspot.com.br/ Julia Reis

    Muito bom!!

  • Mulholland

    Só que o presidente do paísinho não mandou imprimir mais dinheirinhos para pagar os construtores dos estádios. O presidente falou assim, ó: “ei, Sr. Construtor, reforme esse estádio para mim que eu deixo você brincar nele até você recuperar o que investiu na reforma.”

    Só que uma matilha de lobos viu que haviam várias ovelhas meio perdidas, e começaram a falar que o dinheiro que pagou as reformas dos estádios foi tirado do que ia ser investido em sementes de girassol. As ovelhas, que não sabem nada sobre reformas e sementes de girassol, acreditaram nos lobos e passaram a reclamar da reforma dos estádios, já que poderiam ficar sem sementinhas de girassol. E você sabe como ovelhinhas gostam de sementes de girassol.

    Aí um moço que foi escolhido por um príncipe a (meio) dedo resolveu aumentar o cobrar vinte sementinhas de girassol a mais, para levar as ovelhinhas. Os lobos, que não são nada bobos, falaram que isso é culpa dos estádios e, por alguma razão, do Neymar. O moço ficou sem entender porque ele ia usar as sementinhas para melhorar o caminhão e a estradinha por onde passavam as ovelhinhas, que sempre reclamavam do caminhão e da estradinha, mas as ovelhinhas então começaram a quebrar o caminhão e a estradinha.

    Aí muita gente ficou sem entender porque o Carnaval de São Paulo não acabou até hoje e o resto do Brasil riu das ovelhinhas ingênuas e f***-se, cansei de escrever desse jeito. Ovelhinhas acreditam muito fácil em qualquer coisa que ouvem. Daqui a pouco, as mesmas ovelhinhas estarão nos estádios, vendo o Neymar.

  • mário dias

    Ei, você esqueceu do dinheirinho que vai para os bolsos dos corruptos. De onde terá vindo?

  • jamal

    Extamente isso..! uma Pena para nosso Brasil

  • Rafael Souza

    Discordo. Muito simplista achar que o gasto, mesmo que de todas as pessoas envolvidas na construção das arenas para copa, mesmo que fossem somente para comprar vinho, não seria o responsável pela inflação. Tu como economista não deve esquecer que foi o governo com gasto após 1930 nos EUA que salvou a economia, Keynes alertou que o governo deve ser um agente que coloca dinheiro no mercado, caso contrario, o mercado por si só não da conta.

    Impressão de dinheiro gera inflação, mas muitos outros fatores geram inflação também, no qual este texto não passou nem perto. Mas legal ganhar clic em rede social, inflaciona o ego.

    Um forte abraço. Rafael Souza

  • Wisley Aguiar

    É isso que está acontecendo neste país, é será isso que tirará o governo atual de seu trono de poder, se eles não mexerem as cadeiras e pararem com esse bla bla bla bla de coisas boas fictícias.

  • Renata

    Bom texto, mas….é ideia é não idéia! A palavra ideia não tem acento mais.

  • http://super.abril.com.br/blogs/crash/a-gota-que-faltav/ Eduardo

    Poxa, que demais, parabéns Alexandre, suas matérias sempre são perfeitas

  • Guilherme

    Sensacional! Parabéns pela matéria!! Ilustra de maneira acessivel o efeito cascata das manobras políticas que na contra-mão do discurso são INSUSTENTÁVEIS!

  • http://fabriciopublicidades.blogspot.com.br/ fabricio

    “sem violência VENCE QUEM TEM DEUS NO CORAÇÃO”

  • Rafael

    Não é sobre os 0,20 centavos, é sobre a insatisfação geral.
    Multiplicar 0,20 pelo número de viagens é só que é chamado de “realidade”, ou não é dinheiro que sai do seu bolso?
    Acho mais leviano ainda minimizar o movimento a estudantes que querem passe livre. Não sei se isso é ingenuidade ou estupidez.

    E Alexandre, vai faltar seu livro na prateleira. Ele vai acompanhar à procura e inflacionar o preço também?
    Abs!

  • Laís

    BOA!

  • Mayra

    Até salvei o texto e vou imprimir. Para mim, inflação é um assunto muito chato e eu demoro para entender, mas você sempre facilita as coisas, Alexandre. Eu já comentei e vou repetir: sou apaixonada pelo seu livro e pela sua coluna aqui na Super.

  • Dimitrius

    Cara, muito bom. Parabéns.

  • Yassui Fortes

    Muito bom!

  • Erythiago Correia

    R$ 39,90 teu livro….e R$29,90 de frete…ae fica difícil.

  • victor

    e por isso q sou fã dessa revista
    vlw

  • Guilherme Paulo

    Muito bom o texto!

  • Thaís

    Ótima explicação!

  • WILLIAN

    Sou a favor de todo cidadão lutar por seu direito, até já participei de manifestações, mas o que eu não achei legal foi essa manifestação tão em cima da hora. Foi anunciado em 2010 que o Brasil receberia a copa e só agora que foram protestar?! Ás vésperas de um torneio como a copa das confederações? Somos o país do futebol e estamos brigando por causa da copa do mundo, não tem nada a ver isso. Tem que se fazer protesto no x da questão, BRASíLIA! Quando um candidato corrupto é absolvido ou quando somos roubados, ai sim é hora de chutar o pau da barraca, mas brigar por algo que faz parte de nossa história que é futebol, não achei legal. Não quero que me entendam mal, façam manifestações sem violência, porque assim não perdemos nossa razão, e lutem por tudo que há de errado!

  • Bruno Daun

    Demais! Já entendia de inflação, mas a relação entre os próximos eventos mundiais e o aumento da inflação nunca passou pela minha cabeça. Parabéns! Ótimo texto (dá-se para perceber pela quantidade de comentários!)

  • Luciana

    Agora só não entende quem não quer.

  • Paulo Alberto

    Parabéns , texto muito bom , e explica definitivamente como é que é a realidade de nosso país … e quem sofre sempre as consequências são os tem que trabalhar feito condenado para sustentar políticos , que ganham salários altíssimos para não fazer nada que seja útil a nós , trabalhadores .

  • TENHO DEZESSETE ANOS E NÃO SOU RETARDADA U.u

    Sem dúvidas o texto foi maravilhoso, muito didático. Mas sem dúvida a melhor parte foi ler os comentários e encontrar as pessoas explorando seu senso crítico em prol da sociedade. O que me faz pensar aonde escondem-se essas pessoas no dia a dia do Brasil e em como seria maravilhoso se 50% dos brasileiros tirassem uma hora do seu tempo para fazer um debate saudável sobre as questões sociais do nosso pais.

    Parabéns não somente ao autor, mas também aos seus leitores críticos.

  • flavio

    faltou falar o quanto foi desviado. um estadio de 1 bilhao…deve ter custado 600 milhoes ou menos. quanto foi pros bolsos do PT?

  • Fábio

    Poderia aproveitar as figuras de linguagens e casos fictícios para publicar um livro da mesma forma. Com 2 países distintos que começaram iguais desde suas independências. Um governado por um bom político, fazendo as coisas de forma correta e outro totalmente inverso (como o nosso país). E mostrar economicamente, porém com linguagem simples, a diferença entre o sucesso e o fracasso.

  • Fabricio Maia

    Foi uma das coisas mais mentirosas que eu li nos últimos anos. Só perdeu pra explicação dos especuladores americanos em 2008 que culparam os bancos centrais pela crise.

    Pelo amor de Darwin, magrão!

  • Hugo França

    Ótimo texto!!

  • http://diariodeumcamaro.tumblr.com/ @emanoelsimon

    Parabéns pela matéria. Ficou perfeita!

  • http://www.facebook.com/moysespunk?ref=tn_tnmn moyses Passos

    Isso é a plutocracia que se desenvolveu em nossa sociedade assim que descemos das arvorês!!!

  • Carol

    Inflação: o despertador do povo.
    Ótimo texto, parabéns!!!

  • http://www.facebook.com/pauloperesro Paulo Peres Ribeiro de Oliveira

    Parabéns, a melhor explicação e, apresentação de informação até agora! Isso é notícia!

  • Rodolfo

    PARABÉNS CARA, TEXTO SENSACIONAL!!!

  • Gui

    Revolta, diferente de vandalismo

  • Thaise Cristina Graciano Burda

    Texto perfeito, com a melhor explicação possível sobre a inflação. Queria ser você, Alexandre Versignassi, para sentir um baita orgulho de um trabalho bem feito. Quem dera tivessem me apresentado um texto assim nas aulas de história!

  • http://cristianeceresso.com.br Cristiane Ceresso

    Perfeito!

  • Apenas Sofismas

    A historinha é velha e adaptada para o momento. Mas encerra uma série de sofismas e meias-verdades.
    Quer dizer que aumentar a produção, gerar empregos, aumentar renda…desenvolver enfim, é ruim? Não cola…
    E antes, quando havia mais desigualdade, menos empregos, menos crescimento e muito…muito…mais inflação???
    Existe um fato evidente nisso tudo: o país vem passando por mudanças importantes em termos sociais e isso não agrada a uma pequena parcela da população, coincidentemente de uma determinada classe social. Pequena parcela mas que conta com o poder econômico e a grande mídia.
    O resto é reação…

    • Daniel

      Cara, não fale bobagem. Desde quando esse modelo adotado pelo governo (enriquecer as pessoas artificialmente através de crédito) é se desenvolver? A população nunca esteve tão endividada, e agora com inflação sobra “cada vez mais mês no fim do salário”. Esse pessoal que está protestando não é a pequena parcela rica da sociedade, na verdade os ricos são os que menos sentem com a inflação.

  • eder jonas rezende

    voce é muito ruim de visão e comentarios. Muita explicação para uma bobagem de gente miuda, ignorante, massa de manobra. Estão achando bacana a primavera Arabe e os confrontos da Turquia e como não tem objetivos claros seguem um partidozinho qualquer, sem ideologia. R$0,20 na passagem não é gota nenhuma.
    Esse povo que voce diz estar a beira de um colapso é o povo que grita por futebol, gasta com fogos, briga na rua pelas cores de outros, gente fraca.

