GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O calor do coração da Terra

Pesquisadores da Universidade College, de Londres, calcularam a temperatura do núcleo da Terra, feito de ferro, com uma precisão jamais alcançada. Chegaram ao valor de 6 396 graus Celsius. Para isso, usaram dois computadores superpotentes que simularam a altíssima pressão a que está submetido o núcleo e avaliaram a quantidade de calor acumulada lá no fundo. O cálculo é complicado porque uma parte do ferro está em estado líquido e outra, em estado sólido. Também é preciso levar em conta que a energia térmica tende a escapar continuamente para o exterior e a esfriar o centro do planeta. Mas o resultado foi excelente, disse à SUPER o geofísico Mark Bukowinski, da Universidade da Califórnia em Berkeley. “Sabendo a temperatura exata do núcleo podemos avaliar como a sua energia chega aqui em cima.“ Daí a prever terremotos e vulcões fica mais fácil.

Entenda, visualmente, o que é 1 atmosfera.

Ela é a pressão que um peso de 1 quilo faz sobre um quadradinho de 1 centímetro de lado (aqui desenhado em tamanho real).

Sufoco profundo

A temperatura e a pressão crescem em direção ao centro do planeta.

Nível do mar

Temperatura média: 15 graus Celsius

Pressão: 1 atmosfera

670 quilômetros

Temperatura: 1 500 graus

Pressão: 240 000 atmosferas

3 000 quilômetros

Temperatura: 4 600 graus

Pressão: 1,36 milhão de atmosferas

5 000 quilômetros

Temperatura: 6 396,85 graus

Pressão: 3,3 milhões de atmosferas