Homofobia é coisa de veado

Por Atualizado em 29/04/2013

 

Aquela não foi uma manhã comum no laboratório do departamento de psicologia da Universidade da Georgia, no sul dos Estados Unidos, em 1996. Desde cedo, começaram a chegar por lá os “sujeitos de pesquisa”: 64 homens, com 20 anos na média, que se declaravam heterossexuais, divididos em dois grupos. O primeiro era o dos “homofóbicos”: pessoas que tinham respondido com uma grande maioria de “sim” a perguntas como “sente-se desconfortável trabalhando ao lado de homossexuais?”, “ficaria nervoso num grupo de homossexuais?”, e “se um membro do gênero masculino se insinuasse para você, ficaria furioso?”. O segundo grupo era o dos não-homofóbicos, que haviam cravado uma grande maioria de “não”.

Os cientistas levavam os rapazes para uma sala com luz baixa, pediam que se sentassem numa cadeira reclinável e entregavam um pletismógrafo a cada um. Pletismógrafo é uma palavra que vem do grego plethynen (crescimento) e graphein (registrar, medir): “medidor de crescimento”. Trata-se de uma argola de borracha recheada de mercúrio líquido. A argola deve ser colocada ao redor do objeto que se quer medir. Se o objeto crescer, ela estica, a camada de mercúrio fica mais fina e a engenhoca registra o aumento de tamanho. O objeto a ser medido era o bilau.

Com o pletismógrafo instalado, todos assistiam a três filmes pornôs, cada um com quatro minutos de duração. O primeiro filme mostrava uma cena de sexo entre um homem e uma mulher, o segundo entre duas mulheres, e o terceiro entre dois homens. O resultado foi claro. Todo mundo registrou crescimento da circunferência de seus amiguinhos quando via o fuzuê entre homem e mulher ou entre mulher e mulher. Mas, quando o chamego era entre homem e homem, os homofóbicos registraram um aumento peniano quatro vezes maior que os não-homofóbicos. Mais da metade dos homofóbicos fica animadinha quando vê dois homens transando, contra menos de um quarto dos não-homofóbicos.

Aí os cientistas perguntavam a cada um se eles tinham tido ereção. Os homofóbicos que o pletismógrafo flagrou olhavam para os pesquisadores e respondiam, convictos: “não”.

*

Para resumir: homofóbicos, que são pessoas que sentem grande desconforto quando pensam em homossexualidade, frequentemente são homossexuais reprimindo suas próprias tendências biológicas. A pesquisa não foi contestada em 17 anos e suas conclusões foram reforçadas por outro teste mais preciso, realizado na Inglaterra no ano passado, com imagens cerebrais de homofóbicos.

Claro que nem todos os homofóbicos são gays: pode ser cultural ou simplesmente uma dificuldade de lidar com o diferente. Mas pessoas que nascem gays em ambientes repressivos muitas vezes aprendem a suprimir a homossexualidade e sentem raiva dela. Essa autorraiva acaba projetada para fora, contra aquilo que parece com o que se odeia em si próprio. É como escreveu o psicanalista ítalo-brasileiro Contardo Calligaris em sua coluna na Folha de S.Paulo: “quando reações são excessivas e difíceis de serem justificadas, é porque emanam de um conflito interno”.

O documentário OutRage, de 2009, mostrou como esse distúrbio psicológico afeta a política dos Estados Unidos. O filme conta a história do jornalista investigativo homossexual Michael Rogers, que resolveu se transformar de caça em caçador e foi investigar a vida de políticos ultraconservadores que votavam sempre contra direitos homossexuais. Vários deputados e senadores americanos foram flagrados, alguns com as calças na mão. Um deles, um senador respeitável com mulher e filhos, foi pego transando com um desconhecido no banheiro de um aeroporto longe de casa. É que muitas vezes o desejo reprimido acaba escapando nas ocasiões mais constrangedoras.

No começo do filme, sente-se raiva desses políticos hipócritas. Aí começam a aparecer na tela personagens cada vez mais humanos. Um dos últimos entrevistados foi um senhor inteligente chamado Jim Kolbe, deputado republicano do Arizona, que passara sua longa e produtiva carreira de político firmemente trancado no armário, sempre votando contra qualquer lei que desse direitos a homossexuais. Na década de 1990, Kolbe soube que suas escapadas homossexuais estavam prestes a serem reveladas na imprensa. Antes da publicação, ele foi a público e contou a verdade aos eleitores. “Foi provavelmente a sensação mais gloriosa que já senti na vida”, disse, feliz.

Ao contrário do que temia, a confissão não destruiu sua carreira: Kolbe reelegeu-se várias vezes até se aposentar da política em 2003, aos 61 anos, por vontade própria. Após deixar o armário, ele mudou seu jeito de votar, que passou a ser sempre a favor de que homossexuais tivessem direitos.

*

Talvez esses políticos de penteados milimetricamente arrumados que fazem discursos de ódio no Congresso Nacional do Brasil contra direitos gays mereçam mais compaixão que ódio. Talvez eles sejam vítimas infelizes de repressão psicológica, que perpetuam políticas de desigualdade para transferir a outros o desconforto que sentem com si próprios.

O fato é que, no Brasil, homossexuais têm menos direitos que heterossexuais – segundo uma reportagem de capa da SUPER de 2004, eram 37 direitos a menos, que afetam vários aspectos da vida, da herança aos financiamentos bancários ao imposto de renda. Que uns cidadãos tenham menos direitos que outros é uma injustiça, independente da tendência política ou religião. É premissa da democracia que todos tenham os mesmos direitos. Quem nega isso com muita convicção talvez precise entender por quê.

 

Ilustração: Alexandre Piovani – todos os direitos reservados.

Este texto foi originalmente publicado na edição de maio da Super, cuja capa é Câncer. A edição, que está com muita coisa legal, está nas bancas.

 

  • Pingback: Homofobia é coisa de veado | Radio SubSet()

    • guilherme

      Acredito q todos devem ter os mesmos direitos, independente de sexo, cor, taça, religião. E por esse motivo acho totalmente desnecessário ficar elaborando leis exclusivas para homossexuais, eles já têm os seus direitos como todos nós. Se for assim, deve -se criar lei para os que sofrem preconceito por terem o nariz grande, para os q tem a orelha grande, para os q são feios e assim por diante. Enfim, vamos parar de perder tempo elaborando e discutindo tal assunto e tratar de problemas reais, como a miséria, a fome, a violência, saúde, transporte etc.

      • Beto Carvalho

        Oh Guilherme, você por acaso leu o texto? Por acaso conhece (já leu) o projeto de Lei que chamou de exclusiva aos gays? Além do que foi dito – o fato de os homossexuais não possuírem 37 direitos que deveriam ser comuns a todos os cidadãos, visto que eles pagam impostos como todos – ; a PL 122, nada tem exclusiva e/ou restrita aos gays, mas é sim para qualquer um que sofra com intolerância; ou seja, do menino nordestino que sofre “bullyng” pela naturalidade ou físico, passando pelos deficientes, pelos religiosos, os negros, e claro, os homoafetivos. Isso não é e nunca será uma Lei gay; e sim uma Lei anti-intolerância. Procure se informar!!!

      • http://www.seusjogos.com.br Juan

        Não descordo de você amigo, acho que sim a pessoa tem direito de escolha, mas não é porquê a pessoa é gay que ela tem que ser “escrota” ,certo? Acho que muitos viado ou gay como preferir consegue ridicularizar todos gay ai como eu e todos as pessoas normais temos em mente que os gay são um tipo de pessoa escrota sem nenhuma ética e pudor.

        Abraços

      • mgni

        Não é somente a questão de argumentar que há diretos a menos que as demais pessoas, mas na Constituição brasileira de 1988, veta qualquer distinção entre cidadãos em direitos e deveres, mas releva a liberdade religiosa; pela qual há questões socioculturais e político-salutares, para qual a homofobia jamais foi considerado como crime, mas o fator de impunidade, em consideração com os crimes de colarinho branco, são as raízes de todo desequilíbrio sociopolítico de um país. Ao exemplo do Oriente Médio, o fator religioso também determina a crença na sexualidade do homem, como espécie, para qual todo o homem se relaciona com a mulher para a procriação, como também ao exemplo de um psicólogo e sociólogo francês, a sexualidade humana, no plano reprodutivo, é essencialmente heterossexual…

        Como também, há questões salutares e outras discussões relevantes que concordam com o lado religioso e o científico que a relação heterossexual, não somente na espécie humana, mas também a demais espécies de animais e outros seres vivos tem características de perpetuação do ciclo vital.

      • Alan Pereira

        Acorda! Ninguém terá mais direitos que ninguém aqui! O que se pede é uma revisão das leis já existentes para que passe a valer TAMBÉM aos homossexuais o que todas as pessoas heterossexuais JÁ TEM. Simples! Não se pode nem andar de mão dada na rua que a pessoa corre risco de vida! Não tem direito de se casar! Herança então… Adotar uma criança VISH…. um inferno!
        Só entenda isso! ninguém está se fazendo de coitadinho! Mas que a constituição REALMENTE prevalece apenas uma parcela da população… AHHH isso é verdade! Se fosse com você, você também correria atrás dos seus direitos!

      • EDIONÉIA

        POR QUE O HOMOSEXUAL NÃO PODE SER TRATADO COMO UM SER NORMAL, COM MESMOS DIREITOS E DEVERE QUE TODO MUNDO?
        POR QUE TEM QUE TER PRIVILÉGIOS?
        E ESSE PAPO DE QUE SE SENTIR TESÃO AO VER DOIS HOMENS TRANSANDO É HOMOSEXUAL INRUSTIDO É CONVERSA FIADA. TEM MALUCO QUE SENTE TESÃO ATÉ DE VER CACHORRO TRANSANDO!
        EU SINTO TESÃO DE VER DUAS MULHERES TRANSANDO. MAS JAMAIS TRANSARIA COM UMA. ECA, ECA,ECA! NEM POR CURIOSIDADE! DEFINITIVAMENTE, PREFIRO UM HOMEM!
        E SEM FALAR QUE LESBICAS USAM VIBRADOR… EU PREFIRO UM PINTO DE VERDADE!

