Existem plantas carnívoras no Brasil?

Essa digestão é realizada por enzimas proteolíticas (especialistas em digerir proteínas) ou bactérias, que quebram as substâncias em moléculas menores até poderem ser absorvidas pelas folhas.

Por Redação Super Atualizado em 23/05/2015

(Tiago Cavalcanti Cordeiro, Paulista, PE)

Não só existem, como somos o segundo país do mundo em número de espécies, perdendo apenas para a Austrália. O território brasileiro reúne mais de 80 delas, todas concentradas em seis gêneros: Drosera, Genlisea, Utricularia, Heliamphora, Brocchinia e Catopsis (ambos da família das bromélias). As mais comuns são as Droseras, que se distinguem pela mucilagem, substância pegajosa que aprisiona insetos voadores. As bromélias fazem o mesmo, só que com os pêlos de suas folhas. Já as Heliamphoras atraem os insetos com suas cores vivas e néctar perfumado. Tanto as Genliseas, também chamadas violetas-do-brejo, quanto as Utricularias são, em sua grande maioria, aquáticas, com pequenas bolsas que capturam os protozoários. “Uma planta é considerada carnívora quando tem a capacidade de atrair, prender e digerir formas de vida animal, sejam elas moluscos, pequenos insetos e aranhas, ou mesmo organismos microscópicos que vivem na água”, afirma o botânico José Rubens Pirani, da Universidade de São Paulo (USP).

Essa digestão é realizada por enzimas proteolíticas (especialistas em digerir proteínas) ou bactérias, que quebram as substâncias em moléculas menores até poderem ser absorvidas pelas folhas.