Blogs

Pare de fumar… fumando!

29 de maio de 2009


Calêndula, camomila, jasmim, menta, rosas, sálvia, tabaco orgânico natural e a promessa de parar de fumar. Esse é o Kumbayá, um cigarro natureba que ajuda as pessoas a largarem o vício do fumo.

A composição do cigarro tem “apenas” 20% de tabaco natural, o que significa que seu processo de fabricação não inclui nenhum aditivo ou banho químico. O fumante sente, de leve, o gosto do tabaco e já sacia a necessidade química que criou no organismo. Assim, pouco a pouco, pode se libertar do vício.

Mas o produto – claro!! - não faz milagre. Segundo os fabricantes, se o consumidor estiver realmente disposto a parar de fumar, esta é uma alternativa interessante. Caso contrário, só vai trocar de vício.

No verso do pacote, inclusive, há um aviso: “Para aqueles que já foram fumantes e não fumam mais, não recomendamos o uso do Kumbayá. Há riscos de vivenciar novamente o ‘prazer’ do cigarro e voltar ao antigo vício”.

Então, às vésperas do Dia Mundial sem Tabaco, comemorado em 31 de maio, a gente pergunta: para aqueles que, realmente, querem largar o cigarro, pequenas doses de tabaco – como as do cigarrinho de ervas – funcionam ou é melhor cortar logo o mal pela raiz? 

* As ervas do Kumbayá são vendidas em um pacotinho, a R$ 8, na Morada da Floresta e, também, na Ultra Eco e no Espaço Luzeiro. Aí, cabe ao consumidor enrolar o próprio cigarro, com papel específico, vendido nas mesmas lojas.

Foto: Divulgação

Comente!