4 fotos famosas que registraram a História do século XX

Por Atualizado em 21/09/2012

Vitória, sofrimento, dor, amor. Ao longo do século XX, fotografias registraram os acontecimentos mais importantes pelos quais a humanidade passou. Algumas ficaram marcadas em nossa mente, como a imagem de Albert Einstein mostrando a língua, já discutida aqui no História sem Fim. Mas o gesto inesperado do cientista não foi o único momento imortalizado nos últimos tempos. Nesta lista, você confere outras quatro fotografias que registraram fatos importantes do século XX. Confira e conte para nós: qual sua preferida?

 1. Um beijo na Times Square (1945)

Reprodução

Repleta de mistérios, esta fotografia foi imortalizada pela revista “Life”. Uma das hipóteses é que, durante o anúncio do término da Segunda Guerra Mundial e dos ataques contra o Japão, em 14 de agosto, o fotógrafo Alfred Eisenstaedt registrou o marinheiro beijando a jovem mulher de vestido branco. O marinheiro possivelmente estava passando quando viu a enfermeira na rua e a agarrou.

2. Execução do guerrilheiro vietcong (1968)

Reprodução

Premiada internacionalmente, esta foto é um ícone do episódio que ficou conhecido como “Ofensiva de Tet”, durante a Guerra do Vietnã (1959-1975). Mostra o general Nguyen Ngoc Loan, da polícia sul-vietnamita, e um prisioneiro vietcongue Nguyen Van Lém. A execução, registrada pelo fotógrafo Eddie Adams, foi justificada com o argumento de que o prisioneiro também havia matado muitas famílias. A imagem se transformou em um símbolo para os pacifistas que lutavam contra a brutalidades e a violência gratuita presente em conflitos armados.

3. Os Beatles atravessando a Abbey Road (1969)

Reprodução

Uma das imagens clássicas da História da Música, feita em 8 de agosto de 1969 pelo fotógrafo escocês Iain Macmillan. A anedota é que os caras de Liverpool ficaram oito minutos posando para a foto em frente ao estúdio onde gravaram o disco estampado pela imagem. “Vamos tirar logo a foto e sair daqui, deveríamos estar gravando o disco e não posando pra fotos idiotas”, teria dito Lennon. A imagem estampou o penúltimo disco, que guardou clássicos como Because, You never give me your money e Something.

4. Massacre da Praça da Paz Celestial (1989)

Reprodução

Eternizada pelo fotógrafo Jeff Widener, a imagem mostra um jovem solitário desarmado diante de uma fileira de tanques de guerra na Praça da Paz Celestial (Tian’anmen, para os chineses). Após a morte do líder comunista Hu Yaobang, mais de 100 mil estudantes pacifistas saíram às ruas de Pequim, protestar a favor da liberdade e da democracia. A repressão foi a resposta do governo chinês, que enviou o exército para coibir os manifestantes, deixando mais de 800 civis mortos. Em meio a tudo isso, um jovem, com identidade desconhecida até hoje, enfrentou o governo e assumiu o primeiro plano de uma das imagens mais conhecidas do século. A revista Time elegeu o homem do tanque, como ficou conhecido, como um dos mais influentes do século XX.

 

No related posts.

  • Josué Garcia II

    uma pergunta..
    digamos que a contagem parou em 301..ok

    o canal vevo suspendeu por 6 horas e, depois viu q não era fraude então o contador começou a funcionar …blz

    as pessoas que assistiram o video quando ele estava travado vão contar nos numeros de visualizados???

  • http://mara100% mara

    um beijo na times square

  • Francisco Ubiratan

    A do tanque.

  • nelitagomes

    eu nunca tinha lidotantas desgraça na tela do meu computado apesar de sabe que aconteu no século vinte mais ainda não tinha visto. eu fiqui muito imprecionada a ver aquele homem na frente da quele tanque parado, eu não sei o que ele estava pensado mais uma coisa eu tenho certeza ele estava lutando pelo um ideal , um pais sem guerras talvez se fosse nós nos dias de hoje não fariamos o que ele fez. mais o ato dele esta falando até hoje foi melhor do que mil palavras.

  • joserobertopitasantos

    faltou a foto do 2 oficiais russos com a bandeira vermlha no reichstag

  • Mário

    A guerra do Vietnã terminou em 1975 e não em 1985.

  • Sueli Ramos

    Sem dúvida, uma escolha difícil, todas são representativas de determinados importantes momentos da história do século XX. No entanto, talvez pelo impacto que causou e continua causando, a do “Homem do Tanque” que, mais que enfrentar tanques de guerra, mostra um homem lutando contra todo um sistema. A cara do século XX e do início do século XXI.

  • Paulo

    Não concordo com a foto dos beatles figurando entre as imagens que registram importantes fatos históricos. Em comparação com as outras que mostram o fim da 2ª Guerra Mundial ou a coragem de um homem contra uma fileira de tanques (e contra a opressão de um sistema corrupto), a imagem de quatro homens atravessando uma faixa de pedestres não denota qualquer relevância.

  • Luana Maria

    Gostei muito das fotos, ainda bem que não faltou a do massacre da Praça da Paz celestial, embora tenha sido um episódio muito triste e trágico foi uma das fotos que mais me marcou. Ela contrapõe o sonho de liberdade e sua fragilidade diante de um sistema.

  • JOSÉ MARIA SANTOS

    DIGO, HIROSHIMA.

  • JOSÉ MARIA SANTOS

    BOA SELEÇÃO, MAS ACHO QUE FALTOU AQUELA EM QUE UMA MENINA SAI CORRENDO NA RUA EM MEIO AO CAOS EM HOROSHIMA!

  • Giva

    O homem do tanque é “a foto do século 20″.
    A luta pela democracia e liberdade.

  • Keimilly

    Minha preferida é a primeira… e depois é a quarta, depois a terceira, depois a segunda. São fotos muito bonitas e significativas. Difícil escolher a melhor!

  • Wilson J Raiano

    Adoro Os Beatles mas, a terceira foto para mim seria a crianca e o abutre aguardando sua morte, horrivel mas nos faz pensar no mundo que vivemos.

  • Brennda

    BEATLES LONDRINOS????

  • jessica

    Gostei da última fotografia, pois mostra que “um jovem” teve coragem suficiente para posicionar – se frente a tanques de guerra para “lutar” pela democracia de seu país. Belo gesto!

  • Satu Souza

    Acho faltou a foto da menina fugindo do bombardeio no Vietnã…

    Outra coisa.. Por que chamar, hoje, o cara assassinado pelo Sul-vietnamita de guerrilheiro??? Não seria mais correto chamá-lo de combatente??

    Um abraço