GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

É verdade que Fernando Pessoa…?

Verdades e mitos sobre o escritor português

Simone Cunha e Vitor Sorano, de Lisboa (Portugal)

…Fez slogan para a Coca-cola?
“Primeiro, estranha-se, depois entranha-se.” O slogan foi bolado pelo poeta entre 1927 e 1928, e deveria marcar a entrada do refrigerante em Portugal. Mas, segundo biografias de Pessoa, o regime fascista e paranoico de António Salazar viu na frase evidência da ligação da bebida com a cocaína. Na versão mais efervescente da história, o estoque do refrigerante que já estava em Lisboa foi apreendido e jogado no mar. O fato é que a Coca-Cola só entrou em Portugal em 1977, 9 anos após a morte do ditador e 3 após o fim da ditadura.

…Criou uma lista telefônica universal?
Em 1925, Pessoa patenteou uma lista telefônica mundial que usaria apenas figuras. Um dentista brasileiro teria nossa bandeira e um dente, por exemplo. É, outro projeto que não deu certo.

…Escreveu um guia turístico?
Lisbon, What a Turist Should See foi escrito (e não publicado) em inglês – mais um plano frustrado. Como os originais só foram descobertos 60 anos depois, os editores dão um conselho bem lusitano: “Contate as atrações citadas a fim de certificar-se de que ainda existem”.

…Armou um desaparecimento?
Em 1930, o ocultista britânico Aleister Crowley já trocava cartas com o poeta havia um ano e se convidou para um tour guiado por Portugal. Trouxe junto uma jovem amante, brigou feio com ela e sumiu do mapa. Sequestro? Assassinato? Suicídio? Pessoa tentou emplacar um livro sobre o desaparecimento do então mago mais pop do mundo – queria 200 libras adiantadas de quem topasse. O fato de que era tudo uma mentira bolada por ele e Crowley deve ter contribuído para o fracasso de mais esse projeto.