GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Lego humano: cientistas usam impressão 3D para criar blocos de células-tronco

A técnica pode ajudar na regeneração de tecidos e até mesmo na criação de microrganismos

Os processos envolvendo células-tronco estão evoluindo e a mais nova técnica pesquisada é inspirada na infância de várias gerações. Cientistas das universidades de Tsingua, na China, e Brexel, nos EUA, descobriram uma forma de utilizar técnicas de impressão 3D para transformar as células em algo semelhante a blocos de Lego.

Em condições naturais, as células embrionárias se agrupam e formam esferas que podem se tornar qualquer tipo de célula do corpo humano. É justamente nisso que foca o novo estudo. Os pesquisadores preferiram estudar essa fase, e não células planas, analisadas normalmente em placas de petri. O grande problema era a dificuldade de prever o tamanho e a maneira como elas se agrupariam para, mais tarde, manipular as mesmas. O que os cientistas descobriram foi que, ao misturar as células com hidrogel e imprimi-las em uma estrutura com forma de grade, eles conseguiam fazer com que as células ficassem imóveis e crescessem em tamanho uniforme.

A padronização possibilitou que os envolvidos na pesquisa criassem blocos precisos de células, que facilita o controle desses amontados de maneira mais exata. O grupo de cientistas acredita que a novidade auxiliará em pesquisas sobre a regeneração de tecidos e testes na indústria farmacêutica.

Em comunicado, um dos líderes do projeto, Rui Yao, afirmou que a equipe agora planeja estudar como variar o tamanho das esferas e como isso pode ajudar na construção de diferentes tipos de célula. Se tudo der certo, laboratórios poderiam aglomerar materiais distintos para criar, até mesmo, novos microrganismos. 

Leia também: 
Vale a pena guardar células-tronco?
Células-tronco: elas ainda vão salvar sua vida
Células-tronco para pets