    • http://andretel72@hotmail.com anonimo

      OBRIGADO A TODOS .sua orientaçao sexual hoje en dia existe algumas esplicaçes fisicas com a evoluçao do ser humano e ta comprovado que è uma duença entao nao podemos julgar nem maltratar tal como disse o texto a injustiça prevalece so que se o mundo acaba en trans , gays , lesbicas q sera desse mundo acho q muita gente nao vee o futuru e sim o agora e por isso so vao pagar mais pra frente em pouco tempo se escondian logo eran descreminados hoje en dia ja sao formados advogados, medicos , pessoas de alta sociedade para manter o respeito porque a lei do mundo e que com dinheiro se pgaa tudo qual sera o proximo passo un presidente ! logo obrigar a un etero a se modificar ou se esconder ! acho q niguem ve a realidade e a gravedade do problema sem injustiça mais pesquisem bem porque com tempo nao sera injustiça e sim LEI

    • Jean

      Acho que hoje em dia existem tantos estudos sobre tudo e nada ao mesmo tempo que fica difícil apontar e dizer o que está correto por que no mesmo dia que um estuda é lançado apontando uma verdade sobre algo no outro é lançado dizendo o contrário .

    • natasha

      Na minha opinião, ninguém tem o direito de privar os outros da sua felicidade. Porque tratá-los diferente, quando na verdade são cidadãos como todos os outros? Porque eles precisam lutar para se casar com a pessoa que ama, para adotar uma criança e completar sua felicidade? Não creio que você escolhe sua sexualidade. Vocês héteros, escolheram ser héteros? Em algum momento de sua vida, você acordou e disse: ah, vou ser hétero? Ou algum homossexual acordou e decidiu ser homossexual? Não. Você é o que você é. Acho que todos que não aceitam a opção sexual dos outros, deveria pelo menos respeitar… E sinceramente, tenho muita raiva quando alguém trata uma pessoa diferente por ela ser homossexual. Só porque uma guria curte mulher, não quer dizer que ela vai sair dando em cima de todas as mulheres por aí, o mesmo com os guris. Digo isso pois sou lésbica, e já passei por diversas situações ruins… Como se deparar com quem você realmente é quando a vida toda foi criada num lar evangélico, e com ideais bíblicos, e fazer seus parentes perceberem que não foi escolha sua? Muita gente acha terrível, mas eu creio em Deus, e tenho lá meu ideais cristãos. Mas uma coisa que eu aprendi com tudo isso, é que eu nasci assim, e não vejo o por quê de tentar me mudar, quando é claro que só serei feliz em um relacionamento com uma garota. Uma garota que pode ser feminina, que pode sentir medo, que pode criar uma criança comigo da mesma forma que com um homem, e que pode me amar da mesma forma, e até mais que um homem, que pelo que muitos pensam é o “certo” para mim. Sei que ninguém vai ler isso aqui… Mas eu precisava falar. : )

  • Flavio Boretti

    Texto muito bom. E contra provas e pesquisas científicas, não existem argumentos. É assim que se desmantelam os preconceitos nascidos da ignorância.

  • BARROS

    Meus amigos, não se trata de negar os direitos dos outros, estamos em um país democrático e cada um faz de sua vida o que quiser, mas essa PL 122 é um absurdo e quer privilégio de uma classe.

    • Alexandre

      Não sabia que poder andar na rua sem correr o risco de apanhar ou ser ofendido, ou de não ser discriminado por sua orientação sexual era privilégio, eu pensei que isso valesse para TODOS, óbviamente isso não inclui os homossexuais, e os fatos mostram isso.

      • Vana

        Alexandre, Já existem leis que asseguram a sua segurança e não depende de sexo ou opção sexual. Se alguém te bater, você pode denunciar por agressão física, Se alguém te xingar, você pode denunciar por agressão verbal ou moral. O que permite que essas coisas continuem acontecendo não é falta de Lei e sim a impunidade.
        Milhares de pessoas ofendem uma as outras por Ns motivos, outras agridem ou são agredidas, todas estão resguardadas pela Lei que vale para todos, basta os mesmos procurarem os meios legais. Criar uma Lei que sugere prisão as pessoas por falta de respeito, agressividade ou ofensa contra homossexuais não vai mudar a impunidade que já existe no país. Vai somente tirar o direito que outros tem de expressar suas opiniões. Fora que a PL 122 é contraditório e infringe leis existentes, como a liberdade de expressão, a liberdade de opinião, a liberdade religiosa, o direito de igualdade para todos, entre outros. PL 122 é inconstitucional, pois estamos em um país democrático.

        “Alexandre disse:
        29 de abril de 2013 às 20:04
        Não sabia que poder andar na rua sem correr o risco de apanhar ou ser ofendido, ou de não ser discriminado por sua orientação sexual era privilégio, eu pensei que isso valesse para TODOS, óbviamente isso não inclui os homossexuais, e os fatos mostram isso.”

    • Leo Costa

      Você já leu o texto da PL 122? Bom, caso não tenha lido o primeiro artigo da PL já resume todo o Projeto.

      “Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes de ódio e de intolerância, sendo estes os praticados por motivo de discriminação ou preconceito de identidade de gênero, orientação sexual, idade, deficiência ou por outro motivo assemelhado, indicativo de ódio ou intolerância.”
      Leia Mais Em: http://www.plc122.com.br/plc122-paim/#ixzz2RsxKgeYQ

      Preste atenção e interprete o próprio texto: ORIENTAÇÃO SEXUAL!
      Isso não se resume a homossexuais. Heterossexuais que sofram injúrias também são protegidos, assim como bissexuais, negros, deficientes, transsexuais e idosos!
      O problema é você ler uma material qualquer e não ir atrás da informação concreta. As pessoas tem isso, de pegar as coisas mastigadas e achar que está MUITO informado!
      Eu recomendo que você leia e interprete o texto da PL que está nesse site ai de cima, lá existem os outros textos que já foram descartados, assim como o de 2006 que eu considero uma vergonha aos direitos civis. Aquela sim era um texto que merecia muitas críticas, era ridículo e autoritário!

    • http://Youtube.com/TheGabrielCesar Gabriel Cesar de Andrade

      Para quem quer o artigo científico original, em PDF:

      http://my.psychologytoday.com/files/u47/Henry_et_al.pdf

      Boa leitura e diga-se de passagem esse artigo da Superinteressante foi excepcionalmente bem escrito, com um rigor científico poucas vezes apresentado pela editora, sendo assim a leitura do artigo oficial apenas para aqueles mais preciosistas.

      Passar bem.

    • Roberto Locatelli

      Ao ser contra o projeto de lei, você está negando o direito dos outros.

      • Miguel Ribeiro

        Deixa eu dizer uma coisa: tenho 14 anos e não suporto gay ATIVISTA, afinal, eu sou um grande fã de Sócrates, Da Vinci e Cazuza. Esses eram homossexuais de respeito, que todo hétero gosta. Nunca conheci ninguém que não gostasse de Renato Russo. Então lá vai: homossexuais podem se casar, adotar crianças, podem até mesmo se declarar CRISTÃO, que pra mim é uma blasfêmia sem tamanho, pois está na bíblia, no livro de Exôdo, que quem dorme com alguém do mesmo sexo deve ser morto ou algo assim. Claro que, logo depois, Jesus ensina sobre a tolerância, mas homossexualidade não deixa de ser pecado.
        Agora, a PL122 afirma que “nenhum homossexual deve ser ofendido política ou filosoficamente”. ONDE JÁ SE VIU!!! AO APROVAR UM DIREITO COMO ESSE VOCÊ ESTÁ RENEGANDO UM DIREITO SEU!!! O DIREITO MAIS AMPLO E MAIOR DA DEMOCRACIA! O DIREITO DA LIBERDADE DE EXPRESSÃO!!!! Você sabia que se a PL122 for aprovada, ofender um homossexual seria considerado crime inafiançável, enquanto ofender um hétero está longe de ser isso? Fora que você também seria condenado por CRIME DE ÓDIO. CRIME DE ÓDIO!!! SE O DALAI LAMA DISSER QUE DESCORDA DA OPINIÃO DE HOMOSSEXUAL ELE SERIA UM HOMOFÓBICO, UMA PESSOA ODIOSA! Está na constituição, lei número 25, quinto parágrafo, se me lembro bem, que TODA PESSOA TEM O DIREITO DE SE EXPRESSAR POLITICA E FILOSOFICAMENTE. Então todo homossexual está acima não só da lei, MAS DA CONSTITUIÇÃO, CUJO A PRINCIPAL LEI É SER IMUTÁVEL?

      • Miguel Ribeiro

        Vi um comercial contra a homofobia em que o argumentador dizia com aquele ar severo:
        “A CADA DOIS DIAS UM HOMOSSEXUAL É ASSASSINADO NO BRASIL.” ESSE IDIOTA SABE QUANTAS PESSOAS SÃO ASSASSINADAS EM DOIS DIAS? A resposta: cerca de 160. Sendo que homossexuais (nem gays, nem viados, e sim homossexuais) representam 10% da população, o numero de homossexuais mortos deveria, de acordo com a matemática, ser de, claro, 16 por dia, 32 em dois dias. Mas é só um… Os homossexuais querem ter tantos direitos que querem até superar o poder da lógica!

  • http://weltontrindade@gmail.com Welton Trindade

    Já estamos fazendo, dia a dia, com que que homofobia também seja coisa de derrotados! A igualdade está vencendo!

  • André Garcia

    Se você odeia alguém, é porque odeia alguma coisa nele
    que faz parte de você. O que não faz parte de nós não nos perturba.

    Hermann Hesse

  • Arthur Silva de Souza

    está matéria expressa a opinião da REVISTA SUPER INTERESSANTE? vou te contar hein, se for. to deixando hoje de curtir a página. só o titulo já é preconceituoso. “homofobia é coisa de viado”, expressões como: “animadinhos”. esse texto num passa por um revisor não? algum editor chefe?

  • Anônimo

    Texto claramente tendencioso e apelativo. Cadê as referencias da pesquisa?

  • Pereira

    Creio que a pessoa que comentou acima não entendeu que a PL 122 na verdade é para DEFENDER os que SOFREM os ataques, não para atacar alguém. Ninguém quer entrar em igrejas e escolas e obrigar a aceitarem os homossexuais, mas sim que haja RESPEITO a eles — coisa que não existe numa sociedade capaz de tacar lâmpadas na cara daqueles que são diferentes (e, obviamente, esses são os homossexuais, já que não há héteros sendo atacados por serem héteros, há?).
    Por isso o país não vai pra frente, as pessoas têm até preguiça de interpretar um texto/lei, preferem que digam a elas o que pensar. Uma pena.
    E é claro que se trata, sim e também, de negar direitos aos outros. Homossexuais, inegavelmente, têm menos direitos que os heterossexuais e num governo dito DEMOCRÁTICO isso é inadmissível!

