Blogs

Tatuagem de código de realidade aumentada funciona no Nintendo 3DS

3 de maio de 2011

Marca Negra + Nintendo = tattoo de código?

Ainda bem que não falta gente criativa nesse mundo. Depois de jogar todos os games possíveis de realidade aumentada do seu novo Nintendo 3DS, o blogueiro americano cranberryzero resolveu fazer um teste e tatuar, no próprio braço, o código de um dos joguinhos. O resultado? Esse vídeo quase enlouquecedor aí embaixo.

De acordo com o blogueiro, a qualidade não é das melhores porque tentou gravar com uma mão enquanto manipulava o 3DS com a outra. A alteração leve das cores do desenho não interferiram no funcionamento do código, que ativou o game sem problemas. Bem interessante, não? Você faria algo parecido?

Essa é uma prática mais comum do que se pensa – muita gente tatua informações pessoais em forma de código QR no próprio corpo. Ainda mais agora, que ficou tão fácil criar um código. Esse site aqui, por exemplo, faz tudo automaticamente. E é por isso que resolvemos deixar um recadinho para vocês. :) Para entender a mensagem, você precisa de um leitor de códigos. Boa parte dos celulares atuais já vêm com esse dispositivo embutido.

qrcode

Até a próxima!

[PS: Lívia e Rodrigo, obrigada pelo aviso! Corrigido! :)]


Spak: jogue Tetris humano no Facebook!

26 de abril de 2011

Isso tá pior que metrô em horário de pico…

É oficial: tá cada vez mais difícil trabalhar nesse mundo. A marca de mochilas resistentes Eastpak conseguiu combinar um dos maiores símbolos de procrastinação da história, o Tetris (aquele joguinho viciante em que você deve encaixar peças umas nas outras para formar linhas, sabe?), com o maior símbolo de procrastinação de hoje em dia, que é o Facebook. O resultado é esse game maluco chamado Spak, que nada mais é do que um Tetris com… bem… pessoas. Parece maldoso à primeira vista, mas é bem divertido. Olha só o vídeo de divulgação do jogo:

O desafio no Spak é maior do que num Tetris normal, e os motivos para isso são óbvios: pessoas são irregulares, não retas. Isso torna a formação de linhas um pouco mais complicada. É possível jogar no modo #foreveralone one player ou contra um amigo que também tenha o aplicativo instalado. E para começar a jogar, nada mais simples: é só “curtir” a página do Spak. A parte chata é que, dependendo da conexão do seu computador, o jogo pode levar até dez minutos para carregar.

E para você, existe um joguinho mais viciante do que Tetris?

[Esse post foi uma dica do Kleyson. Valeu! =)]


Como comemorar o Dia do Beijo por meio da tecnologia

13 de abril de 2011

Se você leu o título desse texto e entrou em pânico, muita calma. Esse post não é uma ode ao modo #foreveralone. O que acontece é que existem tantas invencionices e geringonças relacionadas ao beijo que não dava para a data passar em branco. Ainda que a maioria das invenções abaixo seja mais engraçada do que romântica, é possível que alguma delas sirva de inspiração. Afinal, hoje é dia do beijo, e temos mais é que comemorar! ;) Olha só:

The Kiss Controller e Sound of a Kiss

Hye Yeon Nam é, definitivamente, o Don Juan da robótica. Uma de suas invenções mais famosas é o Kiss Controller, um simulador de boliche controlado pela língua. O game só pode ser jogado por duas pessoas, e o desafio é controlar a força e a posição da bola durante o beijo. O vídeo abaixo mostra como funciona:

Mas o inventor não parou por aí. Ele também criou o Sound of a Kiss, um dispositivo com dois sensores que produzem músicas de acordo com o toque das línguas durante o beijo. No vídeo abaixo, você confere a trilha sonora (um tanto robótica) produzida durante o beijo de um casal que estava junto há quatro meses.

Teste seu Beijo

Sim, esse aplicativo para iPhone existe e pode ser baixado de graça no iTunes. E não é o único! Tem também o app que ensina como beijar. É, existe aplicativo para tudo hoje em dia, não é mesmo?

A máquina de beijos

Apesar de parecer uma engenhoca esquisita, o conceito da máquina de beijos criada por Benjamin Cowden é até bem bonitinha. Enquanto uma pessoa fica na frente da máquina, pronta para dar um beijo nessa enorme boca vermelha – que solta um animado “I Love You!” quando encontra seu, digamos, alvo –, outra pessoa opera as roldanas para posicionar o beijo no lugar certo. Para Cowden, a ideia da máquina é demonstrar os sentimentos por meios diferentes, que pode ser um desafio quando estamos tão acostumados a expressa-los por email ou mensagens de texto. Bacana, vai?

