GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Este mapa interativo mostra as escolas ocupadas por alunos em São Paulo

A ferramenta mostra todas as escolas que resistem às novas medidas anunciadas pelo governo do estado.

É possível ver neste link um mapa interativo criado para mostrar todas as escolas do estado de São Paulo que estão sendo ocupadas por alunos neste momento. O mapa possui informações como localização, nome, data da ocupação e mostra, atualmente, as 37 escolas que lutam contra a reestruturação da rede estadual de ensino, proposta pela Secretaria de Educação de Geraldo Alckmin. Na capital paulista, são sete, incluindo a escola Fernão Dias Paes, em Pinheiros, uma das primeiras a iniciar os protestos.

Desde o dia 10 de novembro, estudantes se organizam contra o plano que pretende fechar 94 escolas estaduais e rearranjar a estrutura das unidades de ensino, para que cada uma só abrigue um ciclo de educação. Isso quer dizer que, segundo essa reestruturação, cada escola só poderá oferecer atividades do primeiro ensino fundamental (1º ao 5º ano), ou do segundo (6º ao 9º ano) ou do ensino médio. Na prática, a reestrutução implica em fechar escolas e realocar os alunos em classes cada vez maiores. Os protestos já geram resultados: o governo recuou e não vai mais fechar uma escola em Piracicaba.

A Polícia Militar (PM) foi acionada para conter a movimentação dos estudantes, principalmente quando novos integrantes tentam se juntar aos grupos e entrar nas escolas. Foi o caso do confronto com os alunos da Fernão Dias Paes, na semana passada, no qual policias reprimiram alunos. A reintegração de posse da unidade foi derrubada pela Justiça, e os alunos puderam continuar a ocupação.

As redes sociais cumprem papel importante na luta dos estudantes: a página do Facebook Não fechem minha escola, que já tem mais de 45.000 curtidas, é atualizada com a situação das escolas, oferece guias de ocupação, publica vídeos, textos e fotos sobre que está acontecendo.