  • juliana

    Incrível!!!!

    Calou a boca de muita gente que ficou, mas são só 20 centavos!

  • Vinicius

    Alexandre, um ótimo texto, você é bastante didático no que escreve. Porém não posso deixar de colocar um ponto que, embora tenha lido todos os comentários, não achei exato. A culpa no caso é do próprio povo desse país fictício. Seguindo o pensamento do governo (puxar o crescimento pela demanda), o brasileiro não deveria ter aumentado seu preço, porém, aumentado sua produção. Não podemos esquecer que a inflação só ocorre quando o crescimento da demanda ultrapassa o da oferta. Claro, que no seu texto foi citado a produção de vinho (prática que por si, demora para aumentar a produção, a menos que o adulterem), porém pelo mesmo motivo a copa não foi anunciada “ontem”, foi em 2007 (30/07) e em 2009 (02/10) as olimpíadas. Obviamente que o governo precisava reforçar suas estruturas, e começou a dar a entender que iria fazê-lo, através de licitações, (não são os alunos de Friedman e da economia mundial corrente que dizem que o governo não deve intervir? Então, apenas deu a bola e deixou o mercado agir) justamente para o brasileiro se “espertar” e abrir um negócio para ganhar com isso, porém o “brasileiro” não foi atrás, até que de última hora o governo teve que dar jeito, aí foi preciso fazer tudo de uma vez (assim como o pagamento dos anos de sacrifício). Acredito que independente de qual partido tivesse ali iria ter feito o mesmo (menos os militares, que teriam começado a fazer desde cedo, mesmo com o mundo falando que isso era errado, e até ameaçando tirar a copa e olimpíadas do Brasil). Foi uma boa explicação a sua, porém leva a acreditar que os únicos culpados foram os governantes, e não dividir a parcela de culpa com os brasileiros acomodados…

  • Paulo Heidenreich Jr

    Tirar o povo da pobreza é educar o povo, dar dinheiro através de bolsa isso, bolsa aquilo, é dar o maior “tiro no pé” da história do país. A mão de obra desse país nunca esteve tão ruim, falta qualidade em todos os níveis. A iniciativa privada está penando na mão desse governo que cada vez mais suga dos que produzem, beneficiando os que não fazem nada e ficam esperando todo mês para sacar o dinheiro dado em troca dos seus votos..

  • Julio Guimarães

    Simplesmente perfeitas suas colocações,…

  • Francisco Leme Galvão

    No país dos Krahó

    No vale do Tapajós, viviam três tribos: os Waurá, os Xikrin e os Krahó. Em cada uma delas a população ativa estava igualmente dividida em: produtores de alimentos, em produtores de armas e habitações, e em produtores de roupas e utensílios cerâmicos.
    As tribos não tinham contato entre si e, entre os Waurá a troca de mercadorias era feita com conchas pretas, entre os Xikrin com contas azuis e entre os Krahó com caramujos furta-cor.
    Todos estes objetos sendo bastantes raros na região, isto permitia aos caciques dozarem suas distribuição em função da produção evitando assim a inflação.
    Certa vez, o deus Tupã, desejando testar a sabedoria dos pajés das 3 tribos, presenteou-os com uma máquina que fabricava alimentos, prometendo que voltaria dentro de um ano com novos presentes.
    O pajé dos Waurá colocou sua máquina em funcionamento e pediu ao cacique que ordenasse e ensinasse aos que até então produziam alimentos, a fabricar adornos e separasse alguns membros para tentar copiar a máquina de Tupã adaptando-a para produção de armas.
    Também muito sabiamente aumentou o número de conchas pretas em circulação de modo proporcional ao novo nível de produção, de modo que no retorno de Tupã, este os encontrou trabalhando tanto quanto antes, mas 30% mais ricos. Com uma pequena ajuda de Tupã completaram a nova máquina de fazer armas e passaram os fabricantes de armas para a construção de barcos gigantes, e assim:
    Para os Waurá as máquinas significaram riqueza.
    Já o pajé dos Xikrin, colocou sua máquina em funcionamento, mas ao invés de criar novas tarefas pediu ao cacique que redistribuísse as tarefas de modo que metade da população ativa produzisse roupas e utensílios, e a outra metade armas e habitações.

    Tambem determinou que toda a população passasse a trabalhar apenas dois terços do tempo de trabalho anterior.
    Muito sabiamente não aumentou o número de conchas azuis em circulação, e assim Tupã ao retornar os encontrou com o mesmo nível de riqueza, mas muito mais felizes pois o aumento das horas de lazer lhes permitia mais tempo para festas, banhos de rio e folguedos de toda espécie.
    Muito se alegraram com uma nova máquina que Tupã lhes ofereceu pois:
    Para os Xikrin as máquinas representaram maior lazer.
    Já o pajé dos Krahó simplesmente colocou sua máquina de alimentos em funcionamento sem alterar coisa alguma, mesmo porque tinha rixas com o cacique. Como resultado, pouco tempo depois, este foi obrigado a paralisar a máquina face aos violentos protestos dos ex-fabricantes de alimentos que ficaram sem como obter caramujos furta-cor para comprar nem mesmo seu próprio alimento.
    Assim quando Tupã regressou eles lhe imploraram que não lhes dessem novas máquinas pois:
    Para os Krahó as máquinas representaram o desemprego a miséria e a discórdia. Tupã atendeu sorrindo (para ele esta estória de “labor intensive” x “capital intensive“ já era velha conhecida) e aconselhou que guardassem a máquina, meditassem sobre o assunto, e continuassem a viver como sempre. E se foi por mais um ano.
    . . . .
    Foi então que o saci-pererê que acompanhara tudo de longe sugeriu ao pajé dos Krahó que ele poderia colocar a máquina em funcionamento, desde que os produtores de alimentos passassem a fabricar adornos exóticos para vender aos Waurá que eram muito ricos e podiam pagar com alguns barcos gigantes.

    E assim se fez, mas os incansáveis Waurá por sua vês colocaram na troca uma máquina de fazer cerâmicas que o cacique Krahó entregou para seus filhos, que passaram a ter mais caramujos que os demais membros da tribo, sendo que muitos deles continuaram sem emprego.
    Tentando criar mais empregos, obter mais barcos gigantes e saldar suas dívidas com os Waurá, os Krahó cada vez mais se descuidaram de suas trocas internas de mercadorias e da distribuição eqüitativa de caramujos. Em conseqüência tinham que trabalhar sempre mais e enviar quantidades crescentes de seus produtos e de suas máquinas para os Waurá que ficavam cada vês mais ricos, pois não concebiam o lazer.
    . . .
    Enquanto isto os Xikrin, já tendo máquinas para tudo viviam de papo pro ar pois o cacique distribuía iguais quantidades de contas azuis para todos em função dos produtos produzidos pelas máquinas, os quais cada um comprava ou não, conforme lhe apetecesse.
    Mas quando o saci pererê levou até eles a nova máquina de fazer fogo dos Waurá, eles também não resistiram, e derrubando a cerca que separava seu território dos das duas outras tribos, entraram na dança do troca-troca.
    Em pouco tempo a confusão passou a ser completa pois ninguém mais conseguia controlar com quantas contas azuis se pagava uma concha preta, ou um caramujo, etc. e então os tacapes e flechas começaram a funcionar aqui e acolá.
    Quando Tupã retornou novamente, mal podia crer no que via, era luxo, pobreza, desemprego, lutas e rixas por toda parte. Não teve dúvidas. De sua nave espacial, acionando seu canhão a “laser” destruiu aquelas tribos insensatas.
    E tmabem com elas de quebra, liquidou o sací-pererê.

    OBS: Será que o nome correto do saci-pererê não seria: globalização?

    Escrevi esta “fábula” em 1985…..

    eng. Francisco Leme Galvão

  • Vinícius Lemos

    Putz, parabéns! Ótimo texto!

  • Pingback: Não é sobre 20 centavos, estúpido | Vozes manifestantes()

  • Daniel Diniz

    Ótimo !

  • Pingback: O grande protesto nacional não é sobre passagens de ônibus » Implicante()

  • Cristian Fernandes

    O melhor texto que li esse ano, sem mais.

    Analogia perfeita.

  • http://anotherwarehouse.wordpress.com/ July Tenshi

    qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência

  • Gustavo

    Que os 0,20 foram a gota d’água, ninguém discorda… Mas o problema é que eles estão sendo acompanhados de muito oportunismo e agenda oculta… É o governo federal tirando a culpa da sua gestão inadequada e colocando a culpa em outro lugar…. Enquanto o barco afunda, o “movimento” coloca a culpa na água da chuva e não nos buracos do barco…

  • Cleide Bertolino

    Alexandre, a parte positiva que vejo dessa dessa semana de baderna é ter conhecido você. Parabéns pelo texto, claro, conciso e objetivo. Sim, comprarei seu livro para aprender mais a respeito. Não menos brilhante a colocação do Kiko e do Adriano, também esclarecedora. Li cada comentário. Alguns querem ganhar 15 segundos de fama em cima do seu texto, comentários de “sabidos e entendidos no assunto”. Por curiosidade, Ebano, se vc sabe tão mais, por que nao poe nome e sobrenome? É preciso ser muito bom para, deixar de lado o ego e escrever com simplicidade como feito pelo Alexandre. Sim, sou leiga nesse assunto e pude compreender mais a respeito. De qual quer forma, deixo meu pensamento contrário ao último parágrafo, com todo respeito. O movimento é político, tem nome e sobrenome kkkk. Infelizmente, o povo dos andares de baixo até sofrem as consequências mas quem paga a conta é quem está na base, sustentando as bolsas misérias ofertadas pelo governo e a classe alta que está acima do problema= A classe média baixa que tem o descongto de Imposto de Renda na Fonte. Abraços.

