GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Que tal trocar garrafas plásticas por esta esfera de água comestível?

Ecologicamente correta, a Ohoo! se decompõe no ambiente em até seis semanas

“Bebo-o pois liquido é, se sólido fosse, comê-lo-ia”. Se estivesse vivo, o ex-presidente Jânio Quadros ficaria intrigado com a mais nova forma de se hidratar – mastigar pequenas esferas de água. A invenção de uma startup inglesa consiste em armazenar o líquido em bolhas transparentes, que explodem na boca. Seu aspecto de prótese de silicone ou água-viva fora d’água pode ser visto no vídeo abaixo.

A “Ooho!” vem sendo desenvolvida há dois anos e se apresenta como uma alternativa mais sustentável às garrafinhas plásticas. A campanha de crowdfunding, para tocar a produção em larga escala, foi um sucesso: mais de 900 pessoas apostaram na ideia, investindo quase £ 800 mil (cerca de R$ 3100) – o dobro da meta inicial.

Feita de um extrato natural de algas-marinhas, as esferas cabem na palma da mão e são ecologicamente corretas. Caso não sejam consumidas, se degradam no ambiente em até no máximo seis semanas. Mais fácil do que mastigar água, diriam os mais antigos.

Segundo o time da Skipping Rocks Lab, a Ooho! pode servir não somente para armazenar água, como também outros líquidos. Drinks leves ou mesmo cosméticos podem vir envoltos na embalagem, que tem a vantagem de ser mais barata de ser produzida que o próprio plástico.