Açúcar de beterraba fica igual ao da cana

Como é extraído o açúcar de beterraba?

“O processo é igual ao da extração do açúcar de cana”, diz o engenheiro agrônomo Gil Eduardo Serra, da Universidade Estadual de Campinas. O processo se divide em quatro etapas. Primeiro a beterraba passa por uma moagem para a extração da sacarose. Na segunda, a fase de clarificação, o caldo de sacarose tem que ser limpo. São misturadas substâncias alcalinas para induzir as impurezas (corantes, ceras) a se depositarem no fundo do tacho, facilitando sua retirada. Até essa parte do processo o caldo é líquido, mas ele dever ser transformado em um xarope mais grosso. Para isso, é aquecido a cerca de 65 graus Celsius e parte da água evapora.

Chega-se, então, ao final do processo, quando o xarope é colocado em vasilhames a vácuo, com uma temperatura entre 55 e 60 graus Celsius. Com isso, transforma-se em cristais, que ficam com a mesma aparência do açúcar de cana. Depois de pronto o açúcar, sobra ainda o melaço que geralmente é usado como ração animal. Esse tipo de açúcar não é produzido no Brasil porque o país dispõe de grandes plantações de cana, mas é comum na Europa. Devido ao inverno rigoroso, a cana não se desenvolve bem naquela região e a beterraba é uma alternativa à importação, já que os dois tipos de açúcar são bastante parecidos e o rendimento industrial é igual.

publicidade

anuncie

Super 342 - Êxodo Como um grupo de escravos se aproveitou de um colapso no clima para fugir do Egito, dar origem à maior de todas as histórias da Bíblia e mudar para sempre a civilização. Assine a Super Compre a Super

Superinteressante ed. 342
janeiro/2015

Êxodo
Como um grupo de escravos se aproveitou de um colapso no clima para fugir do Egito, dar origem à maior de todas as histórias da Bíblia e mudar para sempre a civilização.

- sumário da edição 342
- folheie a Superinteressante

Você está na área: Cotidiano

publicidade

anuncie