  • Henrique Paulo Dalmagro

    Muito bem colocado… mas no meu ponto de vista, as pessoas em geral só tomam uma atitude quando pega no bolso dela!!! Tudo o que o governo ta fazendo de errado e quantas famílias saem pra rua apoiar as manifestações??? Se temos direito a greve e tal, porque onde pessoas dizem viver em sociedade não atuam como tal???? Com respeito, educação, seguindo regras… esperamos sempre mais do outro, do próximo do que exigimos de nós mesmo! Fala de quem bota a cara a bate é fácil!!! Pimenta no cú dos outros é refresco!!! Mas é aquilo, com meus longos 25 anos aprendi a coisa mais certa, aqui se faz aqui se paga, se estamos nessa decadência de moralidade é porque deixamos chegar nesse ponto!!! Enquanto não aprendermos a fala sobre religião, politica, sexualidade e chegar num mesmo consenso, não vai mudar nunca!!!

  • Amanda

    Perfeito ! Ja comecei a ler seu livro Crash que é ótimo para quem quer entender mais sobre o assunto. E gostei muito do seu jeito de explicar a economia.

  • Pingback: Blog do Borelli » A gota que faltava()

  • Pingback: A gota que faltava | Blog do Borelli()

  • Caleb

    Essa “impressão de dinheiro” só serve para beneficiar os governantes e empresários, que lucram com estas magníficas empreitadas
    Você esqueceu de citar que a renda não aumentou em nada para o trabalhador.

    A mão invisível que regula o mercado sempre pende para os “barões, sultões”…

  • Claudia Daenekas

    Absolutamente perfeito. Até hoje nunca explicaram pq a condução tem que aumentar todo o ano. Ela aumenta e o salário do trabalhador real fica na mesma. O desconto de 6% da condução no salário é cada ano maior e o trabalhador não evolui em nada. Assim realmente fica difícil.

  • SAMIR N. SAWAN

    ME CONSIDERO IGNORANTE NA AREA ECONOMICA, NO ENTANTO JA VIAJEI POR ALGUNS DOS MELHORES PAISES DO MUNDO E HUMILDEMENTE SUGIRO E SONHO DE ELIMINAR O FATOR CAUSADOR DE NOSSOS PROBLEMAS ECONOMICOS – FORCA AOS POLITICOS E TETO SALARIAL DE SERVIDOR PUBLICO DE NO MAXIMO 10 MIL REAIS !!! APOSENTADORIA TETO MAIXOMO DE 5 MIL REAIS A TODOS BRASILEIROS !! PRONTO ….RESOLVIDO !!

  • Fábio

    Parece que algumas pessoas não interpretaram direito o texto. O país é fictício, inclusive tem um rei e estão levando para o lado pessoal. A carapuça serviu? Serviu…

  • Thiago Porto

    Essa reportagem é muito boa, só há que se tomar dois cuidados em sua Leitura.
    1º- Achar que os causadores do efeito “impressão de moeda” fomos nós. Não fomos. Esse ainda é um reflexo da Crise de 2008, eu me estenderia demais para explica-lo.
    2º- Considerar a culpa do inicial do problema o enriquecimento dos pobres e a distribuição de renda e com isso agravar conflitos de classe.

  • Renan Moura

    Parabéns pela matéria!

  • Morivaldo P Carneiro

    ‘Governo’ e ‘Estado’ são ideias maravilhosas de ‘condomínio’ que dificilmente dão certo devido à mania de grandeza, à ganância e à tentação que envolvem os indivíduos que cuidam (cuidam?) e fazem uso do dinheiro arrecadado: o famigerado ‘erário público’. Deveriam ser entidades economicamente minimalistas, enxutas, economicamente sóbrias, austeras com custos, gastos e despesas. Os cargos deveriam ser ocupados por voluntários ávidos pela oportunidade de servir a nação, sem remuneração ou sendo recompensados apenas pelos dividendos profissionais que o cargo lhe proporcionaria ou, no máximo, por uma ajuda de custo mínima, eticamente definida. Tanto dinheiro ‘anônimo’, bem ali, nos cofres públicos, entrando, saindo, brotando, fluindo e se acumulando, ininterruptamente, ao sabor das deliberações tributárias, e ao alcance de algumas ‘canetadas’ decisórias daqueles seres humanos que foram escolhidos e ‘empoderados’ para geri-la; um volume de dinheiro com o qual, individualmente, quase nenhum deles entrou em contato antes do seu mandato ou tornará a ver novamente em toda a sua vida, um volume monetário cujo alcance de poder aquisitivo pouquíssimas pessoas conseguem, sequer, vislumbra de forma clara e real, é algo tentador demais para qualquer indivíduo bem intencionado. Imagine, então, quanto aos que não o são!

  • Hercílio

    Quem quer ser Presidente desse país?

  • Eric Marçal

    Simplesmente demanda e procura… Ja no japão acontece hoje o efeito contrario defração, eles la tem o efeito contrario desemprego, pois a população esta guardando o dinheiro pra comprar por menor preço ja que a tendencia é de o preço cair, com isso a moeda não gira, estoque acumula e não gera emprego, ou seja crise economica…

  • danilo

    perfeito

  • https://twitter.com/diego_vilela Diego Vilela

    Todos devemos nos posicionar em relação aos protestos recentes. Há muito tempo não se vê uma união tão grande. Também há muito tempo não fica tão evidente a repressão feita pelo governo através da polícia. O momento é perfeito para iniciarmos uma mudança real.

    Este texto é excelente. Quem ainda “escolheu um lado” vai ficar muito bem suprido de informação para se decidir. Não tem como ficar neutro. Por favor, não fiquemos indiferentes.

  • Daniel

    Ótimo, simplesmente ótimo. Está de parabéns.

    Avante povo brasileiros, os protestos vão continuar e cada vez mais forte. Vamos as ruas!

  • Carlos Martins

    Excelente texto e análise! Governo do PT acabando com o Brasil há 10 anos! E não vamos esquecer que existem comentários de “leitores” que defendem esse governo lixo e que nada mais são que militantes pagos por esse mesmo partido para simular uma opinião pública favorável ao governo…

  • Bianca Santana

    Simplismente bárbaro!!! A forma como caracteriza o que acontece atualmente é brilhante, simples, direto e revoltante!!!

  • Jean

    Esse país foi colonizado primariamente com a escória da população de Portugal, eles mandaram para cá os presidiários (falecidos coronéis), o pior do pior… como poderia esse país ser digno? A corrupção está enraizada no DNA Brasileiro desde a base até o topo e os que estão no topo são os descendentes dos colonizadores primários.
    A inflação não afeta só o Brasil, afeta qualquer país que adota o sistema capitalista. O capitalismo é o sistema do capet.. Tudo é o maldito dinheiro, brigamos pelo dinheiro, vivemos pelo dinheiro, trabalhamos pelo dinheiro, passamos fome sem dinheiro, morremos sem dinheiro e com dinheiro, outros matam pelo dinheiro, o dinheiro não muda nada, todo mundo morre no final. Se isso é triste ou não, eu não sei, é a realidade. As pessoas deviam parar de pensar no dinheiro e simplesmente viver, viver livre, pois atualmente somos todos escravos do sistema e trabalhamos aproximadamente 5 meses por ano só para pagar impostos. Parece que a escravidão não acabou no séc. 19 ela dura até hoje, trabalhamos para colocar dinheiro em um saco sem fundo chamado Brasília, e os benefícios desse trabalho parece mínimo em qualquer área administrada pelo governo… Se acharem que está na hora de mudar isso, e que amanhã pode ser muito tarde, pode contar comigo.

    MONEY (MUCH OR NOTHING ENDS YOU)!!!!
    DINHEIRO (MUITO OU NADA FINALIZA VOCÊ)!!!
    Muito é Inflação, pouco é bater as botas. De qualquer maneira o pobre passa fome e é escravizado em ambas as situações…

  • Ianny Victória Guimarães Siqueira.

    Não se trata de um lugar fictício, infelizmente isso também é a nossa realidade. O texto está simplesmente perfeito!

  • http://paolyka@hotmail.com paola borges

    O brasileiros estão cansados de ser pisados por este sistema de governo, cansados de não poderem sair na rua com segurança, sem saber se vão voltar, ou se algo acontecer se irão ser bem atendidos em hospitais públicos. Medo de deixar seus filhos com professores pedófilos, medo de serem mortos por 5 reais. Desarmam a população mas os bandidos continuam fortemente armados, e o direitos humanos que não aparece quando a vitima é um pai de família. Estão cansados de ver seus impostos indo para campos de futebol, sendo que faltam escolas, hospitais. Vendo ser construídas prisões, pois se a educação funcionasse, não precisariam tantas cadeias. Trabalhadores que dão duro o mês inteiro para ganhar um salario minimo, enquanto tem gente que vive só com benefícios políticos(bolsa família-auxilio reclusão…).
    Essa manifestação em São Paulo foi só uma amostra do que estar por vir.
    Tudo tem limites e uma hora não será mais possível viver assim e muitas coisas terão que mudar, como aconteceu na ditadura militar.
    O Brasil esta abrindo os olhos!!!!

  • Milene

    contra ditaduras disfarçadas ou não a situação econômica de um país é um alento!

  • Filipo

    História igual a do livro “crash – uma breve história da economia” por sinal livro recomendadíssimo.

    • Alexandre Versignassi

      Oi, Filipo. Usei a mesma história, substituindo os aquedutos pelos estádios, pq me pareceu a forma mais clara de explicar os deslizes da política monetária. Mas foi bom, pq, como no livro, deu pra seguir com a brincadeira do vinho nos exemplos reais.

