Menos gordura no cardápio

Pesquisa revela que há uma relação entre o grande consumo de gordura vegetal e o câncer de seio.

Por Redação Super

Há muitos anos os médicos fazem a campanha em favor das chamadas gorduras poliinsaturadas, aquelas de origem vegetal. Isso porque as gorduras de origem animal ou saturadas estão associadas com a incidência de problemas coronários e certos tipos de câncer. No entanto, uma nova pesquisa, realizada pela Fundação Americana de Saúde, por fazer os médicos hesitarem na hora de dar palpites sobre a dieta de seus pacientes. De acordo com esse estudo, existe uma relação entre o grande consumo de gorduras vegetais e o câncer do seio.

O culpado seria o ácido linoléico, que representa um terço das moléculas agrupadas no seleto grupo das gorduras poliinsaturadas. Essa substância aumentou a velocidade do crescimento das células cancerosas cultivadas no laboratório. Há, porém, ressalvas: nem sempre o que se nota em tubos de ensaio se repete no organismo. De qualquer modo, os pesquisadores insistem que, ao menos por enquanto, os médicos devem aconselhar que as pessoas, por precaução, não exagerem no consumo de qualquer comida gordurosa.