Blogs

11 artistas que fizeram músicas dedicadas aos seus filhos

8 de agosto de 2012

Todo Dia dos Pais é a mesma coisa: pipocam listas e mais listas com músicas feitas por filhos em homenagem aos pais. É por isso que resolvemos fazer algo diferente e selecionar algumas canções feitas pelos próprios pais em homenagem aos filhos que estão nascendo ou crescendo. Afinal, ouvi-las também é uma maneira de comemorar a dedicação de um pai em relação ao seu filho.

A lista é eclética e vai do pop ao rap. Coloque pra tocar no almoço de domingo.

1. David Bowie – Kooks

Quando Zowie Bowie nasceu, seu pai David quis deixar claro que o garoto estava chegando a uma família nada convencional (ainda bem que ele tinha consciência disso). Veja o resultado:

2. Billy Joel – Lullaby (Goodnight, My Angel)

Alexa, a filha de Billy Joel, estava naquela fase em que as crianças querem saber mais sobre a morte. Pra piorar, na mesma época, seus pais estavam se divorciando. Billy compôs essa canção de ninar para mostrar que, independente do que acontecesse, seu amor por ela não mudaria.

3. The Edge (U2) – Original of the Species

Na verdade, quem começou a compor essa faixa foi Bono, pensando em Hollie (a filhinha recém-nascida de The Edge). O guitarrista ficou tão emocionado que deu continuidade à melodia e à letra.

4. John Lennon – Beautiful Boy (Darling Boy)

Provavelmente a música mais famosa de um pai para seu filho. John Lennon escreveu essa faixa para seu segundo filho com Yoko Ono: Sean. A música é uma visão sobre o crescimento de uma criança. Triste é saber que John morreu no mesmo ano em que a canção foi lançada.

5. Lenny Kravitz – Flowers for Zoë

Lenny Kravitz foi pai de Zoë em 1988. Em 1989, ele lançou essa música como Lado B no álbum I Built This Garden for Two e, em 1991, relançou a faixa como single. O hit descreve um paraíso natural todo dedicado à filhota.

6. Thom Yorke (Radiohead) – Sail to the Moon

Thom Yorke costumava falar mal de todo mundo que ficava babando em cima dos filhos. Até ele ser pai em 2001. A música basicamente fala sobre como os pais têm razão de ficarem apaixonados pelos seus filhos – e de como ele errou ao dizer que isso é idiota.

7. Phil Lynott (Thin Lizzy) – Sarah

A música foi escrita por Phil Lynott quando sua filha nasceu. Na balada, ele conta sobre como sua vida mudou depois que Sarah veio ao mundo. (Só que não: Phil continuou viciado em heroína e cocaína, além de não conseguir se livrar do alcoolismo. Ele morreu com 35 anos. Sarah tinha 7).

8. Neil Young – Here For You

Não, Neil Young não escreveu essa música quando sua filha nasceu. Ela foi escrita quando a moça tinha 21 anos e estava pra se formar na faculdade. Neil se sentiu meio velhinho e cantou que estaria sempre ao lado de sua filha, mas não ia impedi-la de ser independente.

9. Stevie Wonder – Isn’t She Lovely?

Quando Aisha era pequena, seu pai decidiu usar algumas gravações domésticas na mixagem dessa faixa, que ele compôs em sua homenagem. O resultado é provavelmente uma das músicas mais meigas e amadas da história do pop.

10. Chris Martin (Coldplay) – I am Your Baby’s Daddy

Até agora, a lista estava cheia de músicas fofas e meigas escritas por pais babões. Mas você pode contar com o Chris Martin pra trollar tudo. Essa faixa foi escrita inspirada pelo nascimento da Apple (a criança, não a marca), filha dele com Gwyneth Paltrow. Martin até criou uma banda nova (fake, claro) para cantar a música.

11. Jay-Z – Glory

Blue Ivy nasceu imersa em boatos. Diziam até que Beyoncé, mulher do rapper Jay-Z, não estava grávida coisa nenhuma. Mas, enfim, a menina apareceu e o papai Jay-Z lançou essa faixa da noite pro dia. Deitada eternamente em berço esplêndido, com certeza.

Bônus: Eric Clapton – Tears in Heaven

Essa entrou na lista a pedido dos leitores. Ela não fez parte da seleção original porque, diferente das outras, não é uma música de celebração. Afinal, Clapton a escreveu depois que seu filho morreu. Mesmo assim, Tears in Heaven mostra que amor de pai é incondicional. E infinito.

Comente!