    “O fato é que, no Brasil, homossexuais têm menos direitos que heterossexuais – segundo uma reportagem de capa da SUPER de 2004, eram 37 direitos a menos, que afetam vários aspectos da vida, da herança aos financiamentos bancários ao imposto de renda.” — Tá aí, escrito no texto.

    • Vana

      Fico pensando, a lei que pune alguém por assassinato não é a mesma que deveria punir alguém que mata um homossexual? Para que outra lei?
      A Constituição Federal declara que “todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza […] (art. 5º caput)”. Essa não é o bastante para defender também os homossexuais?
      “A discriminação é proibida expressamente, como consta no art. 3º, IV da Constituição Federal, onde se dispõe que, entre os objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil, está: promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação. Proibi-se, também, a diferença de salário, de exercício de fundações e de critério de admissão por motivo de sexo, idade, cor, estado civil ou posse de deficiência (art. 7º, XXX e XXXI).”
      Essa Lei não defende o homossexual contra discriminação?
      Agressão física ou verbal já não é contra Lei existente?
      A mesma Lei que defende héteros defende também os homossexuais, a mesma lei que defende pobres, defende ricos, a mesma lei que defende negros, defende também brancos, amarelos, índios, etc… A PL122 é inconstitucional e abusiva. O que o Brasil precisa é acabar com a impunidade e não novas Leis para não serem seguidas ou para privilegiar uns e prejudicar outros.

      “Pereira disse:
      29 de abril de 2013 às 19:57
      coisa que não existe numa sociedade capaz de tacar lâmpadas na cara daqueles que são diferentes (e, obviamente, esses são os homossexuais, já que não há héteros sendo atacados por serem héteros, há?).”

      Lembro também que a pouco tempo um Parlamentar teve o carro apedrejado por homo e simpatizantes (com esposa e filhos dentro), acusado de homofobia e racismo só por expressar opinião, isso não seria intolerância?
      Será que este mesmo grupo usaria a lei pra se defender ou para atacar?
      Se não sabe respeitar as leis atuais, acredita mesmo que respeitarão novas leis?

  • Paulo

    Ao longo da leitura lembrei de mim mesmo quanto à ereção em situações “não previstas”, mesmo fora de situações de indução à uma homossexualidade ou heterossexualidade latente. Quando fico com raiva, seja do que for, eu tenho ereção! Mas convivo bem com homossexuais. Nunca tive interesse em assistir tais filmes “homo” e acredito que a curiosidade já é uma predisposição ao desenvolvimento da homossexualidade.

  • Alexandre

    Uma das coisas que eu nunca entendi, por que algumas pessoas se preocupam tanto com a sexualidade e a vida sexual alheia? Eu até entendo que algumas pessoas tem seus gostos e preferências, mais daí quer aplica-lós aos outros não faz sentido racional, se vc não concorda que não seja um.

  • Priscila Dick

    Parabéns pela matéria antes de ler já desconfiava que os homofobicos eram uns enrustidos, agora tenho certeza! Logico que nao da pra generalizar!

  • Marcus

    Uma pequena, porém significativa correção: veado é o animal; viado é pejorativo pra gay, homossexual. Vem de transviado.

  • http://santanamagliano@gmail.com Emanuel de Santana

    Coisa de Veado é essa matéria que eroneamente quer desmoralizar a masculinidade alheia, jogando numa mesma panela homens, gays e toda sorte de quizila com distúrbio mental.

    • Damaris

      E você é um VEADO também. :)

  • http://diegorufino1@hotmail.com Diego Rufino

    É viado, veado é animal e viado é de homossexual!

  • Leo

    Ótima matéria… é por isso que gosto dessa revista, inclusive percebe-se a diferença do nivel de informação das pessoas que lêem a super logo nos comentários abaixo da reportagem. diferente de ler uma notícia na gRobo.com, onde é deprimente ler os comentários absurdos (e cheios de erros de portugues) que vão surgindo abaixo do texto. E isso que prova que homofobia também está relacionada à falta de educação\informação das pessoas.

    • Larissa

      Pensei a mesma coisa enquanto lia os comentários!

  • anonimo

    eu não gosto de sopa,quer dizer que eu sou uma sopa então?

  • Hal Po

    Provavelmente, muita gente pensa em matar seu chefe ou alguém de quem não gosta ao ver um filme onde tal ação se desenrole. Pois bem, seguindo o ‘raciocínio’ do autor da matéria isso significaria que existem muito mais assassinos por aí do que se pensa? É isso? Fala sério…que ridículo. O que nos qualifica como pessoas de boa índole é justamente reprimir aquilo que sabemos ser errado ou incorreto. Pensar não é, necessariamente, agir!

    • Anonimo

      [Hal Po disse:
      29 de abril de 2013 às 21:00
      Provavelmente, muita gente pensa em matar seu chefe ou alguém de quem não gosta ao ver um filme onde tal ação se desenrole. Pois bem, seguindo o ‘raciocínio’ do autor da matéria isso significaria que existem muito mais assassinos por aí do que se pensa? É isso? Fala sério…que ridículo. O que nos qualifica como pessoas de boa índole é justamente reprimir aquilo que sabemos ser errado ou incorreto. Pensar não é, necessariamente, agir!]

      De fato, quem pensa em (ou tem vontade de) matar o chefe não é assassino, porque o crime de homicídio está claramente tipificado no art. 121 do Código Penal como “Matar alguém”, e não como “pensar em matar alguém” ou “ter vontade de matar alguém”. Todavia, o homem que “pensa” ou “tem vontade” de fazer sexo com outros homens, mas não o pratica por achar errado ou incorreto, e ainda assim não se considera homossexual, realmente está precisando sair do armário (não só para o mundo, mas para si próprio).

  • Wesley

    Quantos e quantos caras infiéis já me procuraram para fazer aquilo. Digo infiéis porque eram casados com mulher ou tinham namorada. Diziam que tinha que ser discreto porque a “mina” não podia se quer desconfiar. São esses que de dia pagam de hétero, que se andar por aí discrimina ou agride homossexuais, mas que de noite curtem ser pegos por trás.

  • Rafael

    Reportagem tendenciosa, escrita claramente por gays a favor do casamento homosexual que publicam um artigo completamente sensacionalista e contraditório, com uso de palavras de cunho amador e não profissional.

  • Jorge

    Tudo bem, o texto é para declarar compaixão aos preconceituosos raivosos, belo texto. E com dados científicos provando a coisa que qualquer um que já tenha vivido um pouco já sabia. Direcionemos a eles nossa compaixão, mas sem deixar de apontar sua estupidez! De mais a mais, todos merecemos compaixão. Seres que, até se prove o contrário, estão por aqui sem saber o porquê, meros processos naturais batendo cabeça na tentativa de fuga da capenguice de ser. Coisa que, aliás, tivéssemos já aceito, fôssemos já civilizados o suficiente para abandonar nossa mania de grandeza de sermos o suprassumo do universo, toda esta besteira seria desnecessária, simples assim: direitos iguais para todos e ponto. Sem pesquisas e esforços e pletismógrafos. E sem o risco de desaguar num outro oceano de besteira: ser gay é a coisa mais linda do mundo. Não é. É tão capenga quanto ser qualquer coisa. Compaixão e direitos para todos.

  • Alice

    Acho que o certo é cada um cuidar da sua sexualidade. Ultimamente as coisas estão bem melhores para os homossexuais (na minha opinião), lógico que ainda existe preconceito, mas, os seres humanos inventam preconceito para tudo hoje em dia. Para mim o importante mesmo é o amor.

    • Roberto Locatelli

      Sei, sei… o importante é o amor. E quanto aos espancamentos de homossexuais na Paulista, o que você acha?

  • http://clapoma@hotmail.com CLAUDIO APOLONIO DE MATOS

    CHEGA DE IGNORÂNCIA E PRECONCEITOS, VAMOS VIVER NUM TEMPO ALÉM DE NOSSO TEMPO, OU MELHOR VAMOS VIVER O AGORA COM LIBERDADE E AMOR AO PRÓXIMO SEM QUE HAJA DISCRIMINAÇÃO E HOMOFOBIA, VAMOS RESPEITAR A TODOS SEJAM RELIGIOSOS OU NÃO, DEUS É QUEM PODE JULGAR E NÃO OS FELICIANOS DA VIDA…BASTA BRASIL DE HOMOFOBIA…OU QUALQUERFOBIA….HEHEEHEH FELICIDADE A TODOS OS BRASILEIROS QUE PAGAM SEUS IMPOSTOS EM DIA, QUE SÃO HONESTOS, QUE TEM CARÁTER…

  • Adriana Bernardes da Rosa

    Eu não sou contra o homossexualismo , eu sou contra a escandalosos e a falta de respeito deles, pois eles dizem que ninguem respeita a opição sexual deles ,mas os primeiros a não ter respeito proprio são eles, quanto a direitos , todos tem e responsabilidade e deveres tambem , mas só se reinvidica direitos , ainda escandalosamente , quer ser gay ,seja , mas respeite os ambientes em que frequenta , não entrando em banheiro feminino porque afinal , se veste como mulher ,mas tem orgão sexual masculino , como explicar para uma criança pequena [ menina] que entra no banheiro e tem um travesti fazendo xixi expondo seu orgão sexual, já pensaram nisso , que constrangedor , para mim e´um absurdo eu não sei o que eu faria numa situação dessas , por isso é que digo tem que ter respeito e educação , mas se você for chamar a atenção pode ser presa por homofobia, e se um padre se recusar a casar casal homossexual pode ser preso por homofobia , então começarei uma grande reinvidicação para os padres casarem os divorciados , porque sou catolica e solteira mas vivo com um homem divorciado e não posso casar porque ele é divorciado e a igreja catolica não aceita casar divorcido , mas tem que casar gay, que pais é este , que leis são essas , isto também é discriminação, tenho o mesmo direito deles.

    • Fred

      Adriana, se entendi o motivo da sua revolta, ele nem existe: os gays não querem casar na Igreja, você está confundindo as coisas. Cada igreja tem suas regras e pode mantê-las como quiser. Os homossexuais querem ter os mesmos direitos de CASAMENTO CIVIL que você e seu marido divorciado também tem. Você pode casar no civil com o homem da sua vida e ter direito à herança dele, plano de saúde, etc. É isso que os homossexuais querem os mesmos DIREITOS que você tem. Ninguém está falando de padre, véu e religião. Estamos falando das leis de um estado laico. E os padres podem se negar a casar quem quiserem que não vão ser presos por homofobia. Vai se preso quem quebrar uma lâmpada na cabeça de um cidadão por ele ser diferente, quem jogar ovo num cidadão por ele ser diferente, etc. A mais simples do que parece. As pessoas só querem ser tratadas como cidadãs.

