Blogs

8 esportes olímpicos muito esquisitos

28 de setembro de 2011

O Comitê Olímpico Internacional está constantemente avaliando os esportes que fazem parte do quadro das Olimpíadas. Ano que vem, em Londres, vão acontecer 26 programas esportivos e em 2014, nas Olimpíadas de Inverno em Sóchi, na Rússia, 15 modalidades participarão.

A partir de 2016, o golfe volta a fazer parte dos Jogos Olímpicos de Verão. A última vez do esporte no evento foi em 1904, mais de 100 anos atrás. O rúgbi também entra na jogada no Rio de Janeiro. Perto de algumas atividades que já fizeram (ou ainda fazem) parte da programação olímpica, é de se admirar que esportes tão normais como estes tenham ficado de fora por tanto tempo.  Confira a lista.

8. Pelota Basca

"Xá comigo!"

Disputado em duplas, os jogadores seguram uma espécie de arco-escorregador-luva-de-baseball e jogam uma bola (a pelota) contra uma parede. É tipo “paredão” (já jogaram?), mas levado a sério. Disputada como modalidade válida nas Olimpíadas de Verão de 1900, em Paris, apenas duas duplas participaram (4 pessoas) e houve apenas um jogo. Espanha ganhou e levou medalha de ouro e França perdeu e… levou a medalha de prata.

7. Nado subaquático

Depois desse instante, você só vê o competidor quando a prova acabar

Disputado apenas uma vez nas Olimpíadas de 1900 por 14 nadadores de 4 países, cada metro nadado embaixo d’água conferia 2 pontos e cada segundo, um ponto. Como não dava pra ver os nadadores e a filmagem debaixo d’água não estava muito avançada, não foi um esporte muito divertido de se acompanhar. Talvez por iss tenha sido cortado das edições seguintes.

6. Escalada (de corda)

A competição de 1896

Imagine um monte de marmanjos subindo uma corda de 14 metros de altura usando apenas os braços e as mãos e você terá uma ideia do que foi a competição de escalada nas Olimpíadas de 1896. A modalidade, que estava entre as atividades da ginástica, foi disputada também em 1904, 1906, 1924 e 1932.

5. Cabo-de-guerra

força, galera!

SIM, essa brincadeira tradicional do recreio, aulas de educação física e também do exército já foi esporte olímpico, de 1900 a 1920. Essa época era mesmo uma festa.

4. Marcha Atlética

Parece um monte de gente correndo apertada pra ir ao banheiro. Na marcha atlética, os competidores devem caminhar até a linha de chegada. Mas tem que ser rápido, porque o primeiro que chegar ganha. Não é corrida porque o “caminhante” deve estar tocando o solo com pelo menos um pé durante todo o percurso. Instituída em 1908, nunca deixou de ser disputada nas Olimpíadas, mas as modalidades de longa distância (10 quilômetros, por exemplo), já não existem mais na programação.

3. Biatlo

3

Atirar usando esquis - sem perder o estilo

Quem acha que esqui cross-country e tiro combinam deve adorar este esporte. Os competidores têm que correr por um campo de esqui (com subidas, descidas e terrenos planos) e parar em algumas estações de tiro para acertar os alvos. Deve remontar àqueles tempos em que as pessoas caçavam na neve, mas não deixa de ser bizarro. O biatlo está na lista dos Jogos Olímpicos de Inverno desde 1960.

2. Nado Sincronizado Solo

Supersincronizada... consigo mesma

Nado sincronizado é feito para ser, bem, sincronizado entre pelo menos duas pessoas. Mas de 1984 até 1992, a modalidade solo (ou seja: só uma dançarina por vez) era disputada nas Olimpíadas de Verão.

1. Curling

"vou varrendo, vou varrendo, vou varrendo, vou varrendo"

Este esporte olímpico de inverno consiste em varrer (sim, VARRER) um disco de granito por uma pista de gelo. Disputado oficialmente nas Olimpíadas de Inverno desde 1998, ele continua até hoje. É um dos esportes mais engraçados de se assistir, principalmente para nós, brasileiros, que não temos tradição em jogos no gelo.

Comente!