Blogs

Posts da categoria ‘robôs’


Homem substitui olho por câmera de vídeo

29 de agosto de 2011

Aos treze anos, Rob Spencer sofreu um acidente e perdeu seu olho direito. Há três anos, o olho foi removido – o que mudou todos os conceitos de Spencer. Primeiro, o diretor de vídeos colocou um projetor de LED vermelho no lugar. Não foi uma decisão permanente: agora, em vez do projetor, Spencer tem uma câmera de vídeo no lugar do olho.

Como o aparelho não é conectado ao cérebro, Spencer não recuperou a visão. Contudo, o aparelho funciona com a mesma lógica de um microfone de lapela: acompanha os movimentos do americano com base em um transmissor e um receptor. Tudo o que o olho de Spencer registra aparece em tempo real em um computador. De acordo com Spencer, “não foi um projeto fácil de desenvolver, mas é tão parecido com ficção científica que se tornou algo divertido”. Clique aqui para assistir a uma entrevista em inglês com o “ciborgue”.

Rob foi convidado para participar de um documentário sobre o assunto para os desenvolvedores do videogame Deus Ex: Human Revolution, que trata de um mundo repleto de ciborgues. Para ele, a tecnologia está se preparando para conceber humanos com partes do corpo robóticas. “As pessoas atualmente não pensam em cortar o próprio braço para substituí-lo por um mecânico. Mas se a tecnologia continuar nesse caminho… elas vão pensar sobre isso”.


Americanos criam pônei que cospe fogo para feira de invenções

3 de agosto de 2011

Te quiero!

Sabe qual é o melhor jeito de apagar os Pôneis Malditos da sua memória? Descobrir que existe um pônei robótico que cospe fogo e é acionado por um controle remoto de Wii.

Inventores americanos criaram esse protótipo divertidíssimo para exibir durante a Maker Faire de Detroit deste ano, que aconteceu no último fim de semana de julho. Além de soltar rajadas de fogo, o robô também mexe a cabeça para os lados. A melhor parte da história é que a invenção é uma adaptação de um brinquedo infantil – um pônei que não cospe fogo originalmente, por sinal -, que foi transformado nessa doce máquina mortífera. O robô é chamado carinhosamente de Meu Pequeno Pônei Cuspidor de Fogo por seus criadores.

É, parece que os pôneis não andam de bom humor ultimamente.


Como comemorar o Dia do Beijo por meio da tecnologia

13 de abril de 2011

Se você leu o título desse texto e entrou em pânico, muita calma. Esse post não é uma ode ao modo #foreveralone. O que acontece é que existem tantas invencionices e geringonças relacionadas ao beijo que não dava para a data passar em branco. Ainda que a maioria das invenções abaixo seja mais engraçada do que romântica, é possível que alguma delas sirva de inspiração. Afinal, hoje é dia do beijo, e temos mais é que comemorar! ;) Olha só:

The Kiss Controller e Sound of a Kiss

Hye Yeon Nam é, definitivamente, o Don Juan da robótica. Uma de suas invenções mais famosas é o Kiss Controller, um simulador de boliche controlado pela língua. O game só pode ser jogado por duas pessoas, e o desafio é controlar a força e a posição da bola durante o beijo. O vídeo abaixo mostra como funciona:

Mas o inventor não parou por aí. Ele também criou o Sound of a Kiss, um dispositivo com dois sensores que produzem músicas de acordo com o toque das línguas durante o beijo. No vídeo abaixo, você confere a trilha sonora (um tanto robótica) produzida durante o beijo de um casal que estava junto há quatro meses.

Teste seu Beijo

Sim, esse aplicativo para iPhone existe e pode ser baixado de graça no iTunes. E não é o único! Tem também o app que ensina como beijar. É, existe aplicativo para tudo hoje em dia, não é mesmo?

A máquina de beijos

Apesar de parecer uma engenhoca esquisita, o conceito da máquina de beijos criada por Benjamin Cowden é até bem bonitinha. Enquanto uma pessoa fica na frente da máquina, pronta para dar um beijo nessa enorme boca vermelha – que solta um animado “I Love You!” quando encontra seu, digamos, alvo –, outra pessoa opera as roldanas para posicionar o beijo no lugar certo. Para Cowden, a ideia da máquina é demonstrar os sentimentos por meios diferentes, que pode ser um desafio quando estamos tão acostumados a expressa-los por email ou mensagens de texto. Bacana, vai?

E um extra: robôs beijoqueiros

Ok, esse vídeo não mostra exatamente um jeito de comemorar o dia do beijo, mas serve para mostrar que até robôs querem participar da data. Perceberam a mãozinha romântica de Janet, a robô, no ombro de Thomas? Puro romance. Os engenheiros levaram três anos para construir o casal de bustos animados, que podem fazer até seis expressões faciais. Ah, o amor robótico…


Mecânicos criam robô dragão que cospe fogo (é sério)

28 de março de 2011


O meu destino é ser star

Digam oi para El Grando. Esse simpático dragão de sucata é a maior sensação desde Rebecca Black dos últimos tempos, especialmente em sua terra natal, a Inglaterra. Criado pelos mecânicos Paka e Dan Peppiatt, Grando tem porte respeitável: mede oito metros de altura por um e meio de largura, além de ter pernas animadas que foram financiadas por um centro de pesquisas de Newscastle. Mas Grando seria apenas mais um na multidão de robôs mitológicos feitos de sucata se não tivesse um trunfo: soltar fogo pelas ventas. E, bem, pelo rabo.

Para garantir o show pirotécnico, Grando é equipado com tubos de borracha e válvulas internas compradas nos Ebay que compressam gás propano. Toda a engenhoca permite a regulação das labaredas de forma segura, embora o dragão não tenha tido uma vida fácil: seu pescoço de três metros quebrou recentemente, o que o obrigou a ficar a uma distância segura dos curiosos que o conheceram na Maker Faire UK, uma feira de inventores que acontece todos os anos.

El Grando quer ser grande. Seus criadores – que também tem um pé no mundo do teatro – desejam criar um show regular para exibir seu dragão de metal. Você pagaria para ver?


Réplica de personagem de Doctor Who surge misteriosamente em escola britânica

28 de setembro de 2010

Tá, isso é esquisito. Um grupo de professores da West Exe Learning Centre, uma escola britânica, encontrou uma réplica em bom estado de um Dalek – aqueles ETs robóticos e pouco simpáticos que atormentam a vida de Doctor Who com seus raios (e frases de efeito) exterminadores. A diretora do colégio, Sue Wiley, garantiu que não houve nenhuma procura pelo robô desde o dia em que o acharam no campus, no último sábado. “Nós realmente gostaríamos de encontrar o dono dele, já que estava ocupando muito espaço em casa e agora está acomodado em um armário”, explicou Wiley.

Mas o destino reservava boas surpresas para esta réplica de droide sanguinário e impassível. O Dalek foi doado ontem a uma loja especializada em antiguidades do cinema, pelo menos até ser inteiramente restaurado. A ideia é que o robô seja entregue a uma instituição de caridade no futuro. Sim, o mundo terá um Dalek benfeitor. Aposto que Davros não estava esperando por isso. Ah, as ironias da vida…

[Vi no Geekosystem]


Página 1 de 3123