  • Pingback: Os 20 centavos mais valiosos dos últimos tempos - Por Emerson Alecrim()

  • Pingback: A gota que faltava | PapodeHomem()

  • Amanda

    Gente, vocês já conheceram o grupo no facebook que está pensando um atitude pacífica para a população prestar apoio aos manifestantes?
    Olhem a descrição: Galera: tenho notado que muita gente (que se posiciona a favor da manifestação) simplesmente tem medo de sair às ruas. Precisávamos de um símbolo para que todas elas também pudessem mostrar seu apoio. Panos nas janelas? Lençóis pendurados nos prédios poderiam demonstrar ao governo o tamanho desse movimento. Bora cobrir a cidade com panos brancos???

    página do grupo:
    https://www.facebook.com/events/281102965366442/?fref=ts

    Vem pra janela vocês também!

  • Octavio Marcel

    Eu pensei que mídia fosse tudo igual e que todas iam tentar manipular os lesados a acharem que os manifestantes eram vândalos, mas a abril me impressionou com um texto lindo desse, conseguiu desenhar em palavras tudo que acontece. Parabéns ao autor e a pessoa que liberou o texto para ser publicado.

  • Aicha Yasmin Haddad

    Perfeito. É simplesmente revoltante o que acontece nos nosso país!! Mas penso que quando o povo se der conta da força que possui, o sistema mudará.

  • http://gog.dihitt.com.br Luiz Carlos Bincovski

    A máfia é um câncer, qual seia a Cura?
    O dito país ficticio, se “real” fosse, precisaria de um Levante Popular, se isso ocorre em uma nação “Civilizada” como no” Brasil”, imagine?
    Ainda bem que os militares de hoje evoluiram, pena que os ditos “revolucionários” não, ou estão corrompidos ou mortos, acredito que morreram e restaram apenas traidores e farsantes, motivo pelo qual novos rebeldes se formam!
    A revolução do país “ficticio” vai ocorrer, quando?????
    Devemos escolher o lado??????
    Eu estou do lado de Democracia!
    Estamos apostos!

    • Alexandre Versignassi

      Dois

  • Douglas Dhein

    Simplesmente perfeito muita gente deveria ler isso………

  • Leonardo

    A impressão de Dinheiro só serve para beneficiar o GOVERNO! É o Governo através do Banco Central que pode realizar essa emissão. O movimento consiste em o BC emitir moeda e comprar títulos da divida publica que estão com bancos privados…. Ele não pode simplesmente sair emitindo papel mesmo que hoje em dia não haja nenhum tipo de lastro para o dinheiro. Todo dinheiro emitido é para financiar todas suas políticas em busca de mais e mais votos.

    O empresario apenas repassa esse aumento de inflação uma vez que ele tem esse poder de remarcar seus próprios preços, assim como o consumidor tem o poder de consumir o que lhe for mais conveniente na maioria dos casos…

    Outra coisa que contribui para inflação são o aumento de salário dos trabalhadores, uma vez que agrega mais valor em circulação… Mas já que a inflação é criada pelo governo, agora também é responsabilidade dele repassar dinheiro a quem ele fez perder poder de compra e isso ocorre através dos dissídios… fazendo que o ciclo da inflação seja infinito, mas podendo ser controlado!

  • http://bruno.pellegrini.rj@gmail.com Bruno Pellegrini de Souza

    Eu acho que os economistas deviam ser todos mandados para o fundo do mar…esses porras não servem pra nada…não explicam nada…não RESOLVEM nada…se todos eles sumissem do dia para noite, que falta fariam para a sociedade? acho que só fariam falta para eles mesmos, esses teóricos de merda!!!

    • Daniel Loureiro

      se isto ocorresse, os mesmos mecanismos econômicos atuais continuariam existindo, porém alguns mais espertos perceberiam de forma empírica que poderiam tirar vantagem sobre outros que acreditassem que economia é bobagem. Assim como a gravidade não deixaria de existir se afogassem todos os físicos, os mecanismos econômicos não deixariam de existir se afogassem todos os economistas. E assim como o domínio sobre a gravidade nos faz ter controle sobre ela e nos permite utilizá-la para alcançar objetivos, o domínio sobre a economia nos dá o mesmo poder. Ignorar um mecanismo não faz com que ele desapareça.

  • Rui SAntos

    É pena ver que o Brasil está a ir pelo mesmo caminho que Portugal, como português tenho vergonha do meu governo e do retrocesso económico e tecnológico que o país está a ter só para encher a carteira a alguns… e nada poderemos fazer de pacifico para sermos ouvidos, só ouvem o povo com violência.
    Portugal quando foi o Euro 2004 foi exactamente a mesma porra, Classe politica instaurada no Brasil, em Portugal ou qualquer parte do mundo é sempre a mesma nojeira. Como irmãos deveríamos resolver estes dilemas pois temos muito em comum… inclusive uma classe politica mesquinha, nojenta e todo o povo é escravo deles.

  • Daniel Loureiro

    este Alexandre Versignassi é muito bom. Comprei o livro Crash e devorei em um dia. Tem uma escrita agradável aliado com um excelente conhecimento sobre economia monetária. Me lembra um professor de economia que tive na faculdade que conseguia transformar o assunto, bastante denso e complicado, pois mistura matemática com psicologia social, de uma forma que parece estar contanto um filme. Parabéns, virei fã.

  • Rodrigo

    Genial, o Brasil precisa dessa explicação, analogia perfeita.

  • Sandro

    Perfeita explanação. Por isso que definitivamente foi péssimo para o Brasil sediar a copa. Não tínhamos estrutura, condições estruturais e muito menos necessidade desse evento por aqui.

  • Luiz G P Mendes de Moraes

    A explicação é bem mais simples. O jornalista descreveu como funciona o processo inflacionário, e ficou na conclusão que os protestos são por centavos. Centavos, como ele diz, foi a gota d’água. A realidade é que isso vem ocorrendo há quase 20 anos. De 94 a 2013, a inflação corroeu 332% do nosso poder de compra, enquanto os empresários de ônibus ficaram mais ricos, ao aumentar as passagens em 742%, no mesmo período. Esses empresários bancam campanhas eleitorais e propinas aos políticos do governo, então Capital e Governo estão juntos nessa, como irmãos. Isso explica a violência da repressão contra ESSES protestos, enquanto não existe a mesma violência na repressão a bloqueios de rodovias por ruralistas.

  • Daniel Mota

    Cara,a verdade é que a inflação é baixíssima e as relações econômicas estão muito bem.
    Mas eu só acho que a midia opositora Brasileira deveria mostrar os dois lados desta bagaça!

  • RAUL OLIVEIRA

    Junte toda torcidas do BRASIL e faz uma manifestação violenta , vcs irão ver não vai dar em NADA .não mudara NADA , e um concelho, é daí para PIOR ! -se manifestação resolvesse israel seria o PAIS mais BELO do MUNDO vcs não acham ?

  • Juan Pablo

    Nada melhor do que informação para dar uma luz a nossas escolhas. Até poucos dias atrás estava em cima do muro com relação as manifestações que vêm acontecendo em várias cidades do país e até questionava a legalidade desses movimentos. Hoje, depois de ler a matéria, vejo como é importante unir-se e lutar pelas causas, no sentido de buscar uma sociedade mais justa.

  • Adriano AFM

    Está mais do que na hora de uma revolução, e esta não apenas política, e sim de carater. Precisamos mudar o carater, precisamo urgente de revolucionistas iguais do casa Kennedy….. Onde está você??

  • Alexandre

    Pais de um povo individualista cada um só pensa em seu umbigo.

  • Pingback: O QUE É ISSO ? » Blog Archive » A gota que faltava()

  • http://umbandasagradaaberta.blogspot.com Nivaldo Nicoliche

    R$ 0,20 não representam muita coisa para os motoristas em seus carros individuais que fazem girar a sanha das indústrias automotivas multinacionais na renovação de seus novos rôbos que justificam a importação com dinheiro do BNDES (o país perde duas vezes, não adquire o ‘know-how’ e é lesado de forma ‘legal’) entre outras ‘isenções’ fiscais de prefeituras de cidades com sindicatos pelegos ou com funcionários importados de cidades vizinhas… “em Mogi das Cruzes, têm GM…rsrsrs…) o tema é recorrente desde Kubitschek vítima de sua própria obra (morreu em acidente de carro)… enquanto isto a malha ferroviária brasileira entre os BRIC’s (Brasil, Rússia,Índia e China) é pífia, e não temos Montes Urais, Himalaia e nem uma montanha intransponível exceto o Mamute Branco de nossos empresários, políticos e por que não dizer da própria ‘revolta’ que enxerga o cisco no olho dos outros, porém não vê a verdadeira sombra desta hedonista sociedade de consumo exacerbado… mesmo eu assumo a culpa de colaborar com esta aceleração na inclusão digital, minha neta de 5 anos passa mais de 5 horas por dia, diante de um micro, celulares de última geração para as filhas, videogames, televisores, quase sempre tudo no plural… diversidade de canais? monotonia de programação? pode-se gravar 48 horas, mas se para trabalhar gastamos mais de 12 horas e deveríamos dormir 8?… 4 horas se muitos para todo resto… e ainda tem o Facebook… onde iremos? Não sei… mas acredito no ‘teletransporte’.

  • Alex

    Proletariado x Burguesia esse é o nosso contexto. Vamos lutar pelos nossos direitos, pelo nosso povo, por mais democracia. De um grito de liberdade e diga não a corrupção.
    Só pensar não é suficiente, seja um cidadão mais participativo. “‘Liberdade de expressão”.

  • DALMO MOTTA

    Muito bom, mas vocês estõ esquecendo de um problema gravíssimo que os políticos estão deixando de lado , A VIOLENCIA, A MAIORIDADE PENAL……Eles não querem diminuir, pois na minha opinião 12 anos seria de bom tamanho. Estou totalmente de acordo com os protestos, estou apoiando em tudo, mas não podemos esquecer de protestar também esse fator importantíssimo,,,NÃO QUEREMOS COPA, QUEREMOS DIMINUIÇAO DA MAIORIDADE PENAL….E por favor, PROTESTOS PACÍFICOS PRA DEIXAR ESSES POLÍTICOS ALUCINADOS,,,O POVO TEM O PODER, NÓS TEMOS O PODER………….ABRAÇOS A TODOS …..

