Blogs

Imagina na Copa: e se, em vez de reclamar, a gente se organizasse para fazer dar certo?

Débora Spitzcovsky 17 de abril de 2013

Trânsito, violência, caos nos aeroportos, preços absurdos… “Se as coisas estão desse jeito agora, imagina na Copa!” A frase tem sido tão repetida nas ruas, mesas de bares e redes sociais que já virou um bordão para se referir aos problemas do Brasil. Mas e se, em vez de reclamar, as pessoas se organizassem para fazer a situação melhorar?

Essa é a provocação do projeto Imagina na Copa*, criado pelos jovens Fernanda Cabral, Mariana Campanatti, Mariana Ribeiro e Tiago Pereira. A ideia é usar o bordão que surgiu para expressar o pessimismo dos brasileiros como gatilho para iniciar um movimento de otimismo e mudança. Não só para a Copa do Mundo de 2014, mas em prol de um futuro melhor para o país.

Como? Toda semana, a equipe do Imagina na Copa posta em seu site uma história diferente de jovens que já estão se mexendo para mudar o Brasil para melhor – entre elas, está a história do Atados, projeto que estimula o voluntariado em São Paulo. Já ouviu falar? O objetivo é inspirar outras pessoas a entrar no clima de “a união faz a força” e começar a fazer a sua parte para transformar o país.

E tem mais: a iniciativa vai realizar oficinas presenciais sobre mobilização social para os jovens das 12 cidades-sede da Copa, com a intenção de ajudá-los a se organizar para criar seus próprios projetos.

Aliás, os jovens foram escolhidos para ser o público-alvo dessa ação porque, para a galera do Imagina na Copa, eles fazem parte de uma geração que busca significados maiores para a sua presença no mundo e acredita que pode fazer a diferença. Segundo o estudo O Sonho Brasileiro, da agência de pesquisa Box 1824, 74% dos jovens brasileiros se sentem na obrigação de fazer algo pelo coletivo em seu dia a dia e 79% querem utilizar parte do tempo para ajudar a sociedade.

É muita gente disposta a largar o discurso “a culpa é dos governantes” para vestir a camisa do “a responsabilidade também é minha”. Que tal fazer parte desse time? Para se inspirar, assista abaixo ao vídeo de apresentação do Imagina na Copa.

*Imagina na Copa

Foto: Nanagyei/Creative Commons

Comentários

perez disse:

A impressão que dá é que antes de ter copa, as coisas andavam bem no Brasil. A copa não é culpada pelas faltas de hospitais e falta de investimento. Brasil tem um problema cronico de má administração, problemas cronico de corrupção e uma justiça fraca e lenta. Arrumando isso ai com a ajuda do VOTO CERTO. Só assim podemos melhorar.

Cintia Medeiros disse:

A questão proposta é a de mudança de comportamento dos brasileiros em relação a nosso país, estamos acostumados a ficar sentados só reclamando dos governantes e esquecemos que quem os coloca no poder somos nós; nós que também fazemos parte da sociedade e que devemos fazer nossa parte.
O Brasil não é feito apenas de políticos, quem joga lixo na rua? quem vende o voto? quem enche a cara e sai pra dirigir? quem faz xixi na esquina? quem não educa seus filhos? quem atropela? quem rouba? quem desmata? Apenas políticos?
Cada povo tem os governantes que merecem… enquanto a sociedade não mudar o país vai continuar assim…
e se não fosse a copa, será que estaríamos melhor?

Fazer a copa eh fácil, quero ver e fazer melhorar os hospitais,as escolas publicas, estradas , o trásinto dentro das capitas, se não organizarem isso quero só ver o câos q vai ser essa copa.

MArcos disse:

Creio que o que precisa se organizar por completo é o Brasil, em relação a saúde, segurança, educação e as mentiras que são ditas sempre pelos políticos que acham que todo mundo é otário. Torço para que role um dos maiores VEXAMES em relação a saúde pública que não tem nem para quem mora aqui, que dirá p/ quem vem de fora…,Segurança que tmabém não tem p/ quem é daqui e justiça, essa impunbidade nossa de cada dia c/ esse sistema falido e corrupto…Isso aqui tá muito lixo!!!!

Lucas disse:

Que matéria terrível!

Ana Claudia disse:

O povo reclama da copa pq o Brasil tem outros problemas mais importantes, a matéria é sobre o povo parar de reclamar e começar a fazer algo para que a copa de certo. Só que o negócio do brasileiro é reclamar e nada mais. Assim, como o brasileiro não se organiza para a copa acontecer o brasileiro também não se organiza para não acontecer.

Alexandre Soares Lee disse:

Com todo o respeito a equipe da Super Interessante mas quanto o governo está pagando para que seja feito essas matérias tendenciosas.

Todas as revistas que abordam os problemas colocam que a população tem que mudar para que seja feita a realização da Copa mas é incrivel como ninguem hoje em dia coloca em pauta quais serão os prejuizos pós copa.
Estranho ou mera coincidencia países que já tinham problemas financeiros e receberam Copa ou Olimpiadas entrararam em uma crise financeira impressionante.
Então vamos manter o foco da revista e parar de ficar fazendo campanha pró governo e manter a revista e o blog como um local para matérias de ciencias, curiosidades e coisas do mesmo genero

Dawre disse:

Deixa eu ver se entendi?
Foi criada uma ONG certo?

Deixe um comentário