      • Roberto Locatelli

        Casar na igreja é meio problemático. O padre que estiver realizando o casamento pode ser um pedófilo. Depois que ele for preso, o casal terá que jogar fora aquelas fotos que ficam em cima da penteadeira.

      • Daniel Dourado

        Pois é… Viajou legal a Adriana… Como se tivessem tentando tornar lei um padre casar alguém… Incrível como as pessoas acham que religião está na constituição (apesar de vários estarem tentando incluí-la)

      • Anytha Araújo

        Poxa, acho que nosso colega Fred disse tudo de maneira simples e objetiva. Obrigada pelo pensamento crítico e mais do que acertado Fred. É de pessoas assim que o nosso país precisa.

    • Gabriel

      “se veste como mulher ,mas tem orgão sexual masculino , como explicar para uma criança pequena [ menina] que entra no banheiro e tem um travesti fazendo xixi expondo seu orgão sexual, já pensaram nisso , que constrangedor”

      Querida Adriana, acho que você esqueceu que no banheiro feminino não existem mictórios iguais aos banheiros masculinos, somente cabines fechadas. Portanto, tal situação constrangedora não passa de um absurdo da sua cabeça, que nem se deu ao trabalho de pensar em nada.

    • Leonardo

      Não se envergonha não, criatura. Com a PL 122 nenhuma religião será obrigada a casar homossexuais. A lei fala em direitos civis!

      E não se preocupa não que travesti que quer ir em banheiro feminino faz questão de mijar sentada. Filha de ngm vai ver bilau balançando.

    • Fernanda

      Adriana, eu estou tentando entender seu ponto sobre o problema de explicar a sua filha o porquê dele “estar fazendo xixi expondo seu órgão sexual”. Banheiros masculinos não tem porta e são neles que sua filha poderia ver tal cena. Banheiros femininos tem boxes, ou seja, ela não irá ver nada disso que a senhora expôs. E sinceramente, não acho bom para ela a senhora ignorar esse assunto, converse, explique a ela sobre esses assuntos, pois assim ela irá crescer sabendo que as pessoas são mais do que aquilo que aparentam. E sobre casamento, nosso amigo Fred disse tudo!

    • Fabio

      Oi Adriana,

      O casamento que todos querem é o CIVIL. Ninguém está preocupado em casar na Igreja, mesmo porque já existem igrejas que aceitam o casamento de pessoas do mesmo sexo.
      Quanto à conduta moral, eu duvido que uma menina vá ver um travesti exibindo o pênis em um banheiro feminino, vocês tem portas no toalete certo? ou fazem com a porta aberta?
      Homossexuais não dependem de leis sobre o casamento ou qualquer outra para poder demonstrar em público seu carinho pelo outro, dar as mãos, beijar na boca, abraçar, sentar juntinho, tudo isso é livre e já temos este direito garantido.
      O que não pode é uma pessoa ser agredida porque está demonstrando seu afeto ao outro ou porque se veste diferente ou fala de um jeito diferente. Se trata de uma garantia da liberdade.
      Você gostaria de ser atacada por estar de mãos dadas com o seu namorado? Pois é. Dois homens ou duas mulheres que se gostam também não.
      Outro dia li um caso na argentina em que dois irmãos que andavam de mãos dadas foram atacados por um grupo que os confundiu com homossexuais. Um deles faleceu.
      Violência não pode ser normal, amor sim.
      Não se preocupe com sua filha ou seu filho, ele não vai se tornar gay por ver um casal gay e saber que aquilo é possível. Não há relação entre filhos gays de casais gays no mundo. E se exemplo interferisse, filhos de casais heteros não seriam gays, não é mesmo?
      Isso é um tabu, é como ha poucos anos a proibição de casamento entre negros e brancos…

  • Anne

    Gostei do texto, mas o termo “veado” no título é absolutamente preconceituoso e inadequado.

  • http://glonardi2002@yahoo.com.br Gustavo

    FATO! sempre achei isso.

  • Thainá

    Melhor reportagem hahaha. Quem não acredita é só procurar as pesquisas no google. Mil beijos :*

  • Tiago

    Bem, noticia que se preze precisa ter referencial, assim é fácil!!!!, podemos sim procurar no Google, mais reportagem que mostra alterações e resultados surpreendente ter que se mostrar com credibilidade, e essa não foi esse caso.

  • Kflor

    Quer dizer que ter ereção vendo uma transa homossexual, significa que és homo??
    Fala sério sou hétero e facilmente um filme pornô entre duas mulheres me excitaria.
    Acho muito complicado fazer essa afirmação, pois pra mim libido não tem muito haver com opção sexual, e sim com o momento, o local, a companhia e a vontade de ficar excitado.

    • Antonio

      Acho que seria interessante você ler novamente a matéria para poder entender melhor, pois, pelo seu comentário, acredito que você não conseguiu interpretar o texto.

    • Junior Doclo

      Na boa, se não fosse pela criação que nós temos, a maioria das pessoas do mundo sentiria tesão e transaria com tudo que fosse possível (homens, mulheres e se bobear, até animais)… Isso de se excitar é meio bobagem…

      Dizem que muitas das mulheres que já foram estupradas “ficaram excitadas” enquanto sofriam a violência. Isso não quer dizer que elas estavam gostando ou queriam isso.

      Pra mim, alguém, que olhando parar outra pessoa do mesmo sexo nua, se sente excitado não necessariamente é homo(bi)ssexual. Pelo menos pra mim, opção sexual é questão de escolha.

      E nenhuma escolha deve ser superior a outra. Cada um faz o que quer da vida (desde que não prejudique terceiros, que é o caso da opção sexual!!!). Os direitos e deveres devem ser iguais para todos.

  • Suzana Luchesi

    “se veste como mulher ,mas tem orgão sexual masculino , como explicar para uma criança pequena [ menina] que entra no banheiro e tem um travesti fazendo xixi expondo seu orgão sexual, já pensaram nisso , que constrangedor”

    Homem quando finge que é mulher é mole mole de pegar, DESDE QUANDO tem mictório no banheiro feminino?

  • http://thiagocaminha@gmail.com Thiago Pessoa

    A Adriana reflete o pensamento médio da massa desinformada e influenciável. Simples assim.
    Fred e Daniel estão de parabéns pelos comentários. Lamento que o Brasil esteja descendo a ladeira em caminho a uma TEOCRACIA OPORTUNISTA de uma bancada evangélica que em nada se coaduna com evangelho. Pior: de santa não tem nada.

  • Sílvio Costa

    Esse texto é esclarecedor. Qualquer forma de fundamentalismo é, por definição, irracional, pois não pondera todos os lados da questão. Há quem argumente que ver dois homens namorando na rua pode ser constrangedor para as crianças. Pode até ser. Mas acho ainda mais constrangedor ter que explicar as razões que levam um homem a espancar outro homem só porque este último estava, digamos, de mãos dadas com um outro. Quanto ao fundamentalismo religioso, penso que seja igual àquelas calças boca-de-sino: fica ótimo em algumas pessoas, mas fica horrível em mim. Não tente fazer todo mundo usar calça boca-de-sino. Ah, e antes que algum troll da vasta floresta da internet venha dizer alguma idiotice: eu não sou homossexual. Mas só é preciso ser sensato para defender as liberdades civis, ainda que esta liberdade esteja relacionada ao direito sagrado de financiar os carros de luxo do pastor de sua preferência.

  • felipe

    É tão bom ler críticas relevantes, fundamentadas, bem redigidas e motivadas de modo lógico!
    Exemplos: Fred, Roberto Locatelli, Daniel Dourado e Gabriel…(dentre outros).
    Entretanto, quando nos deparamos com respostas categóricas, de escrita compatível a crianças em aprendizagem e fundamentas no mundo imaginário perfeito, penso que assuntos como o desta reportagem, brilhantemente tratado, se torna secundário, em contraste da má formação de seres humanos egoístas e que escrevem “opção” com i.
    Parabéns, Adriana e Kflor! A exposição ao ridículo que vocês se submeteram exige muita coragem. Se me permitem um conselho, aproveitem dessa coragem exacerbada, e matriculem-se em um curso de português, ou algum outro curso que aumente a capacidade crítica e desenvolvimento humano de vocês!

  • Edivaldo do Rego Barros filho

    Belíssimo texto! Bem, não é novidade nenhuma…aquele que nega ou renega alguma condição externando preconceito e ódio, foge daquilo que o assusta!

  • Leonardo

    Mais uma vez eu digo, excluindo-se a Adriana (que falou uma série de bobagens no seu comentário) fico feliz de saber que em algum lugar do mundo espalhados por aí existem cabeças pensantes, gente que aceita ao próximo e consegue enxergar a situação da forma como ela tem que ser vista. Ufa, eu já estava ficando deprimido, achando que o mundo realmente era fanático, fundamentalista e intolerante de tanto ler os comentários do povão que costuma comentar na gRobo.com. Mas cá entre nós, a Adriana acho que errou de site, misturar assunto de casamento religioso com casamento civil?? E imaginar mictório em banheiro femino?? Realmente carece de mais neurônios essa moça.

  • Fernanda

    Vocês, hipócritas, que dizem não serem homofóbicos, mas se incomodam com a presença de um casal homoafetivo: talvez a razão pela qual vocês não desejam ter um filho(a) de tal jeito é por medo de ele ser infeliz. Ele pode, sim, ser infeliz. Como qualquer pessoa pode. Mas não vão colocar a culpa na preferência sexual. Esta pode ser um fator, assim como pode não ser. O que causa a auto-repressão é o “medo” da sociedade. Vocês podem pensar “não queria que meu filho fosse gay porque a sociedade não perdoa”. E certamente vocês não fazem parte dela? É por causa de pessoas como vocês que os gays sofrem! Porque hoje em dia é difícil encontrar alguém declaradamente homofóbico. Os homofóbicos se escondem atrás das frases “não tenho nada contra, desde que meu filho não seja um”, “não tenho nada contra, desde que não se beijem na minha frente”. E é por causa de gente assim que ainda há o sofrimento. Caralho, ninguém tá te obrigando a ser um, apenas respeite, aceite! Se você prima pela felicidade de seu filho ou filha, respeite-os e aceite-os como eles são!