  • Marco Aurelio

    Parabéns, muito bem explicado!

  • Luiz

    Solução:

    Em vez de imprimir $600 milhões, vamos matar 60 milhões de trabalhadores e suas família, que não irão consumir o “tal” vinho, nem feijão, nem arroz, nem geladeira e nem carros que irão atrapalhar o trânsito. Assim diminuindo o número de consumidores, a inflação com certeza diminuirá.
    Diminuindo o consumo do “tal” vinho, os fabricantes de garrafas não irão aumentar a produção, portanto não criarão novos empregos de vidreiros nem de gerentes de vendas, nem de engenheiros de produção. E com a dizimação dos 60 milhões de trabalhadores, não será necessário construir novas escolas para seus filhos, etc. O que significa menos funcionários das escolas e menos professores. E assim por diante.

  • Felipe M

    UM DOS MELHORES TEXTOS DA SUPER! MUITO BOM! VERDADE NUA E CRUA DA REALIDADE NO BRASIL!!!

  • http://lindonor_lima@hotmail.com Lindonor.

    Adorei a forma como explicou…muito bom e simples!

  • Dennis Churquina Corro

    Daqui a algum tempo diremos: “Foram 20/30 Centavos Que Mudaram o Mundo… (Pelo Menos o Brasil)”
    Viva as Pessoas Que Acordaram Para a Realidade! E Que Continuemos Assim!!!

  • Lucas S.

    PER-FEITO!

  • http://jgmcruz@hotmail.com João

    So uma pequena observação, todos tem direito a aplicações com maior rentabilidade, a educação financeira das pessoas que não permite que saibam disso… Se voce procurar bem, existem fundos com aporte inicial baixo, possibilitando que todos entrem.

    • Alexandre Versignassi

      As taxas de administração baixaram bem. Mas é difícil encontrar um fundo com taxa abaixo de 2% e que aceite menos de R$ 20 mil iniciais.

  • http://beltrami9@hotmail.com Adolfo Beltrami

    Para se ler, meditar e se lembrar na hora de votar.
    eu já tenho uma planilha, com nomes e cargos de politicos,
    que estão fazendo sujeira, para consultar na época das eleições.
    todos os que puderem, devem fazer o mesmo.

  • Camila

    Um dos melhores textos q eu li até agora sobre o momento que estamos passando no nosso país. Uma explicação simples de economia, PIB e Inflação e como essas palavras q muitos nem sabem o q significa (eu só vim aprender de verdade na pós graduação), faz com q a desigualdade do nosso país aumente. Para os q estão na ponta da pirâmide – mais educação, mais acesso a cultura, mais, mais, mais. Aos da base da pirâmide menos , menos, menos tudo isso tmb. Se as manifestações dos últimos dias estão certas ou não, não quero entrar nesta discussão, o q importa é q elas trouxeram para o debate questões sociais q nem chegavam aos q estavam fora do meio acadêmico ou político. Eu posso dizer q sou uma beneficiada pelo momento que o Brasil vive, tive acesso a Universidade por incentivo do governo (pró-uni) hoje trabalho em uma empresa diretamente ligada aos eventos internacionais que teremos, eu vivo coisas q meus pais um dia acreditaram q só os ricos podiam fazer, mas tudo isso não minimiza minha preocupação com pessoas tão próximas de mim q ainda se contentam em pegar ônibus sem o mínimo de qualidade, em frequentar a escola e não ter ambição em adquirir mais conhecimento, mais cultura. Ser alienado tem lá suas vantagens, mas eu quero um país menos desigual para os meus filhos, com qualidade na educação, eu não quero q ele deixe de acreditar q juntas as pessoas podem conquistar grandes coisas. Eu quero poder contar p ele q um dia o governo q nós mesmos elegemos quis nos fazer de otário, mas a população não abaixou a cabeça. Que ele como indivíduo, deve lutar para melhorar sua vida, mas q também precisa se preocupar com aqueles q por algum motivo não tiveram os mesmos acessos !!! Ahhh os R$0,20 esses são a gota do balde, concordo com texto!

  • Pingback: Não é só por 20 centavos!!! | Manias de Mulher()

  • Neto

    Somado ao fator inflação está a PÉSSIMA qualidade da imprensa mentirosa e cheia de falácias, imprensa que até quinta-feira chamava os manifestantes de vagabundos e vândalos, imprensa que insiste em tirar o enfoque dos protestos espalhados pelo país pra falar do futebol e Copa. Imprensa essa, aliás, da qual a Super faz parte.

    Só que isso, é claro, não foi citado na matéria.

  • Jorge Camera

    Onde é que você e essa massa de manobra arruaceira sem cérebro estavam quando a inflação estava em 12% ao mês no Governo FHgagá que nem estádios de futebol teve capacidade para construir? Dá para responder?

  • Pingback: 10 motivos para que você também se manifeste | Os Entendidos – Você também pode ser!()

  • Romulo

    Esses quase 40% de aumento na quantidade de moeda circulante não explicam a inflação dos últimos meses e tornam o texto sensacionalista. Eis aqui um gráfico com a evolução da quantidade de dinheiro desde o início do Plano Real (as informações são do Banco Central: http://www4.bcb.gov.br/adm/mecir/principal.asp):

    http://imageshack.us/a/img842/8732/33ju.png

    O gráfico está em escala logarítmica para não parecer incorretamente que o total está acelerando, ou seja, se todos os anos tivéssemos exatamente X% de aumento o resultado seria uma reta perfeita. A linha de tendência mostra que o ritmo de crescimento era ligeiramente maior até o início de 2003, e caiu justamente nos últimos anos.

  • http://umhomemdenegocios.blogspot.com/ Diego Rafael Fonseca Carneiro

    Só para fins de esclarecimento: A base monetária M0 variou 37,8% entre abril de 2010 e abril de 2013, mas esse indicador sozinho não me diz muita coisa, o mais correto é observar a variação relativa ao PIB, pois se a capacidade de oferta crescer, ainda estaremos na fase “virtuosa” mesmo com expansão monetária, nesse período a variação foi de 0,09%, com 4,62% PIB, o que de forma alguma representa algo abrupto pois se encontra dentro do desvio padrão da amostra, sendo talvez nada mais do que um choque aleatório. O problema de inflação brasileira não está na expansão monetária, e sim nas políticas de estímulo ao consumo e aumento do crédito que pressionaram o lado da oferta, políticas de valorização do salário mínimo e infraestrutura precária. Isso aliado a manipulação cambial e a uma política fiscal expansionista provocaram esse recente surto inflacionário.

  • Juliano

    Leiam este texto referente a uma situação ocorrida em 1879. notam alguma diferença?

    http://www.revistadehistoria.com.br/secao/capa/a-guerra-do-vintem

  • Letícia

    Ótimo texto!
    O exemplo foi claro e sem enrolações.
    Adorei!

  • Humberto Bonato

    Simplesmente perfeito. Além de tudo isso que foi descrito. Estamos todos cheios de dívidas com: financiamentos de imóveis, carros, reformas, cartões de créditos, viagens, etc…
    Esta situação ainda está meio que “controlada”, porque o nível de emprego, consegue segurar a barra destes endividamentos, mas também há um limite. Vamos ver até quando?

  • Pingback: Contra e a favor da Copa()

  • http://www.facebook.com/Francas29 IGOR FRANÇA

    Até quando nós vamos deixar o governo e a mídia nos manipular? Até quando vamos deixar o governo nos chamar de babacas e nos roubar na cara dura? Enquanto nós ficarmos parados nós vamos ver nossos impostos indo para o bolso dos políticos – Essa forja de ladrões e pilantras – Brasil esta na hora de acorda, esta na hora de dar um basta a essa hipocrisia, neste comodismo. Cada Deputado custa no minimo 3 MILHÕES de reais ao ano, enquanto um professor tem salario BRUTO de $1.567 ao mês. O governo não investe em educação porque eles querem toda essa sociedade desta forma, alienada e ignorante. Pois se fossemos um pouco mais inteligente todos nós estaríamos nas ruas lutando pelo que é nosso por direito, até quando vamos nos contentar com essa educação e saúde de merda?!

    Esse governo corrupto gastou cerca de 100 BILHÕES de reais na construção de estádios para sediar um evento de merda, um evento que irá durar 30 dias. 100 BILHÕES que poderia estar sendo investido em saúde e educação, 100 BILHÕES que iria ajudar comunidades e pessoas carentes. Se você leu até aqui é sinal que você também esta querendo lutar por um Brasil melhor, então comecemos indo contra esse governo onde só se tem roubo, onde gastam nosso dinheiro com coisas fúteis ao invés que investi-lo no que o Brasil precisa de fato ( Educação, Saúde, etc.).

    #ACORDABRASIL

  • Marcia Rocha

    Tudo isso é muito bom. Pessoas lendo, escrevendo, dando opinião, procurando informar-se, discutindo, discordando, achando erros, apontando soluções, protestando. Sinto-me feliz por presenciar esse (finalmente!) despertar de nossos cidadãos. Em frente, irmãos! é assim mesmo que se faz democracia de verdade, é lutando pacificamente. Usemos nossas ideias, palavras, atitudes e ações para mudar essa podridão que nos consome. Parabéns aos que não têm medo de “pagar mico”, de corajosamente agir. Eu estou com vocês e entre vocês. Sem violência.

  • Rubens de Camargo Vianna Filho

    Até Quando?

