GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

A playlist dos ditadores

Eles são autoritários e assassinos, mas, no aconchego do lar, não resistem aos encantos da música pop. Veja os sons que embalam os governantes mais malvados do planeta

Cristine Gerk

Slobodan Milosevic
País: Ex-ditador da Iugoslávia
O que curtia: Frank Sinatra
O antigo e sanguinário líder, que morreu de infarto na prisão, costumava ouvir na cela o clássico de Frank Sinatra My Way. Segundo os carcereiros, Milosevic tinha um iPod com várias músicas do cantor.

Muamar al kadafi
País: Líbia
O que curte: Lionel Richie
Mandante de um atentado que matou 240 pessoas, o ditador líbio adora Lionel Richie e seus clássicos, como All Night Long – chegou a pedir um autógrafo ao cantor quando ele se apresentou na Líbia, em 2006.

Mahmoud Ahmadinejad
País: Irã
O que curte: Chris de Burgh
O cantor teve permissão do governo iraniano para fazer um show no país – seria o primeiro ocidental a se apresentar lá desde 1979. Mas De Burgh, famoso por hits como Lady in Red, desistiu depois que Ahmadinejad reprimiu violentamente os protestos de estudantes no país em 2009.

Robert Mugabe
País: Zimbábue
O que curte: Cliff Richard
Quando não está perseguindo fazendeiros brancos ou tentando administrar a caótica economia do país, que tem a maior inflação do mundo, Mugabe gosta de ouvir Cliff Richard – cujo rock farofa ele considera “eterno e salutar”.

Kim Jong-il
País: Coreia do Norte
O que curte: Eric Clapton
Clapton foi convidado a se apresentar para Kim Jong-il no ano passado, mas recusou a proposta. Seu filho, Kim Jong-chul, também é fã do guitarrista – e foi flagrado por um canal de TV japonês seguindo a turnê de Clapton na Alemanha.