Blogs

Posts da categoria ‘Nenhuma Categoria’


EUA vão arquivar todas as mensagens publicadas no Twitter (inclusive as suas)

8 de dezembro de 2011

wikimedia commonsVocê já tuitou alguma bobagem da qual se arrenpendeu, e depois foi correndo apagar? No que depender dos americanos, isso não será mais possível. A Biblioteca do Congresso dos EUA revelou que tem um acordo com o Twitter para gravar todas as mensagens publicadas no site, e já faz isso desde 2010 (o projeto até foi divulgado na época, sem grande repercussão). Os tuites são copiados para um banco de dados que fica em Washington e poderá ser consultado por “pesquisadores” – a biblioteca não diz exatamente o que isso significa, nem como o acesso será feito. Não é o fim do mundo, mas pode ser meio desconfortável. Se você quiser escapar, basta configurar a sua conta como privada, o que pode ser feito no painel de controle do Twitter (e exigirá que as pessoas peçam a sua autorização antes de segui-lo).


Europa acusa a Apple de formação de cartel

6 de dezembro de 2011

A Comissão Europeia anunciou hoje que irá investigar 5 grandes editoras de livros (Lagardère, Harper Collins, Simon & Schuster, Penguin e Verlagsgruppe) e a Apple, que estão sendo acusadas de “práticas anticompetitivas”  e “violação das leis antitruste” no mercado de e-books. A Comissão não entra em detalhes, mas dá a entender que essas empresas teriam feito acordos para dificultar a atuação de competidores. Até que a investigação seja concluída e as autoridades apresentem (ou não) provas, não dá para saber quem está com a razão. Mas não deixa de ser meio irônico ver a Apple envolvida numa ação antitruste – justamente a acusação que quase matou sua arqui-rival Microsoft na década passada.


Chrome ultrapassa Firefox em número de usuários

1 de dezembro de 2011

Aconteceu. Segundo o último relatório da empresa de pesquisas StatCounter, o navegador do Google finalmente assumiu a segunda posição no ranking dos browsers. Agora, o Chrome é usado por 25,7% das pessoas, contra 25,2% do Firefox (o Internet Explorer continua o preferido da minha avó em primeiro, com 40,6%). Essa virada era inevitável – a Fundação Mozilla jamais teria como competir com o Google, que além de ser o Google também contratou vários dos melhores programadores do Firefox nos últimos anos -, mas também é um pouco melancólica. É triste ver o Firefox, que na década passada salvou a internet da dominação microsoftiana, começar a fazer água. Nem tanto pelo market share em si, mas pelas medidas desesperadas e francamente burras que seus líderes têm tomado nos últimos meses.


Enchentes na Tailândia dobram os preços dos HDs

29 de novembro de 2011

wikimedia commons

A Tailândia está sendo castigada por uma das piores enchentes de sua história, com centenas de mortos e milhões de pessoas afetadas. Muitas fábricas do país, que é responsável por 45% da produção global de discos rígidos, foram alagadas. E isso começou a se refletir no mercado: segundo um levantamento feito na Inglaterra, o preço dos HDs dobrou nas últimas 6 semanas. Esse efeito ainda não chegou ao Brasil porque nós temos alguma produção local (Samsung/Seagate e Western Digital) e também porque ainda há bastante mercadoria nos canais de venda legais e informais. Mas, como a reconstrução da Tailândia certamente irá demorar, é razoável supor que os preços locais acabem sendo afetados em 2012 – que poderá ser um ano de HDs mais caros. Se eu estivesse pensando em comprar um, faria isso logo.


Propaganda da Samsung satiriza o culto à Apple

23 de novembro de 2011


Um grupo de pessoas com fones de ouvido brancos espera na fila de uma loja. “Eu poderia ficar 3 semanas aqui”. “Só faltam mais 9 horas”. “Isto é um evento importante”. Até que aparece uma pessoa ‘normal’, que não está na fila, com um Galaxy S II na mão. Os applemaníacos ficam babando pelo aparelho, sua tela e internet 4G. Mas um deles continua irredutível: “Eu jamais teria um Samsung. Eu sou uma pessoa criativa”. E ouve uma resposta engraçada. iPhone x Galaxy à parte, é uma boa propaganda. Tira onda com algo que pode sim render algumas risadas: o culto a uma empresa (Apple ou qualquer outra). Gadgets não são ideologia.