GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Geologia: Retalhos fazem Continentes

Recentes pesquisas indicam que os continentes hoje existentes seriam uma colcha de retalhos, resultante de sucessivas quebras e recombinações das partes, que podem ter viajado muitos milhares de quilômetros nesses ciclos.

Como acontece toda vez que uma velha e bem aceita idéia é solapada por outra nova e provocante, um verdadeiro terremoto está abalando os geólogos americanos. Pois suas mais recentes pesquisas indicam que os continentes atuais não se formaram ao longo de um único ciclo de mudanças, há cerca de 150 milhões de anos, como se acreditava.

As terras emersas seriam, isto sim, uma colcha de retalhos, resultante de sucessivas quebras e recombinações das partes, que podem ter viajado muitos milhares de quilômetros nesses ciclos. Uma primeira análise segundo o novo enfoque conclui que as Américas do Norte e do Sul são compostas de pelo menos setenta desses fragmentos. O processo continua, ainda hoje, no mundo inteiro. “Os continentes flutuam na superfície do planeta”, descreve Thomas Fairchild, geólogo da Universidade de São Paulo. “As terras movimentam-se de 2 a 16 centímetros por ano, o que é muito se considerarmos a escala de tempo.”