  • Fernanda

    oi

  • Denis Russo Burgierman

    Kflor,
    Homens heterossexuais frequentemente sentem-se atraídos por e se excitam com a visão de duas mulheres fazendo sexo. Mas excitar-se com a visão de dois homens fazendo sexo é sim considerado indício de homossexualidade ou bissexualidade.

  • Denis Russo Burgierman

    Pessoal,
    Acrescentei lá no texto os links para as pesquisas.
    Perdoem também a demora para alguns comentários irem para o ar. Por algum motivo, o anti-spam resolveu implicar com todo mundo hoje…

  • Denis Russo Burgierman

    Pois é,
    Eu não sabia que a palavra “viado” é uma abreviação de “transviado”, um termo pejorativo usado no passado para designar homossexuais. De qualquer maneira, o dicionário registra, por aproximação, o uso da palavra “veado” para designar homossexuais. Portanto, é uma escolha válida.

  • paulomalettaoliveirajunior

    a,minha,sicera opinião, é,a,seguinte,não,se,deve,nunca,criticar,,os,gays,lésbicas,bissexuais,homossexuais transsseuais,e,simpatisantes,nunca,,se,deve,criticar coisas da qual você,não,entende,vamos,a exemplo,você,gostaria,que,fossem,publicadas,em,várias,coisas,da,sua,vida,das,quais,m muitas,são,grandes,e,assustadoras,fofocas,que,não,tem,nada,à haver,com você,e,mais,uma,coisa,você gostaria,de,vêr,publicadas,na,internet,revistas,como,g magazine,outras,,fotos,suas,sem,nehuma,peça,de,roupa,ou,seja,tolalmente,nú,dos,pes,até,a,cabeça,e,mesmo,que,viesse,a,reclamar, é apresentada,a,você,uma,permição,enviada,a,você, pôr,diversas revistas,em,grande,parte,das,vezes,em,situações,bem,constrangedoras,é,muito,facil, você,criticar,ou,inventar,algo,sobre,alguma,pessoa,famosa,e,publicar,,na internet,em,várias,diversas,paginas,de,internet,,e,fotos,do,mundo,inteiro é,muito,facil,você,criticar,pessoas,que,pôr,vezes,pode,ter,uma,vida,muito,melhor,que,a,sua vida,mas,odeia,ser,criticado,e,,jugado,e,é bom,se,lembrar,de,um,fato,se,você,for,denunciadoa,a,policia,e, à comiçaõ dos direitos,humanos,,você,poderá,ser,preso,e,jugado,e,eu,te,garanto,a,pena,pode,ou,ate,bem,grave,com alguns,anos de prisão,dependendo,do,caso ,.

  • Thiego Santana

    Eu acho que o termo é realmente veado.

    Em algumas espécies de cervo, dois machos disputam uma fêmea em uma briga. O macho perdedor “fica” com a fêmea, e depois da cópula, ele “come” o outro macho, afim de desinchar o escroto. Por isso se usa VEADO.

  • ADONIS

    LEMBRO QUANDO SOFRIA BULLYNG DE UM HOMOFOBICO NA ESCOLA – ELE ZOAVA MUITO,ME HUMILHAVA,AMEAÇA BATER EM MIN DURANTE TODO O ANO. NO FINAL DO “MES DE OUTUBRO” EU ESTAVA COM MEDO E ODIO ACUMULADO ,ELE SENTOU NA CADEIRA E EU EXPLODIR: PARTIR COM TODO MINHA FORÇA PRA CIMA DELE ,BATI TANTO QUE MANDEI ELE POR HOSPITAL ,TODOS FICARAM SABENDO BRIGAR.QUANDO ELE VOLTOU DO A FRENQUENTA A ESCOLA ELE VEIO E PASSO A MÂO NA MINHA BUNDA E PENIS,PEDIU PARA IR NA MINHA CASA. ESTÁ MATERIA É SUPER VERDADE! HOJE ELE É EVANGELICO E CONTINUA A PERSEGUIR OS GAYS. HIPOCRITA IMUNDO!

    (ADONIS VS RAMON,ELE SE CHAMA RAMON )

  • alan kevedo

    Quando criança íamos passar férias, na fazenda do meu tio, próxima da serra Dourada e do rio Araguaia, em Goiás. Lá, tudo macho, a gente via boi com boi, macaco com macaco, bode com bode, jacaré com jacaré. Havia um jacaré que era uma “bichona”. Não vimos nenhum homofóbico, isso por que os de lá eram viados com i e os de cá são veados, com e?

  • WESLEY

    Mais uma pesquisa sem embasamento técnico-científico confiável. Estímulos sexuais definem o homossexual? (kkkk) essa é boa! Meu cachorro é homossexual? Pois ele costuma montar em outros machos mas não se acasalam é apenas uma forma de mostrar que o macho de seu território é ele, e quem acasala com as fêmeas é ele, é apenas uma forma dos outros machos se submeter à vontade dele, por isso o meu cão é gay (Psicologia animal)? Se o homem ou mulher não aceita o comportamento homossexoafetivo e apenas os tolera ele é gay? TOTALMENTE INCONCLUSIVA! Só pelo fato de ter um ‘anel peniano’ já é o suficiente para um estímulo causar uma ereção, não significa que a pessoa seja gay ou tem um determinante comportamental escondido. Tentam a todo custo impor seus comportamentos sexuais com pesquisas inconclusivas, essa pesquisa não disse nada e não provou nada, se um homem ou mulher diz que não é homossexual não é ponto. Estimular o sexo de qualquer maneira inclusive da que foi estabelecida não é conclusivo é estimulativo, mostrou nessa pesquisa algum gene gay? Não! Mostrou pessoas que tiveram estímulos sexuais após seus órgãos independente de vídeos héteros ou homos serem tocados por alguma coisa ou alguém. A Pesquisa é inconclusiva. E sobre direitos temos a Constituição Federal que abrange toda a população, homens e mulheres independentes de suas atitudes sexuais, jurista tem uma frase que diz: ‘A justiça não ajuda aqueles que dorme’. Todos são amparados por forma de leis, vai atrás de seus direitos quem quer. PESQUISA INCONCLUSIVA! OPINAR É UM DIREITO E NÃO UMA ATITUDE QUE É DIFERENTE DE COMPORTAMENTO, POIS COMPORTAMENTOS DEFINEM O QUE SÃO, OPINIÕES É UMA ACEITAÇÃO OU NÃO, IN- CON-CLU-SI-VEL!

  • Denis Russo Burgierman

    Oi WESLEY,
    Seu comentário ficou um pouco confuso, mas vamos por partes…
    Não é mesmo muito adequado dizer que seu cachorro é gay, porque a palavra “gay” é um termo da cultura humana, que não pode ser simplesmente aplicado a animais. Mas pode-se sim falar de “comportamentos homossexuais” e de “comportamentos homoeróticos”. Há uma longa lista de comportamentos homossexuais em praticamente todas as espécies mais complexas, principalmente aquelas com estruturas sociais mais sofisticadas. Por exemplo, há muitos animais que fazem penetração genital entre indivíduos da mesma espécie, ou que estimulam os genitais de parceiros. Há também vários exemplos de casais do mesmo sexo que criam filhotes juntos, ou que formam famílias dessa maneira. Tudo indica que é a religião humana que criou essa ideia de que as famílias são sempre formadas por um homem e uma mulher: a biologia mostra, para além de qualquer dúvida, que na realidade existe uma grande diversidade de comportamentos sexuais, sendo o arranjo tradicional macho X fêmea apenas uma possibilidade entre muitas.
    Agora, a história do pletismógrafo vcocê realmente não entendeu bem. Preste atenção: os cientistas colocaram o aparelho em homofóbicos e em não-homofóbicos. Em todos eles, o pinto cresceu quando passou o vídeo do casal heterossexual e o do casal de lésbicas. Mas, quando passou o filme do casal de dois homens, houve uma diferença clara e marcante entre os dois grupos. Os homofóbicos, em sua maioria, tiveram ereção. Os não-homofóbicos não. Portanto, a razão da ereção não foi a estimulação do pletismógrafo (se fosse isso, os dois grupos teriam reagido da mesma maneira).
    Agradeço o comentário.
    abs!

  • Pingback: ((( TRETA ))) › Alegria, Alegria!()

  • klatoo

    Respeito as opções sexuais de qualquer pessoa.
    Cada qual deve cuidar de si mesmo da melhor maneira possível, respeitando para ser respeitado, cumprir as leis e buscar a sua felicidade/realização.

    Mas, se alguém próximo ou da família assume opção sexual diferente do “padrão”, obviamente que temos de cuidar de tal coisa com sutileza, sensibilidade e inteligência.
    Sabemos que por causa da ignorância galopante que assola o planeta, isso às vezes se transforma em martírio, causando grande dor e sofrimento para algumas pessoas.

    Meus pontos de vista sobre o assunto:

    1) “Opção Sexual” a cada dia vai ocupando mais e mais espaço na mídia mundial;
    2) A cada dia está se tornando “natural” pessoas saírem dos “armários”;
    3) Está causando mudanças estruturais na forma do viver nas sociedades;
    4) Estão vindo à tona verdades que estavam/foram encobertas por “padrões de conduta” de sociedades repressoras, antiquadas e ultrapassadas;
    5) Por falta de compreensão, e grau e nível de consciência baixos, as sociedades estão a cada dia mais conflituosas e desarticuladas (ainda que aparências enganem);
    6) A violência, o medo, a insegurança, a pressão econômica em países vivendo “fins de ciclos”, o excesso de informações (a maioria inúteis), a mídia deturpante e agressiva, etc., entre outras, crescem assustadora e exponencialmente.
    7) Um colapso inevitável e perigoso se aproxima rapidamente.

    A percepção que tenho sobre o assunto do post em particular, é: temos que ver tal coisa do ponto de vista dos “pólos opostos”. (“opostos se atraem, iguais se repelem”).

    Nossos corpos manifestam-se ‘eletricamente” (corpos masculino-feminino – positivo-negativo), portanto, “por default” (rs), são atraídos pelos pólos opostos e repelidos pelos iguais.

    Pela natureza “das coisas”, isso “deveria” ser assim. Mas, o ser humano não está respeitando e seguindo esta Lei. E porque não?