E um extra: robôs beijoqueiros

Ok, esse vídeo não mostra exatamente um jeito de comemorar o dia do beijo, mas serve para mostrar que até robôs querem participar da data. Perceberam a mãozinha romântica de Janet, a robô, no ombro de Thomas? Puro romance. Os engenheiros levaram três anos para construir o casal de bustos animados, que podem fazer até seis expressões faciais. Ah, o amor robótico…


Confira cinco “iPads” feitos de materiais estranhos

5 de abril de 2011

Ah, a criatividade humana. Bastou sair o primeiro iPad para todo mundo querer. E agora, com o iPad 2, o gadget se tornou ainda mais desejado. E é por essas e outras que quem não tem cão, caça com gato – e faz sua própria versão da “menina dos olhos” de Steve Jobs. Dê uma olhada nessas ideias criativas inspiradas no aparelho, incluindo um iPad gigante e uma versão de luxo só para ricos:

Massa de modelar

Stop-motion é só alegria, né? Esse iPad feito de massinha é um projeto de arte da ucraniana Svetlana Shokhanova, que é estudante da British Higher School of Art and Design de Moscou.

Açúcar

Taí uma sugestão de bolo de aniversário para Steve Jobs. Essa é uma criação da Numily, de Cingapura, especializada em doces de festa.

Ouro

Stuart Hughes já é conhecido no mundo todo por transformar gadgets comuns em itens de luxo. Não poderia ser diferente com o iPad, certo? Esta versão, feita de ouro de 22 quilates e com diamantes incrustados, sai pela bagatela de 189 mil dólares.

Lego

A gente já disse algumas vezes aqui no blog que Lego é capaz de montar… bem… tudo. E o mesmo pensa Joe Meno, criador do site BrickJournal e responsável por esse iPad 2 feito de bloquinhos. Para respeitar a espessura do gadget, Mena fez uma versão um pouco menor do que o iPad original.

Outros iPads!

Para promover o aplicativo Lara Croft and the Guardian of Lights, lançado no ano passado, esse gadget gigante foi montado com 56 iPads em uma estação de trem de Londres. Legal, né? Mas fica ainda mais interessante: depois de alguns dias, a tela feita de iPads foi desligada e alguns passantes sortudos puderam ficar com os eletrônicos.


5 criaturas da ficção que não conseguem mentir

1 de abril de 2011


Vida longa e próspera, Pássaro Galvão

E chegou o primeiro de abril! Mas ao contrário do que indica a enxurrada de piadinhas no Twitter e no Google, nem todo mundo tem a habilidade malandra de pregar peças no dia de hoje. Confira as criaturas e personagens que suariam frio – ou não entenderiam nada – se tivessem que participar do dia mais mentiroso do ano:

Esfinges
Em toda a mitologia grega e moderna, não há um único momento em que Esfinges mintam ou sejam irônicas. Essas criaturas tem o dom de falar apenas a verdade em qualquer situação, mas de maneira especial: por meio de enigmas, que devem ser decifrados pelo interlocutor depois de três perguntas.

Fadas
Essas criaturas aparentemente doces e frágeis também não têm, inicialmente, a habilidade de inventar lorotas. Mas nem tudo é inocência, não: as fadas da mitologia galesa são incrivelmente boas na arte de falar de maneira embaralhada para confundir o interlocutor.

O Pensador Profundo, do Guia do Mochileiro das Galáxias
A segunda máquina mais complexa de todo o universo criado por Douglas Adams – a primeira, como muita gente sabe, é a Terra –, é também uma das mais sinceras. A máquina foi projetada para responder a qualquer tipo de pergunta complexa da maneira mais honesta possível. Então, pode confiar: a resposta à grande pergunta sobre a Vida, o Universo e Tudo Mais é mesmo 42.

Vulcanos, de Star Trek
A princípio, toda a parentada de Spock tem o empecilho moral de contar mentiras, por serem extremamente racionais e honestos. Mas em algumas situações raras, por causas igualmente lógicas ou alterações fisiológicas do planeta onde estão, alguns desses personagens já soltaram uma ou outra mentira.

Sheldon Cooper, de Big Bang Theory
O físico teórico mais famoso da ficção não tem nenhum impedimento mágico na fala e nem mesmo segue uma conduta restrita de um povo. Na verdade, o que falta em Sheldon é a malícia de contar mentiras sem se denunciar: basta falar qualquer coisa que fuja da verdade para o tique nervoso – uma piscadela nada discreta – de Sheldon estrague completamente a mentira.


Página 13 de 33primeira...1112131415...2030...última