Blogs

Africano cria impressora 3D com lixo eletrônico

Jéssica Miwa 12 de dezembro de 2013

lixo-eletronico-vira-impressora-3d-africano_super

A impressora 3D já se revelou grande aliada do presente e do futuro. Além de ajudar crianças com deficiência  e animais machucados, também facilitará jornadas mais ousadas ao espaço, se depender da Nasa.

Com essa visão, o africano Kodjo Afate Gnikou se empenhou para construir uma impressora 3D com lixo eletrônico. E não é que o projeto foi bem sucedido?! Com U$ 100 e partes de equipamentos digitais que já não funcionavam mais, ele construiu um modelo que pode ajudar seu país de origem, o Togo.

O descarte de aparelhos e componentes eletrônicos é um dos problemas mais graves do mundo. Além de promover a reciclagem desses materiais, Kodjo torna a impressora 3D mais economicamente acessível (no mercado americano, você não consegue por menos de alguns milhares de dólares).

A ideia genial do africano vem de sua experiência no grupo WoeLab, na cidade de Lomé, que reúne hackers que querem tornar possível um projeto de expedição para Marte com aparelhos feitos a partir do lixo eletrônico. Para que esse projeto dê certo, o sucesso da impressora 3D é crucial.

Mas claro que as vantagens do trabalho de Kodjo vão muito além da realização da tal viagem espacial. De acordo com informações da página de crowdfunding em que o projeto foi anunciado – e totalmente financiado!  –, ele pretende “colocar a tecnologia à disposição de pessoas carentes, tornando possível que a África não seja apenas espectadora, mas protagonista nessa revolução industrial virtuosa”.

Dar uma segunda vida aos objetos não só diminui o lixo e o desperdício, como também contribui para a economia, a qualidade de vida de terceiros e a conservação da natureza. Vale a pena entrar nessa!

 lixo-eletronico-vira-impressora-3d-africano_02_super

Leia também: 
Designer holandês cria saco para ‘descarte’ de objetos em bom estado
Onde estão jogando o lixo eletrônico?
Chinelos descartados em praias viram brinquedos
Como remover a montanha eletrônica

Fotos: Divulgação

Comentários

Max Evangelista disse:

Não estou vedo aqui o que essa impressora imprimiu…

jose augusto disse:

no youtube tem um projeto similar http://www.youtube.com/watch?v=Uq0h9JG-gR0

Vtr. Burgos disse:

Os EUA logo vão por suas mãos nesse projeto

bruce disse:

parabens. é de pessoas assim que o mundo precisa

Vander Port disse:

Não seria melhor se ele ensinasse como fazer?

Muito comovente a ideia, os países Africano precisam das pessoas como ele,resgatando sua identidade contribuindo com o que sabe, cada um fazendo sua parte para melhoria e qualidade de vida dos irmão, só assim podemos construir uma Africa melhor e desenvolvido…

Nilson M Silva disse:

Fantástico! Esse é o cara!

Realmente não existem limites para os homens que sonham!
Depois dessa a gente vê que podemos ir muito além.
Parabéns ao Kodjo Afate!

Deixe um comentário