    Sabemos mentes estão cada vez mais confusas e perturbadas.
    Desde de tempos imemoriais causamos desarmonias, desequilíbrios e contrariamos Leis da Natureza Humana e planetária – em todos os sentidos.

    Como não sabemos tratar tal coisa, não sabemos nos conduzir perante desafios desse tipo, entre tantos outros, a coisa perdura, avança perigosamente – e vai causando cada vez mais transtornos nas sociedades.
    Acompanhamos na mídia mundial crescentes desavenças e instabilidades generalizadas.

    De nada adianta “caçarmos” culpas e culpados. (Isso é ilusão: nunca existiu).
    Tais coisas são frutos da ignorância. Em ‘última instância': as coisas são como são!

    É ingênuo e estúpido vermos/tratarmos tanto a repressão sexual, quanto a divulgação e a banalização da mesma, como algo inofensivo, normal e natural.
    Não é, e sabemos que não é!

    Sabemos estar afetando o equilíbrio do viver humano e contribuindo para que a sociedade fique cada vez mais insana e perturbada.
    Eu não tenho dúvida disso!
    (REPITO: não estou dizendo que opções sexuais são “causa” de alguma coisa; pelo o contrário, são consequências).

    Enfim, em vez de nos pré-ocuparmos com “armários”, com o que pensam de nós, como nos veem, etc., que são coisas secundárias, deveríamos nos ocupar em nos “Curarmos”.

    Todos nós precisamos de Cura!

    Uns da homofobia, outros da raiva, outros tantos da maldade, da preguiça, da maledicência, da inveja, luxúria, gula, etc… Ou todas elas juntas!
    Mas, a maior cura que precisamos é a do “monstro chamando “ignorância”.

    Isso é inegável: a sociedade está cada vez mais doente.

    *** opinião, percepção e ponto-de-vista=vista-de-um-ponto – de uma pessoa “comum”.

    • Guilherme

      Por favor. A homossexualidade não é algo novo. Ela está presente desde o surgimento do homem e em muitas culturas era considerada comum. Veja você, até mesmo povos da antiguidade tinham pontos mais evoluídos que nós. A homossexualidade nem tão pouco é algo exclusivamente humano. Existem práticas homossexuais entre inúmeras espécies animais. Vai me dizer que tais animais também apresentam confusão de pensamentos? Não sei exatamente porque, mas a homossexualidade é sim natural. Ela tem a sua razão de ser!

  • Anonymous

    Até pode ser verdade, mas 64 pessoas estudadas em 1996 e uma conclusão sobre o comportamento de bilhões… é só pra vender mesmo, pois de científico, passou longe.

  • Anônimo

    Até pode ser verdade, mas resumir o comportamento de bilhões com resultados de uma única pesquisa, com 64 pessoas…. é só pra gerar polêmica e vender revista. De científico ou de jornalístico sério, passou longe.
    “Mas, a maior cura que precisamos é a do “monstro chamando “ignorância””

  • Renata Lustosa Barbosa

    Excelente !!!
    Você sempre me surpreende Denis!!! Estive ausente, porque estava em greve com minha categoria e isso me absorveu totalmente. Depois de um mês lutando bravamente, conseguiram nos obrigar a voltar sem ganhar praticamente nada! Estou enojada até agora de tanta canalhice que presenciei … enfim meu amigo, te ler sempre me ajuda a reconstruir os alicerces da minha humilde casinha que vive desmoronando, me ajuda a continuar acreditando num mundo melhor … Muito Obrigada ! Um forte abraço

  • http://burgierman@gmail.com denisrb

    Anônimo, ninguém aqui está generalizando o comportamento de bilhões. Apenas estou relatando os resultados de uma pesquisa, mencionando uma segunda (cujo link está no texto e você pode procurar) e informando que, até onde os dados explicam, essa é a melhor explicação que a ciência tem do tema. É assim que a ciência funciona.

  • Leandro Aquino

    Por Mais Que Você Negue, O Seu Pinto Nunca Vai Mentir!

    PC Siqueira

  • DaddyCool

    É uma pena que a revista super-interressante não pesquisou muito sobre o assunto. Qualquer pessoa que trabalhe com ciência séria se sente envergonhado com a total ignorância da maioria dos comentários. Obvimante que homofobia é um absurdo, mas voltando a ciência! Esse resultado é bastante questionável. Já se sabe a muitos anos que ereção pode ser causada por vários motivos, um deles é RAIVA. O que perfeitamente justificaria o resultado encontrado pelos autores, apesar de aparentemente todo mundo ignorar esse fato. Até mesmo em uma pesquisa rasa no Wikipedia (artigo: Latent homosexuality) vcs podem achar outras hipoteses para justificar esse resultado, diferentes da hipotese mais polemica publicada aqui, que é o fato de homofobicos serem homossexuais.

  • http://burgierman@gmail.com denisrb

    DaddyCool,
    Verdade, foi aventado por alguns comentaristas (e pelos próprios autores do estudo) a possibilidade de que a ereção fosse causada por ansiedade ou raiva. A hipótese, no entanto, não foi testada e não parece muito realista, até pela diferença significativa nos níveis de ereção. Nesse sentido, o estudo feito na Inglaterra (há um link acima para um texto do New York Times a respeito dele) há poucos anos com imagens de ressonância magnética e associação de palavras reforça a ideia de que homofobia é um sintoma comum de orientação sexual reprimida.

  • Anderson Fernandes

    Direitos iguais sim, privilégios não…

  • Robson

    dizem que a matéria tenta diminuir a masculinidade dos héteros…
    mas a questão é: hetero que é hetero nao liga pra quem ta dando o cu,

  • Guilherme

    Qualquer tipo de violência deve ser considerada crime e alvo de repúdio. Não há argumentos que provem o contrário. Sendo assim, a homofobia já devia ter se tornado crime há anos. Simplesmente não entendo o nível de ódio de uma pessoa que se opõe a isso.

  • Jean

    Como sou formado em ciências ocultas e letras apagadas e tenho pós graduação em máquina de escrever elétrica ai vai: Pra mim é viado quem chama os outros de viado, é viado quem não deixa os viados em paz, é viado aquele que briga por viadagem, é viado essa cambada que vive fazendo leis que não servem para nada, é viado quem quebra lâmpada na cara dos outros e principalmente quem fica perdendo tempo escrevendo viadagem aqui também…Perai puts sou viado também!!!

  • http://ñtenho Fabio de Araùjo Alves

    eu acho tudo isso uma babaquisse.

  • Yarak

    Muito interessante mesmo.
    Eu só não entendo o porque dá comunidade LGBT ser tão contra a idéia do surgimento de uma “cura” para o homossexualismo. Alguns afirmam que é impossível porque a pessoa traz isso no DNA, mas acho que no momento em que conhecemos dois irmãos gêmeos, um hetero e o outro homo, essa teoria cai por terra. Se as pessoas podem mudar de sexo: por quê eu, gay, não posso mudar minha sexualidade?
    Até mesmo pesquisas neste sentido são suprimidas.
    Devemos respeitar as escolhas de cada um e tratar a todos igualmente, não porque somos diferentes mas porque somos iguais.

  • Hebert

    […] Mas pessoas que nascem gays em ambientes repressivos muitas vezes aprendem a suprimir a homossexualidade e sentem raiva dela[…]

    Segundo a biologia e a antropologia , não existe ordem cromossômica homossexual, pois homossexualidade não é fator genético, mas sim comportamental. Um teste que nem sabe diferenciar isso não pode ser levado a serio.

  • adilson

    Eu não fico em cima do muro,não sou homofóbico e não gosto de viadagem.Não me sentiria bem com um cara falando afeminadamente do meu lado por muito tempo,não teria uma reação violenta em hipotese nenhuma.Aprendi a conviver com o oposto,sem me importar.E homofobia não é coisa de veado,homofobia é sentir ojeriza a viado.E acredito que bôa parte da raça humana,vendo uma cena de sexo,pode ter algum tipo de
    impulso involuntário.Que graça tem ver dois homens se atracando,sem ser no MMA ou UFC.É nojento,é de causar asco.Como disse no início,não fico em cima do muro.A midia gosta desse papo de viadagem,porque existe muita gente famosa que quer sair do armário.

  • Danilo

    Psiquiatra Flávio Gikovate prega extinção dos termos ‘hetero’ e ‘homo’

    No futuro, haverá uma troca erótica “mais lúdica” entre as pessoas e a identidade sexual do parceiro não fará a menor diferença, quer dizer: definições como “homossexual” e “heterossexual” devem deixar de existir e todos poderão circular livremente entre relacionamentos afetivos com pessoas do mesmo sexo e do sexo oposto.
    Essa é a mais nova e controversa ideia de “Sexualidade sem Fronteiras” (MG Editores, 136 págs., R$ 37,40), último livro do psiquiatra e psicoterapeuta Flávio Gikovate, 70. O médico, que calcula já ter atendido mais de 9.000 pessoas em consultório, está acostumado a causar impacto e a fazer sucesso falando sobre sexualidade.
    Reflexões sobre os dilemas sexuais e amorosos de seus pacientes são os temas de grande parte de seus 32 livros publicados e das colunas que assinou em jornais e revistas.

  • Sergio Xavier

    É divertido ver que a turma escreve expressando sentimentos, em especial a raiva. A conversa vai andando, andando, até que o sangue sobe ao cérebro e o sujeito aciona a CAIXA ALTA do teclado. Pronto. Passou a gritar. Como o papo é homofobia, isso fica mais latente. Ou seria latejante? Também é engraçado ver a fúria para negar a pesquisa, mesmo sem saber muito bem o que ela revelava. Vale lembrar que toda a turma que se ouriçou no filminho 3 negou com fúria qualquer empolgação. “Que isso, rapá, sou é cabra-macho!”

  • Caroline

    E os homoxessuais que vivem PEGANDO no pé de heteroxessuais tentando PROVAR que estes são homofóbicos quando não são? seria eles HETEROXESSUAIS camuflados? erustidos? fica no ar a pergunta pq agora so se fala em uma pessoa neste país sendo que MILHARES possuem a msm opinião. Quer dizer que não se pode ser contra nada que é homofóbico por favor…..Se vcs se acham msm os caras façam uma pesquisa sobre os que não suportam ver cristãos…….. são cristãos erustidos tbm…..essa é boa!

    DIREITOS ESTA MUITO LONGE DE PRIVILÉGIOS esta matéria é enganosa pq ninguem esta negando direitos a gays….

