GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Dormir pode servir para apagar lixo mental

Não lembra o que comeu ontem? Nova teoria propõe que o sono existe para o cérebro apagar memórias inúteis e abrir espaço para o novo dia

Sabe a sensação de tomar decisões pela manhã com a cabeça descansada?

Pesquisadores da Universidade de Wisconsin-Madison, nos EUA, descobriram que pode ser justamente essa a função biológica de uma boa noite de sono: apagar lixo mental. “Quando estamos acordados, somos escravos do aqui e agora, sempre atendendo algum estímulo e aprendendo algo novo”, diz a italiana Chiara Cirelli, uma das autoras do estudo. “Durante o sono, nosso cérebro reequilibra as sinapses de um jeito mais eficiente.”

Sinapses são os pontos de encontro entre dois neurônios, por onde passam os impulsos elétricos. No experimento, 18% das sinapses dos ratinhos que tiraram um cochilo foram apagadas – o que abre espaço para novas informações. Nos roedores que ficaram acordados não houve mudança.

Essa capacidade que os seres vivos têm de regular a si mesmos, ajustando a energia que deve ser dedicada a cada tarefa para manter o equilíbrio do corpo, tem um nome técnico: homeostase. Por isso, a teoria de Cirelli e seus colegas é chamada hipótese da homeostase sináptica (SHY).

O resultado perceptível disso é que durante a noite nós gravamos informações novas e importantes na memória, enquanto detalhes irrelevantes – que roupa você usou, a cara do desconhecido que você trombou no elevador, o que comeu – são esquecidos para abrir espaço para o dia seguinte.

Fonte: Ultrastructural evidence for synaptic scaling across the wake/sleep cycle

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. O professor Pierluigi Piazzi já dizia isso em suas geniais palestras!

    Curtir