Blogs

Qual a profissão que paga mais?

18 de junho de 2012

Eu gostaria de saber qual profissão devo seguir para ficar rico.
Charles Sousa Boi, Altamira, PA, “norte do país”

Olá, gatas.

CORRA ATRÁS DOS SEUS SONHOS!!!!1

Oquei, uma resposta mais pragmática pois pragmático é o que você é, Boi. O melhor caminho é abrir uma empresa, porque você não ficará limitado pelos salários do mercado, explica o consultor de carreiras Eliseu Ordakowski, que tem um emprego e certamente será mais pobre que você – basta seguir seus conselhos.

“Quando se trabalha para uma organização, ela enriquece enquanto você tem um teto remuneratório. No empreendedorismo, o céu é o limite”, diz o consultor. Mas se você prefere ter um emprego, o mais indicado é cursar Administração e assumir um posto de presidente. De acordo com a última Pesquisa Salarial e de Benefícios da Catho Online, divulgada em maio, hoje o maior salário do Brasil é de presidente administrativo, com média nacional estimada em R$ 53.905,33.

Se chegar ao cargo de presidente é muito difícil, outra maneira é partir para a medicina. Segundo a pesquisa, o profissional de nível superior mais bem pago do país é o oftalmologista, com média salarial de R$ 10.980,67.

Outra dica para encontrar quais as profissões mais bem pagas é ficar de olho nos  setores mais aquecidos da economia. O consultor Eliseu dá o exemplo do setor petroquímico no Brasil. “Até pouco tempo esse não era um setor fomentado aqui. Muitos profissionais dessa área saíram do Brasil e hoje o país está trazendo essas pessoas de volta justamente pela carência de profissionais nesse segmento. Por isso, eles estão sendo muito bem remunerados”, diz. Um gerente de engenharia de petróleo ganha hoje, em média, R$ 16.391,65, conforme a pesquisa da Catho.

Seja qual for a carreira, siga o conselho de Chris Gardner, o sem-teto que tornou-se milionário e inspirou o papel de Will Smith no filme À Procura da Felicidade: “Encontre algo que você ame tanto fazer que você espere o sol nascer só para poder fazer de novo”, disse em entrevista à revista Forbes.

Bonito isso, né?

No related posts.

Comente!