  • Troll

    Então, galera, descobri que sou um estuprador, pedófilo, zoófilo enrustido, e por isso, sou contra a liberdade de tais características sexuais. Desculpem, vou lá me prender

  • http://elizeucor20 Deus disse

    Se você tem um ladrão nas proximidades de sua casa que sempre invade a sua casa para roubar seus pertences quando não esta presente, é claro que você não vai gostar desse cara então quer dizer: Você quer ser ladrão ? segundo as pesquisas gay ” se você não gosta de uma coisa ou comportamento , no fundo gosta ou quer ser ”
    Todos os cidadão que foi bem crido sem distorção de valores e com princípios de família,
    sera contra a um comportamento gay e isso não é homofobia ! se você acha que sim então você é heterofóbico .
    Finalizando , a natureza não tem preconceitos e ela é heteronormativa !

  • Jhown Rody

    Pessoal vamos combinar uma coisa crianças não veem maldade em nada quem vê são os adultos o comentario da Adriana não tem cabimento a matéria é otima só não gostei do título ta muito ofensivo o autor deveria rever o título mais agora ja foi publicado assim deixa pra la esse estudo só prova que homofobicos são gays enrrustudos que não se acetam como são, e tem uma revolta por outras pessoas tem a coragem que eles não têm de se assumirem para a sociedade, detesto essas pessoas hipócritas que não tem a opinião própria que se preoculpa com o que os outros acham, penso o seguinte ” minha vida não enfluencia em nada na sua, ou de outra pessoa pois cada um tem o seu caminho e ou destino pra cuidar” o fato de eu ser homossexual ou não, não se diz respeito a você não vejo motivo, razão ou circunstância pra eu ser agredido na rua por ser homossexual por uma pessoa que nem se quer sabe o meu nome vamos cada um cuidar da sua própria vida que ja ta de bom temanho e ninguém sai ferido, machucado, preso ou condrnado por um crime seja ele homofobico ou não sera melhor pra todos concodam !?
    Obrigado !

  • Anônimo

    Gostei da reportagem e dos comentários. Infelizmente sou casada com uma pessoa muito ignorante, alias ignorância e uma coisa hereditária. Voltando ao assunto sou obrigada a escutar comentários que me deixam revoltada a respeito nao so de gays, mas de padres, pessoas negras(que meu marido a chamam de crioulas) judeus, nordestinos, deficientes e idosos. Enfim todas os que nao satisfazem sua opinião sobre “perfil estético e moral” que coisa horrivel

  • mgni

    Faltou respeito?!

  • Denis Russo Burgierman

    Hebert,
    Isso não é verdade. Hoje não há mais qualquer dúvida de que a homossexualidade é em parte determinada por fatores inatos. Todas as pesquisas mostram que há sim um componente genético que influencia a orientação sexual. É interessante olhar pesquisas que comparam gêmeos idênticos criados em famílias diferentes. Em 52% dos casos, segundo uma pesquisa conduzida na Universidade de Boston e na Universidade Northwestern, em Chicago, quando um irmão é gay o outro é também. Ou seja: claramente há um fator genêtico. Mas a genética certamente não explica tudo – e a mesma pesquisa mostra isso: em 48% das duplas de gêmeos univitelinos, um irmão tem orientação diferente do outro. Ou seja, a homossexualidadem como aliás todo comportamento complexo, é causada por uma combinação de fatores genéticos, hormonais e psicológico-afetivos.

  • http://marlenevieiraperez@hotmail.com Marlene Vieira Perez

    Acho desnecessário agora muito comentário sobre o assunto, já tem sido muito explorado em filmes, tv e todo tipo de mídia. Acho que fazem isto para vender revistas, ter ibope, etc. Se é tão natural por que tratá-lo de forma especial com exagero de atenção!!
    Aí tem. Sinto que as pessoas estão muito preocupadas em que descubram que são homofóbicas ou nada simpatizantes, por isso ficam na defesa acirrada. No momento temos medo e vergonha de dizer que somos héteros; claro que podemos nos excitar com cenas de sexo entre homos e sermos héteros, achei idiota essa pesquisa . Deviam empregar o mesmo tempo nos laboratórios em prol do câncer e em outros problemas mais urgentes para conservar a natureza, acabar com a fome e pronto!! Marlene Vieira Perez – MPerez

  • Denis Russo Burgierman

    Deus,
    Deixa eu ver se eu entendi sua analogia. Você está dizendo que não gostar de homossexuais é como não gostar de ladrões que ameaçam roubar sua casa? E, no caso dos homossexuais, o que exatamente eles estão tentando roubar?

  • Denis Russo Burgierman

    Caroline,
    Estou falando de direitos, não de privilégios. Casais heterossexuais têm uma série de dezenas de direitos que dizem respeito a deduções de impostos, acesso a plano de saúde, herança etc. E casais homossexuais exatamente nas mesmas condições têm esses direitos negados.
    Não sou a favor de privilégio para ninguém.

  • Pingback: Porto Alegre sediará evento sobre cultura digital | SCOMBROS()

  • http://dimitriusborges@gmail.com Dimitrius Borges

    Só digo um nome: MARCO FELICIANO!

    • Lukas

      Não se pode interpretar esses projetos de leis – como o do Marco Feliciano – como eles realmente são, porque eles na verdade são respostas a outros projetos de leis, porém no polo extremo oposto, como o projeto lá do KIT Gay. Pensem nisso. O que o Marcos quer é só deixar tudo igual: justiça. Pois nem um nem outro consegue, até hoje, suprimir o seu projeto contra-proposto. Desejo mais neurônios pra nós, pra que se liguemos a esses lances políticos.

  • Lukas

    Isso não quer dizer nada. A ereção muitas vezes pode ser involuntária, sem que se possa contê-la, de forma que não necessariamente a pessoa testada estaria sendo atraída sexualmente, se simpatizando à prática ou se excitando com o que vê. Eu que não estaria.

  • Gleison

    Olha, só desenhando
    veado é um termo vulgar, gay é um termo mais culto
    Me surpreende uma revista do nype da super se valer de expressões populares.

  • Denis Russo Burgierman

    Gleison,
    A escolha foi proposital: escolhemos um termo incômodo, tradicionalmente usado por homofóbicos.

  • Denis Russo Burgierman

    Exato, Lukas,
    A ereção é involuntária e por isso mesmo o fato que de que o grupo de homofóbicos teve e o de não-homofóbicos, vendo o mesmo vídeo, não teve, é revelador de desejos reprimidos.

  • http://nei.esteves@gmail.com nei esteves

    Intuitivamente eu sempre achei isso, esses caras que tem um odio absurdo e batem nos gays, deveria ser boilismo enrustido, o cara so pode estar tentando matar o outro, com a itenção de matar o lado boiola dele mesmo.

  • Rafael

    Na minha opinião, assistir vídeo porno gay e de dar repulsa, maldade foi os pesquisadores colocarem os videos na sequencia HM, MM, HH(onde H=homem/M=mulher), isso também deveria ser randômico; não vou dizer que sou homofóbico, tenho até amigos gays, mais nunca vou aceitar a decisão de alguém se tornar gay, tendo em vista que gay e condenado na bíblia, Deus ama os gays da mesma forma me ama, acontece que Deus reprova a atitude dos gays, todos tem a mesma chance de salvação, enfim essa pesquisa levou em conta poucos fatores, muito pobre em conteúdo estudado…

    • Rafael

      “Hebert disse:
      5 de maio de 2013 às 6:36
      […] Mas pessoas que nascem gays em ambientes repressivos muitas vezes aprendem a suprimir a homossexualidade e sentem raiva dela[…] Segundo a biologia e a antropologia , não existe ordem cromossômica homossexual, pois homossexualidade não é fator genético, mas sim comportamental. Um teste que nem sabe diferenciar isso não pode ser levado a serio.”
      (quem gostou do que o Hebert disse copia e cola ae 😀 )

    • Kamus

      So complementando, gays serão a escoria da sociedade, sabe porque ?
      Porque eu sou vidente(analogia), baseio todo meu poder de vidente na bíblia, e quer saber do futuro ?
      Eu vos digo o futuro então:
      Romanos 1:24,27
      “Gays vão se multiplicar…”
      Mateus 24:7
      “Nação contra nação…”
      Mateus 24:7
      “Haverá fome…”
      Lucas 21:11
      “Haverá grandes terremotos…”
      Lucas 21:11
      “Haverá… epidemias em vários lugares.”
      Mateus 24:10,12
      “As pessoas ‘trairão umas às outras’ e “o amor da maioria se esfriará…”
      2 Timóteo 3:2,3
      “Os homens serão amantes de si mesmos, amantes do dinheiro, . . . sem afeição natural.”
      Mateus 24:14
      “Estas boas novas do reino serão pregadas em toda a terra habitada.”

      E quando Deus vir, TODA terra se LAMENTARÁ; sinto vergonha de fazer parte dessa sociedade lixo que tira a bíblia das escolas, que fazem as leis sem consultar a bíblia (antigamente a bíblia era o aio para as leis), por isso gays querem direitos, corrupção são impérios intransponíveis(sim, só vemos o que esta na superfície, tem mais podridão do que se imagina), terremotos e sinais só vão aumentar daqui pra frente, quero nem ver o futuro desse mundo falido, que vive de imagem, o que isso perante o Deus vivo? Eu digo a vocês, nada, Deus falou e não se discute. #ficadica

    • Walter Hétero

      “Hebert disse:
      5 de maio de 2013 às 6:36
      […] Mas pessoas que nascem gays em ambientes repressivos muitas vezes aprendem a suprimir a homossexualidade e sentem raiva dela[…] Segundo a biologia e a antropologia , não existe ordem cromossômica homossexual, pois homossexualidade não é fator genético, mas sim comportamental. Um teste que nem sabe diferenciar isso não pode ser levado a serio.”
      (Quem curtiu, copia e cola 😀 )

  • Sebastian

    Ainda bem que não tenho medo de homossexuais e por isso não sou homofóbico. Só não concordo com eles querendo ditar o que podemos ou não dizer em qualquer mídia e transformar piadas e opiniões em crimes.

    Homossexual não é raça, como um negróides, asiáticos e caucasianos, e nem no DNA está pois não é fator genético e sim um comportamento.

    Se formos começar a ser obrigados por lei a aceitar qualquer comportamento desnatural logo teremos de perdoar e aceitar estupradores e pedófilos.

