GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Oskar Fischinger: quem foi o pai dos efeitos visuais do cinema

Nesta quinta-feira (22), dia que o artista completaria 117 anos, seu trabalho é homenageado com um Doodle que permite a criação de uma música visual

O Google homenageia nesta quinta-feira (22) o aniversário de 117 anos de Oskar Fischinger, artista alemão reconhecido por criar efeitos visuais e vídeos com som, muito antes do surgimento do design gráfico e dos clipes de música. Conhecido por seus trabalhos no cinema e na pintura, Fischinger ganha um Doodle interativo que permite que você crie a sua própria música visual.

(Google/Reprodução)

Nascido em 1900, o artista é uma figura importante no mundo do design, especialmente nas áreas de motion graphics e animação. Sua capacidade de combinar visões abstratas e manualmente sincronizá-las com música é considerada até hoje uma das técnicas cinematográficas mais influentes de todos os tempos. Mestre de movimento e cor, Oskar Fischinger passava meses – às vezes anos – planejando e fazendo suas animações.

Suas produções cinematográficas, a maioria construídas entre 1920 e 1930, chamam atenção por conta da técnica adotada: com poucos recursos, o artista usava uma câmera e recortava frame por frame a filmagem de suas pinturas em acrílico, até chegar no resultado desejado.

Oskar Fischinger também é considerado o precursor da mídia interativa e dos jogos touch. Ele inventou o Lumigraph, uma espécie órgão que pintava de acordo com as notas tocadas e gerava exibições cromáticas fantásticas de acordo com os movimentos das mãos.

Grande parte de seu acervo está reunido no site Oskar Fischinger e pode ser acessado gratuitamente.

Este conteúdo foi publicado originalmente em Exame.com