Lost:afogando em números

A misteriosa seqüência numérica de Lost aproxima o seriado de... Hitchcock

por Carina Martins

Você leu a entrevista com Damon Lindelof no começo da revista. Um dos maiores mistérios de Lost talvez nunca tenha solução. Pode ser, segundo o criador, que nada signifiquem os números 4-8-15-16-23-42. Será que os números são a versão de Lost para os McGuffins de Hitchcock – pequenos mistérios espalhados que só servem para nos distrair da trama principal até que ela nos surpreenda?

Mas, se Lost nos ensinou alguma coisa, foi não descartar qualquer teoria facilmente. Por isso, por via das dúvidas, continuamos esca-vando a questão. E encontramos muita coisa. Coisa demais para achar que não há nada por trás. Especialmente porque o mesmo Lindelof também disse que explicar os números demandaria um enorme montante de mitologia que a série ainda não está pronta para mostrar, mas que, apesar de tudo, eles NÃO são aleatórios.

Não faltam teorias para desnudar a maldição dessa seqüência numérica. De referências bíblicas a camisas de jogadores do New York Yankees aposentados, passando pelo temível “eles não significam nada”, vale tudo.

Da sorte na loteria ao significado budista

Os fatos concretos – ou quase concretos: o que sabemos até agora é que os números deram a loteria para Hurley e muito azar para todos a sua volta, além de serem o código para evitar desastres e hieróglifos estranhos no abrigo.

E estão diretamente ligados a um outro número bem importante. Somados, os números de Hurley chegam ao total de 108 – que é não apenas o intervalo de minutos entre as inserções no computador, como um número especialíssimo para muita gente: 108 é o número de contas, ou orações, no rosário dos budistas. Há muito tempo, é um número sagrado em determinadas regiões da Índia.

É também importante entre taoístas e na astrologia chinesa. Sem contar que é o número de pecados no budismo tibetano. E o número de tentações terrestres que alguém tem que superar para chegar ao nirvana, crêem os japoneses.

Com um show cheio de referências religiosas e espirituais como é Lost e um mistério chamado Dharma Initiative você acha que isso é apenas coincidência?

Outras propriedades do número 108

Quando se começa a procurar relações com números quase tudo é possível. O que significa que boa parte das teorias e tentativas pode não levar a lugar algum. Mas isso não torna a brincadeira menos divertida.

Soma

4+8+15+16+23+42=108 (1+0+8=9)

Multiplicação

4x8x15x16x23x42=7418880 (7+4+1+8+8+8+0=36;3+6=9)

Divisão

4+8+15+16+23+42 dividido por 6=18 (1+8=9)

Fatorial

11x22x33=108

Teorias

Os números podem ser coordenadas

4.815 N 162.342 W, mostram um ponto real no oceano Pacífico, na rota de vôo entre Sydney e Los Angeles – a rota do Oceanic 815.

Cada número representa uma das estações da ilha

A Estação Cisne seria a de número 4, já que o alarme começa a tocar nesse ponto da contagem regressiva.

Equação de Valenzetti

Uma das pistas que mais têm deixado os fãs de orelha em pé, no entanto, veio do Lost Experience. Trata-se do outro livro de Gary Troup, o autor (fictício) que teria desaparecido no vôo 815 e cuja obra Bad Twin foi lançada recentemente nas livrarias do mundo real. Troup também escreveu The Valenzetti Equation, que é divulgado como “fora de catálogo”. No livro, a equação misteriosa serviria para prever o fim do mundo (a civilização teria 48.151.623 horas e 42 minutos de existência). O nome Valenzetti também aparece no mapa encontrado por Locke em Lockdown.

Confira: www.4815162342.com e findvalenzetti.blogspot.com

Site do livro: www.valenzettiequation.com

Enzo Valenzetti: www.valenzettifoundation.org

 

Inúmeras vezes

Os números aparecem o tempo todo. Sozinhos, então, são tantas as vezes que torna difícil a tarefa de separar o que é pista do que é coincidência pura. Veja a lista abaixo e faça sua própria conta.

Reportagem fotográfica

 

publicidade

anuncie

Super 338 - Maconha medicinal Com uma guerra judicial envolvendo crianças, mães e o governo, a discussão sobre as propriedades médicas da maconha pega fogo no País. Assine a Super Compre a Super

Superinteressante ed. 338
outubro/2014

Maconha medicinal
Com uma guerra judicial envolvendo crianças, mães e o governo, a discussão sobre as propriedades médicas da maconha pega fogo no País.

- sumário da edição 338
- folheie a Superinteressante

Você está na área: Cultura

publicidade

anuncie