    Já dizia o Gabriel O Pensador
    Compositor: Gabriel O Pensador/tiago Mocotó/itaal Shur

    Não adianta olhar pro céu, com muita fé e pouca luta
    Levanta aí que você tem muito protesto pra fazer e muita greve, você pode, você deve, pode crer
    Não adianta olhar pro chão, virar a cara pra não ver
    Se liga aí que te botaram numa cruz e só porque Jesus sofreu não quer dizer que você tenha que sofrer
    Até quando você vai ficar usando rédea?
    Rindo da própria tragédia?
    Até quando você vai ficar usando rédea? (Pobre, rico, ou classe média).
    Até quando você vai levar cascudo mudo?
    Muda, muda essa postura
    Até quando você vai ficando mudo?
    Muda que o medo é um modo de fazer censura.

    Até quando você vai levando?
    (Porrada! Porrada!)
    Até quando vai ficar sem fazer nada?
    Até quando você vai levando?
    (Porrada! Porrada!)
    Até quando vai ser saco de pancada?

    Você tenta ser feliz, não vê que é deprimente, seu filho sem escola, seu velho tá sem dente
    Cê tenta ser contente e não vê que é revoltante, você tá sem emprego e a sua filha tá gestante
    Você se faz de surdo, não vê que é absurdo, você que é inocente foi preso em flagrante!
    É tudo flagrante! É tudo flagrante!

    Refrão

    A polícia matou o estudante, falou que era bandido, chamou de traficante.
    A justiça prendeu o pé-rapado, soltou o deputado… e absolveu os PMs de vigário!

    Refrão

    A polícia só existe pra manter você na lei, lei do silêncio, lei do mais fraco: ou aceita ser um saco de pancada ou vai pro saco.
    A programação existe pra manter você na frente, na frente da TV, que é pra te entreter, que é pra você não ver que o programado é você.
    Acordo, não tenho trabalho, procuro trabalho, quero trabalhar.
    O cara me pede o diploma, não tenho diploma, não pude estudar.
    E querem que eu seja educado, que eu ande arrumado, que eu saiba falar
    Aquilo que o mundo me pede não é o que o mundo me dá.
    Consigo um emprego, começa o emprego, me mato de tanto ralar.
    Acordo bem cedo, não tenho sossego nem tempo pra raciocinar.
    Não peço arrego, mas onde que eu chego se eu fico no mesmo lugar?
    Brinquedo que o filho me pede, não tenho dinheiro pra dar.
    Escola, esmola!
    Favela, cadeia!
    Sem terra, enterra!
    Sem renda, se renda!
    Não! Não!!

    Refrão

    Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente.
    A gente muda o mundo na mudança da mente.
    E quando a mente muda a gente anda pra frente.
    E quando a gente manda ninguém manda na gente.
    Na mudança de atitude não há mal que não se mude nem doença sem cura.
    Na mudança de postura a gente fica mais seguro, na mudança do presente a gente molda o futuro!
    Até quando você vai ficar levando porrada, até quando vai ficar sem fazer nada?
    Até quando você vai ficar de saco de pancada?
    Até quando você vai levando?

  • fernando

    Como eu ja disse protestar do jeito certo na bosta desse país não dar em nada. Então foda-se vcs certinhos que acham q protestar sem quebrar nada é a melhor maneira. Pode até ser, porem em Países onde existe DEMOCRACIA verdadeira. Aqui nao se passa de DITADURA DISFARÇADA. ENTAO A UNICA FORMA DE FAZER ESSA PORRA MUDAR, A UNICA FORMA DE FAZER OS VERDADEIROS VANDALISTAS QUE REALMENTE DESTRÓI O PAIO PAÍS É DESSE JEITO QUE ESTÃO FAZENDO.

  • Thiago Moraes Pinto

    MELHOR texto sobre o assunto.

  • lucas

    O negócio é vender vinho!

    • Alexandre Versignassi

      Ou comprar, rs

  • Naiara Ruane

    Um dos melhores textos que li aqui!!

  • http://alessandragaruzzi.blogspot.com.br/ Alessandra Garuzzi

    Magnífico!

  • jr

    Somos os verdadeiros culpados disso tudo. ninguém nunca parou para refletir que somos os verdadeiros causadores desse problema todo. Precisamos saber votar e não trocar voto, como sempre falam: voto é coisa séria, mas nós brasileiros não levamos a sério.
    trocamos voto por algo que irá nos beneficiar, ou votamos para ajudar alguém, que as vezes não tem capacidade alguma de assumir um cargo no poder, mas o que fazemos? votamos! quem hj além de outros está mamando sem fazer nada? TIRIRICA! Ou seja, levamos tudo na brincadeira! ai depois ficamos reclamando da corrupção, desemprego…
    Agora?! agora é tarde, já foi. serão mais quatro anos de nada, sem mudar nada, pq os políticos safados, que elegemos estão lá se divertindo e não fazendo nada e comendo dinheiro público.
    Então pessoal, vamos desde já levar as coisas a sério e não esta trocando mais voto, por quem quer que seja, pois a tendência é ficar cada vez pior. pq os brasileiros não estão buscando educação e isso é o prato cheio para os políticos.

  • Mr Davicine William

    Olá,

    Podemos ajudá-lo com o empréstimo que você quer, se você está na necessidade de um empréstimo hoje entre em contato conosco hoje através do email: (mcdavicineloanfirm@hotmail.co.uk) Novos empréstimos anos são avelable por apenas taxa de juros de 3%. Sério candidato só entre em contato para obter mais informações. Oferecemos empréstimos renging de 5.000 a 50,000.000 nos EUA $, euros e libras apenas. Oferecemos todos os tipos de empréstimos, que incluem:

    Empréstimos pessoais:
    Empréstimos de negócio:
    Estudante Empréstimos:
    Empréstimos Constuction:
    Empréstimos à habitação:
    Negócios empréstimos expandsion:
    Consolidação da dívida empréstimos:
    Estamos rápido e dinâmico testado e confiável.

    Contato Email: (mcdavicineloanfirm@hotmail.co.uk) para mais informações.
    Nome: Mr Davicine William

  • Rafael

    Ótimo texto!

    Isso mostra o total despreparo (ou má fé) dos nossos governantes, que não conseguem ver as consequências que cada medida causa, cometendo assim erros básicos.

    O aumento do transporte foi a gota d’água pois o povo está cansado de pagar pelos erros dos políticos. Reprovo a violência (de poucos), mas aprovo e muito o protesto.

  • Rafael Ghidini

    Simplesmente, perfeito. Parabéns.

  • Thalita

    Muito bom, e finalmente entendi o é inflação.

  • http://super.abril.com.br/blogs/crash/a-gota-que-faltav/ ivanildo felix

    Só peço que respeite o povo brasileiro que precisa de hospitais, segurança, educação e acabar com a corrupção….isso as autoridades não se manifestam…… O povo está acordando.

  • Pingback: Torcida ou manifestação? | resistro®()

  • kennya valença

    PERFEITO!!!!!!!!!!!!

  • Pingback: Uma semana para entrar para historia | Mundo Beta()

  • bruno

    tem um erro conceitual básico nessa análise:

    a expansão monetária atual não foi bancada imprimindo notas…

    essa expansão se deu através do sistema de reservas fracionárias dos bancos, que por estímulo do governo (SELIC baixa) houve uma gigantesca expansão no crédito concedido.

    O banco quando aperta o “enter” e empresta dinheiro a alguém, no sistema de reservas fracionárias, ele simplesmente cria dinheiro que ele não tem guardado, isso se chama “alavancagem” que quebrou bancos americanos / europeus e tem quebrado até construtoras aqui no Brasil.

    Mas na essência o efeito é exatamente o mesmo de imprimir dinheiro.

    • Alexandre Versignassi

      Por isso eu usei a metáfora “imprimir dinheiro”. A Economist faz a mesma coisa.

  • Caio Cabral

    Yuri, como tudo no texto, a construção de estádios tem conotação metafórica. Representa tudo que é supérfluo na administração pública, a exemplo dos excessos de cargos públicos que vc mencionou. Trata-se de uma parábola, muito bem bolada, no meu ponto de vista

  • Barbara Mendes

    Esclarecedor, simplificado, simples e perfeito. Adorei!

  • http://www.youtube.com/watch?v=q2lQadclQbE&feature=youtu.be Michelle Lira

    Música nova que fala sobre tudo o que está acontecendo no país! http://www.youtube.com/watch?v=q2lQadclQbE&feature=youtu.be

  • Michelle Lira

    Música nova que fala perfeitamente sobre tudo o que está acontecendo no país agora: http://www.youtube.com/watch?v=q2lQadclQbE&feature=youtu.be – A Ditadua do Povo

  • José Atílio

    Penso que muita coisa vai mal em nosso país. Quando um comentário que pretensamente explica o fenômeno da inflação convence muitos desinformados que o acham claro, é porque a ignorância campeia solta. Sua explicação da inflação é preconceituosa de uma ideologia difusa, porque no fundo você defende a idéia de que pobre não tem direito a emprego com salário decente e rico que bebe vinho são causadores de inflação. Duplo preconceito, contra pobres e ricos. Acho que muitos “bebedores de vinho” que aqui endossam suas idéias não se deram conta disso, como também, os “trabalhadores” que apoiam a idéia de não aumentar os seus salários e qualidade de vida. O fenômeno inflacionário é muito mais complexo do que uma historinha fictícia que só engana aqueles que não têm a mínima idéia do que se trata. Acho que a ironia do Luiz é a que melhor resume o sentido desta falsa explicação das causas de inflação.

  • Brasil
  • Pingback: OSFANFA Quem são os verdadeiros vândalos?!()

  • Heraldo Neto

    A melhor explicacao sobre tudo que esta acontecendo no Brasil, de leitura facil e digerivel.

  • Leonardo Souza

    Parabéns a super interessante pelo magnifico texto, o Brasil está acordando para a realidade.

  • Pingback: O protesto errado pelos motivos certos | Athos Castro Moreno()

  • Felipe Melo França

    Sensacional! Mises baixou na redação da Super!

  • Luciano

    Parabéns pelo texto achei brilhante e fácil essa explicação.

