Blogs

Frase da Semana: “Ter consciência da própria ignorância é o início da sabedoria” – Marion Zimmer Bradley

1 de junho de 2012

Toda semana, a SUPER explica melhor um pouquinho mais sobre aquelas frases que ficaram famosas e marcaram a História, a Filosofia, a Arte, a Cultura ou a Ciência. Se você tem dúvidas sobre o contexto em que foi dita aquela citação que você curte, mande uma sugestão para nós. Depois, pode usá-la sem medo no nick do MSN, no Twitter ou no Facebook.

A escritora Marion Zimmer Bradley nasceu em uma família pobre em 1930 (durante a Grande Depressão), no estado de Nova York. Por isso, ela nunca esperou ter uma educação de primeira ou estudar em grandes universidades. Muito menos tornar-se uma autora de best-sellers. Mas foi o que aconteceu.

Quando ganhou uma máquina de escrever, Marion desatou a escrever contos e romances. Primeiro, foram aquelas clássicas histórias que vendem em banca de jornal: narrativas com muito romance, mistério e clichês. Com a série “Darkover”, ela conseguiu se afirmar no gênero de ficção científica e teve seu talento reconhecido.

Mas o maior sucesso veio mesmo com a obra de onde saiu a Frase desta Semana. “As Brumas de Avalon”, de 1983, é o resultado do envolvimento de Marion com grupos feministas. O livro conta as tradicionais histórias do Rei Arthur e os cavaleiros da Távola Redonda de acordo com as perspectivas das mulheres que estavam envolvidas, principalmente de Morgana, uma sacerdotisa celta. A personagem que soltou as palavras de sabedoria acima foi Viviane, uma sacerdotisa de Avalon e tia de Morgana.

Para quem gosta de mitologia medieval e celta, o livro é um prato cheio. Se você acredita que as mulheres é que mandam, vai gostar ainda mais.

 

Veja a história por trás de outras frases famosas:

“Todo mundo tem talento, é só uma questão de se mexer até descobrir qual é” – George Lucas

“Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades” – Stan Lee

“Cada um de nós é uma lua e tem um lado escuro que nunca mostra a ninguém” – Mark Twain

“O Grande Irmão está observando você” – George Orwell

“Olho por olho e o mundo acabará cego” – Mahatma Gandhi

“Jamais interrompa seu adversário quando ele estiver cometendo um erro” – Napoleão Bonaparte

“Trocaria toda a minha tecnologia por uma tarde com Sócrates” – Steve Jobs

“[Deus] às vezes joga [dados] onde ninguém pode ver” – Stephen Hawking

“A imaginação é mais importante que o conhecimento” – Albert Einstein

Voe como uma borboleta, ferroe como uma abelha” – Muhammad Ali

“A gramática controla até reis e princesas!” – Molière

“Quem sabe dizer se a vida não é o que chamam de morte e a morte não é o que chamam de vida?” – Eurípides

“Computadores são inúteis. Eles só podem dar respostas” – Pablo Picasso

“Patriotismo é quando o amor por seu próprio povo vem primeiro” – Charles de Gaulle

“A ciência é o grande antídoto contra o veneno do entusiasmo e da superstição” – Adam Smith

“Um dia sem risada é um dia desperdiçado” – Charlie Chaplin

“A vida é o que acontece enquanto você está ocupado fazendo outros planos”- John Lennon

“Nós somos feitos da matéria de que são feitos os sonhos” – William Shakespeare

“Aqueles que não conseguem lembrar o passado estão condenados a repeti-lo” – George Santayana

“Aos olhos da saudade, como o mundo é pequeno!” – Charles Baudelaire

“Não apenas acho que nós agiremos sobre a mãe natureza, como também acho que ela quer que façamos isso” – Willard Gaylin

“Nos olhos do jovem, arde a chama. Nos olhos do velho, brilha a luz.” – Victor Hugo

“Cada um de nós é uma lua e tem um lado escuro que nunca mostra a ninguém” – Mark Twain

“Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades” – Stan Lee

“Todo mundo tem talento, é só uma questão de se mexer até descobrir qual é” – George Lucas

“Agora, vamos dar início à bagunça geral!” – Maurice Sendak

“Minha esperança ainda é deixar o mundo um pouco melhor por ter estado aqui” – Jim Henson

“O defeito de nossa ciência é o de querer explicar tudo” – Bram Stoker

Comente!