  • Pingback: Homofobia é coisa de veado | O Diário de Todos os Dias News()

  • JOTA

    COISA DE BICHA É CENSURAR O LIVRE PENSAMENTO

    ME VEJO NO DIREITO DE GOSTAR OU NAO GOSTAR DO QUE EU QUISER

    NINGUEM VAI REPRIMIR O QUE ACHO PQ:

    NÃO GOSTO DO MOVIMENTO GAY

  • Airton Lima

    deus te ama, irmão !!!… deus te quer feliz, irmão !!!… deus quer gozar gostoso com voce !!!… deus te ama, irmão !!!

  • Denis Russo Burgierman

    JOTA,
    Veja bem, de maneira nenhuma eu quero restringir sua absoluta liberdade de gostar ou não do movimento gay, ou de qualquer outro movimento. Gostar ou não é livre.
    Agora, se acreditarmos que vivemos numa democracia, ainda que não se goste deles, pessoalmente, não faz sentido defender que uns seres humanos tenham menos direitos que outros.

  • Nina

    Umas perguntinhas básicas: Se os homossexuais já têm direitos iguais aos héteros e recebem o mesmo tratamento social, por que tão poucos se assumem publicamente? Por que a esmagadora maioria se esconde em casamentos de fachada, na religião, na hipocrisia?

  • Nina

    Umas perguntinhas básicas: Se os homossexuais já têm direitos iguais aos héteros e recebem o mesmo tratamento social, por que tão poucos se assumem publicamente? Por que a esmagadora maioria se esconde em casamentos de fachada, na religião, nas psicoses e neuroses, na hipocrisia?

  • Pingback: sobre homofóbicos | Vida Incoerente()

  • fernandu z-luciu

    todas essas discussões de hoje são possíveis não por causa da internet ou redes sociais, mas da democracia; o homem, na minha opinião, é essencialmente discriminatório ou fechado às outras sociedades que não a dele, é assim na história da humanidade; tão-somente quando as classes menos favorecidas começam a ter certa contingência, é que são questionados os seus direitos, apesar de seus deveres já possuir regulamentos na constituição ou um código de leis e costumes e tradições num país, numa comunidade……………………………………………………………………………

  • Junior Doclo

    Na boa, se não fosse pela criação que nós temos, a maioria das pessoas do mundo sentiria tesão e transaria com tudo que fosse possível (homens, mulheres e se bobear, até animais)… Isso de se excitar é meio bobagem…

    Dizem que muitas das mulheres que já foram estupradas “ficaram excitadas” enquanto sofriam a violência. Isso não quer dizer que elas estavam gostando ou queriam isso.

    Pra mim, alguém, que olhando parar outra pessoa do mesmo sexo nua, se sente excitado não necessariamente é homo(bi)ssexual. Pelo menos pra mim, opção sexual é questão de escolha.

    E nenhuma escolha deve ser superior a outra. Cada um faz o que quer da vida (desde que não prejudique terceiros, que é o caso da opção sexual!!!). Os direitos e deveres devem ser iguais para todos.

    Isso não invalida a reportagem, pois, realmente, muitos desses homofóbicos agem dessa forma para reprimir seus desejos, sejam eles gays ou “potencialmente” gays.

    Em tempo: Reprimir desejos não necessariamente é algo ruim. Pelo contrário, é natural, é o que nos diferencia dos animais. Mas no caso, ser gay não é crime. Logo, a repressão ou não desse desejo deve ser uma escolha individual e não imposta pela sociedade!

    Em tempo²: To cagando e andando para essas classificações… Se só de pensar em fazer já fez, a maioria das pessoas do mundo (eu inclusive!) seriam infiéis, bissexuais, incestuosos, ladrões, assasinos, etc…

  • Müller

    Compro a revista superinteressante regularmente e nesta edição onde aparece esta reportagem que “Homofobia é coisa de veado”, fiquei meio atrapalhado no meu entendimento e nos meus conceitos. Aprendi que HOMOFOBIA (medo de igual) é uma doença, assim quem tem medo de altura, de água, de insetos, etc.. e a característica das pessoas que tem esta doença é o isolamento por medo, não conseguem ficar no meio de pessoas. Se buscarem um prefixo em grego e juntarem com o sufixo latim, estarão deturpando o sentido da palavra, ambos tem que pertencer a mesma língua, se não vira um balaio de gato a nossa linguagem. Quem tem raiva de pessoas, são intolerantes, preconceituosos, misândricos e outros termos específicos para este mal. Então quem não gosta e agredi seu semelhante é Anti (contra) e não Homo (igual). Vejo a imprensa e até intelectuais massificando esta palavra de forma errada, prejudicando quem sofre desta doença.
    Pode ser que provem que estou errado, ai vou rever meus conceitos, que algum momento da vida me ensinaram errado.

    • Denis Russo Burgierman

      Caro Müller,
      O termo “homofobia” foi criado pelo George Weinberg num livro publicado em 1971. O termo realmente é alvo de críticas, inclusive porque há um erro em sua etimologia. Homofobia é a junção de dois termos gregos: “homo” (igual) e “phobos” (medo, aversão), e portanto a palavra deveria significar “medo do igual”. Há quem proponha como alternativa a palavra “homofilofobia”, ou seja, “medo de quem ama o semelhante”. De qualquer maneira, o termo foi aceito pela academia e, nos anos 1970, foi definido por psicólogos e tornou-se conhecido no mundo todo. Portanto, o uso consagrou-se e ele é comumente usado, apesar das críticas.

  • Susazam

    PC Siqueira!!

  • Junor Caesar Arantes

    Se Homofobia é coisa de veado, pois todo homofobico é um veado(homem ou mulhaer) no armário, então heterofobia é coisa de macho, pois todo heterofobico é um homem ou mulher que se sente atraido pelo oposto mas não volta a traz pois revelou que é homossexual?

  • Renan

    VLADIMIR PUTIN: NÃO QUERO SABER DE DESORDEM NA RUSSIA!
    ENQUANTO AQUI AINDA SEGUE “TUDO AO INVERSO” – ESPERAMOS MUDANÇAS – V PUTIN SEGUE NA DIREÇÃO CERTA, BANINDO AOS POUCOS O MARXISMO DO PAÍS!
    Tempos atrás, pressão dos ortodoxos, a Russia vetou pelos próximos 100 anos os desfiles gays; estão moralizando-se, conhecem como ninguém os efeitos deletérios do niilista comunismo: a Rússia se tranforma em bastião da ética-moral cristãs: agora, O KIT GAY FOI PROIBIDO NA RUSSIA!
    A Duma – Câmara russa – acaba de aprovar quase unanimemente (436 votos numa câmara de 450 deputados) restringindo informações sobre “relações sexuais não tradicionais”, ou seja, não se poderão dirigir a menores de idade propagandas ou informações sobre a homossexualidade, e defronte o edifício onde decidiam nessa quarta 12/06/13 houve manifestações contrarias dos ativistas pró gays/glbts, a policia agiu rápido e deteve 30 pessoas dentre seus simpatizantes.
    Chegaram à conclusão que marxismo em si, além de LOUCURA, caso de HOSPICIO, constroem seus governos apenas sob povo alienado por drogas e ideologias niilistas, corroem as mentes dos cidadãos e ainda destroem a nação, já sucedido ao povo russo anteriormente.
    O Brasil precisa recristianizar-se, remoralizar-se; os russos perceberam que estabilidade existe apenas sob o tronco judaico-cristão, no cristianismo, e os brasileiros precisam deixar de ser idiotas sem reclamar de imposições por sobre a fé cristã, tentando escravizar o povo no marxismo ainda elegendo o PT, excitando ódios entre classes e pessoas, marxismo é uma doutrina satanista sob a bandeira de 5 pontas , o pentagrama satânico e do idem confesso Marx, e onde adentra inferniza, bastando olhar a violência na Venezuela desabastecida e a ilha-prisão Cuba, uma quase favela, com seus sanguinarios ditadores depois 50(CINQUENTA, isso mesmo, CINQUENTA) anos de fracassado regime comunista, só falsa propaganda!
    E Vladimir Putin, instituirá lei na próxima semana que desaprovará casais gays de assumirem um filho!
    E a Assembleia russa por proibir, institui multa e prisão por ‘propaganda gay’ de pessoas físicas e de empresas de mídia aos infratores, incluindo-se no pacote discriminação às religiões!
    E aqui, que faz a CNBB para defender os católicos – interpelemo-nos – aliás suspeita de uma banda comunista imperar lá dentro e a emudecer, apenas defender “Mãe Terra” e outros humanismos, e sobre a fé apenas emitirem-se pífias notas condenatórias e seriam os “teólogos da TL/PT”…

  • Beatriz

    Li essa matéria só porquê o PC Siqueira recomendou!:)

    • Denis Russo Burgierman

      Recomendou, foi? Não vi… Onde tá? Valeu!

  • Paulo Tejo

    Tramita no YOUTUBE um vídeo de nome

    “PROJETO DE CURA EVANGÉLICA E RELIGOSA.”

    http://youtu.be/YgNDDPmrQQA

  • kalistor

    to aqui por causa do PC

  • Pingback: Projeto para CURAR GAYS | No Seu Tubo()

  • Pingback: Projeto para CURAR GAYS | Videozinho()

  • Pingback: Superlistas | 10 pessoas que lutam contra a homofobia e a transfobia mundo afora()

  • Pingback: Pesquisa científica revela que homofobia é resultado de desejo reprimido pelo mesmo sexo | Jovens de Esquerda()

  • Pingback: Homossexualidade, Naturalidade e Paganismo Nórdico | Ásatrú & Liberdade()

  • Felipe Costa

    A chamada da matéria está correta, homofobia é coisa de veado. Você não vai encontrar nenhum homem convicto falando de homofobia, mas o conteúdo do texto não tem nenhuma credibilidade e não cita nenhum estudo científico publicado por qualquer fonte acreditada ou revista científica. Isso é pura propaganda gay sem nenhum fundamento. A Associação Americana de Psicologia é reconhecida mundialmente como um aparelho do movimento gay internacional para difusão de propaganda travestida de pseudo seriedade.
    Não existem direitos homossexuais no Brasil. A Constituição Federal estabelece que todos são iguais perante a lei e que a entidade familiar é formada entre o homem e a mulher, art. 226 § 3º. O Supremo Tribunal Federal não tem nenhum poder para contradizer a Constituição. Casamento gay vale o mesmo de um cheque sem fundos no Brasil.

    • Geraldo

      Encontramos um dos que teve ereção com o video gay.

      • Felipe Costa

        Deve ser o pai dele.