    As pessoas que gostem de ler o que escreve devem ajudar a divulgar seu blog para mais gente ter a chance de ler texto brilhantes. Aproveitar a força do Facebook e repassar o máximo essas matérias do Alexandre!

  • Pingback: Dia 317: o gigante acordou | toujours, quoi!()

  • Fábio Márcio Bittencourt

    SUGIRO QUE DEPOIS DE LER O TEXTO ACIMA QUE LEIAM TAMBÉM O QUE COLEI ABAIXO. O BRASIL NÃO É O PAÍS DO FUTURO, É O PAÍS DO PRESENTE, DO PLENO EMPREGO (MENOS DE 6), ABAIXO DOS ÍNDICES DOS PAÍSES DA EUROPA E DOS ESTADOS UNIDOS. ESSES “ADVOGADOS DO APOCALIPSE” COMO QUEM ESCREVEU O TEXTO ACIMA, SÃO NA VERDADE OS QUE QUEREM TOMAR O PAÍS EM SUAS MÃOS E “SANGRÁ-LO” COMO FIZERAM NO PASSADO. SE QUISEREM AJUDAR, ARREGACE AS MANGAS E VENHA AJUDAR A MANTER O BRASIL NOS TRILHOS CERTOS EM QUE ESTÁ. CASO CONTRÁRIO: “PORQUE NÃO SE CALA?”

    Brasil entre países premiados pela FAO por reduzir fome à metade
    AFP – 1 hora 20 minutos atrás

    Email
    Compartilhar1Tweet

    A Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) premiou este domingo 38 países, entre eles o Brasil, por ter reduzido a fome pela metade antes de 2015, meta de cumprimento dos objetivos do milênio das Nações Unidas.
    “A todos e cada um de vocês, quero dizer-lhes que são a prova viva de que quando as sociedades decidem pôr fim à fome e quando existe um compromisso político dos governos, podemos transformar esta vontade em ações e resultados concretos”, disse o diretor da FAO, o brasileiro José Graziano da Silva, ao abrir a sessão.
    “A FAO está orgulhosa de trabalhar com todos os Estados-membros, desenvolvidos e em desenvolvimento, para alcançar nossa visão comum de um mundo sem fome e sustentável”, acrescentou.
    “Somos a primeira geração que pode acabar com a fome, uma praga que a humanidade sofre desde o alvorecer da civilização. Aproveitemos esta oportunidade”, disse, ainda, Graziano.
    A cerimônia foi celebrada na sede mundial da organização, na capital italiana, e a ela assistiram vários presidentes, entre eles os presidentes Nicolás Maduro (Venezuela), Ricardo Martinelli (Panamá), Porfirio Lobo (Honduras), a vice-presidente da República Dominicana, Margarita Cedeño de Fernández, e o vice-presidente da Nicarágua, Omar Halleslevens Acevedo.
    “Ter reduzido pela metade a desnutrição infantil significa que ainda temos outra metade para continuar trabalhando”, declarou Martinelli ao falar perante a assembleia.
    O presidente panamenho também propôs a criação de “um fundo especial para comprar os excessos de alimentos que outros países descartam para não fazer cair os preços e dá-los para aqueles países que não têm a capacidade de comprá-los a preços normais”.
    O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, que atribuiu os êxitos no combate à fome em seu país ao falecido antecessor e padrinho político, Hugo Chávez – sendo muito aplaudido pela assembleia -, contou que na Venezuela foram criados planos de assistência aos mais necessitados, dando “status de direito humano ao direito à alimentação” e criando um Ministério da Alimentação.
    Segundo Maduro, na Venezuela foi criada a maior rede pública do mundo de distribuição de alimentos, com 22 pontos de distribuição.
    A rede consegue atender 61% dos lares, com subsídios que cobrem 60% a 80% dos alimentos, graças ao que tem sido possível diminuir a subnutrição de 13,8% aos atuais 2,4%, disse o presidente venezuelano.
    A FAO entregou diplomas por seu desempenho na redução da fome a outros dez países latino-americanos, além do Brasil: Chile, Cuba, Guiana, Nicarágua, Peru, Venezuela, República Dominicana, Honduras, Panamá e Uruguai.

  • Gustavo

    Mas esse cara bem que podia ser economista, se tudo fosse resumido a isso meu caro!Para elucidar-te um pouco peço que leias um pequeno resumo sobre Valor do dinheiro(inflação):
    http://blogs.estadao.com.br/descomplicador/2010/11/19/o-que-garante-o-valor-da-moeda-no-brasil/
    A abril está cada vez mais relapsa com seus escritores, deve ser a crise. heheheh

  • George Lemos

    O nome desse país fictício, com algumas modificações, se chama “Brasil”.

  • Otávio M.

    Parabéns, belo texto Alexandre. Num país onde talvez 60% sejam analfabetos funcionais, e uns 30% se façam de analfabetos funcionais (como os proletários políticos de Brasília), muita gente vai achar que esse país é fictício mesmo…

  • Pingback: Por que o Brasil está protestando? | 20 CENTAVOS()

  • Ligia

    Muito bom o texto, também tem um video do movimento Zeitgeist que explica bem como funciona esse esquema de “produzir dinheiro”:
    http://www.youtube.com/watch?v=KUWXeqjxxHA
    Ninguém aguenta mais, é muito imposto para praticamente NADA de retorno, essas manifestações não são só pelos 0,20.
    O que mais me chateia também são certas emissoras de TV evidenciando somente o vandalismo para alienar o povo para obedecer como “ovelhinhas”.
    Para citar um caso, foi feito um abaixo- assinado pela internet para a retirada do Renan Calheiros do Senado, pois bem, foram mais de 1 milhão de assinaturas, e levaram essas assinaturas para o Senado, mas não adiantou ele continua. Então ficar só no clik, e reclamando não esta resolvendo, TEM QUE IR PARA RUA.

  • marcelo

    A gota que faltava pra estremecer o deserto ….passeata,manifesto e protesto em campo aberto é manifestação é revindicação e em capo fechado é chamado rebelião …ambos os dois estão sendo contido com atitudes ostensivas pela policia com falta de preparo e sendo paus mandados sendo que os msmo tmbm fazer parte desse quadro o povo pois eles tmbm tem mulheres filhos e parentes que são dependente de algum tipo de condução publica pra se locomoverem para trabalho escola ou que seja todos sabemos que ñ é por $ 20 centavos mais sim pra frear essa bola de neve sem freio aonde o salario de um politico sobe mais de $10 mil reais enquanto o salario minimo $10 ou $20 reais o que ñ daria pra dez dias de condução só de ida então ta na hora de parar esse carro sem freio pois o povo unido jamais será vencido somos todos dignos de melhorias e de condições melhores de vida pois somos nós que movimentamos o País verdadeiras formigas trabalhadoras escravas da inflação e da corrupção todos temos direitos e deveres e cada ação uma reação e essa foi a gota pra estremecer o deserto como diz minha vó o que é certo é certo que seja mantida a Paz nas manifestações em prol da liberdade ……….

  • Ninguem

    vamos em frente, nunca desistir

  • Antônio

    PARABÉNS PELA MATÉRIA! incrível!

  • Mari

    Na verdade, é o que basicamente está acontecendo no Brasil. “ME DIZ AÍ SE O SEU SALÁRIO AUMENTOU” gritavam os manifestantes. E acho muito bom esses protestos, se eu pudesse estaria lá, porque finalmente o Brasil ACORDOU pra essa robalheira de políticos! É fácil não querer abaixar a passagem, só aumentar, se você anda numa BMW. E não precisa ser pobre pra querer mudar o país, pra querer fazer as coisas ficarem melhor. Reclamam do governo, mas na hora que as pessoas resolvem mudar essa pouca vergonha, reclamam do transtorno! Pelo amor… isso é uma democracia e queremos mudanças!

  • Laércio

    Que texto brilhantemente FRACO, alguém simplesmente voltou aos anos 80. E qual a novidade? Povo que não sabe votar? Confundir muita corrupção com a inflação do país? Nenhuma novidade desde que me conheço por gente.

    • Alexandre Versignassi

      É com contra-argumentos assim que uma discussão não chega a lugar nenhum.

  • Pingback: Empresário, libere seu funcionário para ir nos protestos! #AcordaEmpresario - Blog da MicroSafe()

  • Davi Santos

    Esse escreve muito bem viu… ”600 milhões de dinheiros que a arena sai”

  • gui

    Como começa a revolução dos bichos….

  • Pingback: Update – Conversa da semana | Boyish 'n Girly()

  • junior

    ótimo texto eu so não entendi uma coisa se havia R$ 124 bilhões em cédulas girando no país. Agora, são R$ 171 bilhões, porque passou tanto dinheiro pelo BNDES, que irrigou nossa economia com R$ 600 bilhões segundo o texto.

  • andre volpato

    Alexandre, ótimo texto! Me tira uma dúvida por gentileza.

    Você disse que o governo injetou dinheiro imprimindo moeda, mas é difícil pras pessoas acreditarem nisso sem uma fonte. Na cabeça das pessoas, só os EUA podem imprimir dinheiro assim a rodo, porque o dólar vale… em dólar.

    Você tem aí algum link, alguma fonte sobre isso ?

  • Pingback: Vai lá e faz: mude a seu país! - Supremas()

  • Pingback: Acordamos | Girls With Style Magazine()

  • Rodrigo

    PERFEITA COLOCAÇÃO PARA SEMI-LEIGOS COMO EU.

  • Pingback: 13 coisas idiotas que esquerda e direita estão falando sobre as manifestações | MISSING PUNCHLINE()

    • Alexandre Versignassi

      Os estádios são só uma metáfora. O texto não diz que a construção deles causou inflação. Diz que o grande problema é a má gestão da política monetária – e o grande exemplo disso é a emissão de moeda (e de dívida) para financiar o BNDES.

  • Mikael

    Aula básica de macroeconomia!

  • Kelly

    foi a gota sim, mas muitos estão se esquecendo que tudo que esta sendo danificado (patrimônio publico) sera cobrado de nos de alguma forma, aumentando outras coisas que para nos é super necessario

  • http://www.eureka.pro.br Marciel

    O site da super está tão bom que estou afim de aumentar a inflação e refazer a minha assinatura….

  • Amanda Akemi

    Texto muito bom e explicativo! Parabéns!

  • Anderson

    Lindo!

  • Ari

    Alexandre Versignassi,

    Você explicou da melhor maneira o porque das manifestações,mas ainda tem gente que não entendeu,como por exemplo o Yuri,que fez o comentário logo acima,já vi que ele é péssimo em redação.Se não entende do assunto não comente.

  • Januaria Madre de deus

    Excelente texto e muito mais os comentários.
    Na minha pequena observação gostaria de incluir a informação sobre o aumento de vários estados e municípios no mesmo momento, isto ocorreu porque todos (TODOS) os prefeitos se reuniram em algum SPA, beberam a nossas custas e decidiram: VAMOS AUMENTAR NO MÊS DA COPA, ASSIM NINGUÉM LEMBRARÁ, PORQUE ESTARÃO ENFIADOS NA FRENTE DA TELINHA… se enganaram.

  • Pingback: Certas Coisas » Blog Archive » Jogaram “Mentos” na “Geração Coca-Cola” – Não são só 0,20 centavos!()

  • Lais Lilandra Andrade

    é assim que funciona tudo , esse é o esquema que as autoridades aplicam pra fazer a gente de idiota, mas com uma bela de uma fachada em cima, para que os “burros” não percebam o que esta acontecendo. e agora que a população acorda dessa anestesia, e começa a se manifestar, nós somos taxados de criminosos.
    VAMO QUE VAMO POVO BRASILEIRO! QUE AGORA NÃO PODE PARAR!

  • Yasmin

    Adorei!

    Materia perfeita!

    PARABÉNS!!!!!!

  • Mácio Lemes

    Parabéns pela ilustração essa é a realidade que vivemos no nosso BRASIL, agora vamos mudar essa historia o ano que vem 2014 não votando em nenhum desse políticos que já conhece a malicia do corrupção e querem de todo o jeito se reeleger de todos os partido vamos votar 50% + 1 e toda essa raça de víbora ficarão fará de uma vez por toda e que o Senhor Deus Criador nos ajude a escolher pessoas verdadeiras e que mude essa política podre, mentirosa e enternecerá amantes de si mesma entre outros… Brasileiros é só 50% + 1 votos brancos para eliminarmos essa democracia mentirosa feita por alguns mentirosos!
    Tenho dito.

  • Izabela Vasconcelos

    Muito interessante o texto, a forma didática de explicar. Parabéns

  • Mara

    Muito bom. Esclarecidíssimo.

  • Anytha Araújo

    Parabéns pela maneira didática e descontraída que conduziu sua matéria, Alexandre. Os exemplos são interessantes e facilitam a compreensão do texto por diversos perfis de leitores. Claro que algumas pessoas não interpretam dessa maneira, mas tudo bem, vivemos num país democrático, respeitemos, portanto, a opinião alheia.

  • http://www.facebook.com/marcoantonio.deabreu Marco Antônio De Abreu

    Isso é o Brasil.

  • Augusto

    Pessoal, essa matéria omite uma “pequena” informação. Consultem o site do Banco Central e verifiquem vocês mesmos que, desde 1997, todo ano o governo aumenta de 20 a 30% o montante circulante no país (http://www4.bcb.gov.br/adm/mecir/Resposta.asp). Ou seja, se o poder de compra do brasileiro vem caindo, isso não é de hoje, e não tem nada a ver com copa. Isso acontece há 16 anos constantemente.

  • Pingback: Blog do Roma | Pra não dizer que não falei dos protestos()

  • rafael

    parabéns pelo texto, didático e de fácil compreensão. no entanto existe uma parcela da ciência da economia monetária que defende que inflação pode sim, no curto prazo, possuir efeitos distribucionais positivos que, em parte, compensam o famoso “inflation tax”. tais efeitos distribucionais partem da idéia de que um real a mais para o pobre possui muito mais utilidade marginal do que para o rico de tal maneira que este um real que, por definição será dispendido em consumo e assim não “comido” pelo imposto inflacionário, trará o pobre mais próximo ao rico. é claro que este processo está fadado apenas ao curto prazo e as variações preguiçosas de diferentes indices de preços. no longo prazo, como sempre, o pobre paga a conta.

  • Pingback: Encantos de Sereia » Blog Archive » Verás que um filho teu não foge a LUTA()

  • Pingback: WWWander EXTRA: NÃO SÃO R$ 0,20? | Mas como foi que aconteceu??? | World Wide Wander Brasil()

  • Pingback: GUIA DO ACOMODADO PRA ENTENDER O QUE ACONTECEU NO DIA 13.06.2013 NO PAÍS E (QUEM SABE) ACORDAR | Apoteose do Absurdo()

  • Pingback: GUIA DO ACOMODADO PRA ENTENDER O QUE ACONTECEU NO DIA 13.06.2013 NO PAÍS E (QUEM SABE) ACORDAR | Guia do Acomodado()

  • Flavio

    A mudança começou, agora que fomos as ruas não dá para parar. Amanhã vamos ter que ouvir lorotas nos programas políticos, as eleições estão chegando de novo, e ai não pode nós eleger um palhaço para ser deputado, palhaço que não faz nada por nós. Ta na hora de expulsar esses palhaços que nós mesmos colocamos lá para roubar nosso dinheiro, eu cansei de pagar altos salários para nada, pagar reformas, carros, viagens e salários fantasmas e ou pensões para filhas da p…. Eu cansei de precisar de socorro médico e ver pessoas morrer em corredores de hospitais, cansei de ver pessoas que querem estudar e não ter preparo na escola média para passar em vestibular e quando passa é esse caus na escola pública. Dinheiro rola nas burras destes corruptos porque deixam rolar, é impossível condenar e prender corruptos neste País porque todos estão com o rabo preso devem muito porque receberam dinheiro nas campanhas para se eleger e venderam a alma para poderem estar lá em cima para roubar de nós que trabalhamos para sobreviver. Tá na hora de mostrar nossa força, derrubar esses ladrões e expulsar para fora de suas cadeiras macias de seus gabinetes. Tá na hora de a polícia prender ladrões e deixar mofando na cadeia, e nada dessa de direitos humanos, porque não são Humanos são monstros e usurpadores de vidas.

  • Flavio

    Tá certo Maluco. Tá muito fácil. Se um filha da p….. invade minha casa e roupa o que eu ainda estou pagando fica por isso, não da nada e se der amanhã ele tá na rua e repete tudo, as vezes dou razão pra ele não dá em nada mesmo. Tem que fazer igual lá no oriente médio, corta os dedos ou a mão, e nada de pagar salário ou BOLSA DEDO, como faz hoje para presidiarios, eles ganham para estar presos, isso é um absurdo. Tem que colocar para quebrar pedras, e se não gostarem deixem na solitária até ficar sem cor por falta de sol. Nas ruas hoje não dá pra sair porque talves não volte pra casa com vida, esses tem que morrer na cadeira elétrica e nada de dizer que são protegidos por direitos humanos tem que acabar com esses monstros para poder liberar espaço e diminuir nossos gastos com segurança, já que não tem dinheiro para investir.

  • Rosangela da silva

    Perfeito, nunca vi ninguém esclarecer a economia de forma tão correta! Parabéns
    ,

  • http://tiago_coelho47@hotmail.com Tiago

    Texto muito bom, estamos em um País que um preso vale mais do que um trabalhador, me desculpem mais bem feito aos que votaram no PT. O partido que na minha opinião foi o que mais roubou na história da Política deste País. O Lula coitado não sabia nem falar o português direito, agora está no comando de sua marionete Dilma, onde já se viu em um País a atual Presidente ir pedir ajuda de seu ex-Presidente. Não lutamos somente pelos 10 centavos, temos que lutar para derrubar os Políticos deste Pais, fazer uma Revolução mesmo, olhem o Genoino condenado no Mensalão e exercendo cargo público, é brincadeira. E referente a inflação no Brasil, qualquer produto aqui vale pelo menos 3 vezes mais do que lá fora, enfim Brasil é igual a vergonha, tem tudo para ser um País de 1° Mundo, porém se o PT continuar no comanda continuaremos sem saúde e educação e claro um salário digno para os professores deste Pais.

  • bruno

    impressão de moeda é atrelada ao PIB. O autor tá dizendo que o governo tá imprimindo moeda por trás dos panos? Isso não faz sentido nenhum.

    • Alexandre Versignassi

      Não, Bruno. Focinho de porco não é tomada, nem a criação de moeda não é atrelada ao PIB.

  • Pingback: O da internet | Não é sobre 20 centavos, estúpido()

  • Pingback: Um professor vale mais do que o Neymar? | Mundo Beta()

  • Pingback: Tardis Não é sobre 20 centavos, estúpido()

  • num inporta, o que quero é o borça famia, e pudê cumpra muitio arros com fejao.

    e ir na copa e pagar meia entrada, o resto nao mi importa. E voces falam dilmas, pq conheço um amigo que tem um filha que tem um cunhado que ta preso e a isposa dele ganha um bom trocado enquanto ele puxa uma cana. Esse pais e justo, injusto sao voces que ficam falando mau do governo do lula.
    Eu voto nele, e na dilma, o pais ta muito bom.

  • Pingback: Minha opinião sobre transporte coletivo - Portal Libertarianismo()

  • Marcos Cruz’

    Do que adianta imprimir uma porrada de cédulas se o país n tem educação?

  • Carolina

    Mankin na cabeça! Hoje estudei exatamente isso! Parabén pelo artigo!

  • Fábio

    Como dizem na faculdade: isso está longe daqui, isso é lá da França! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Pingback: WWWander EXTRA: BRAZILIAN RIOTS | It’s not about R$ 0,20 | World Wide Wander()