GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Tecido cardíaco feito de espinafre é criado por cientistas

O estudo se aproveita das estruturas da planta para transportar sangue

Você já pode ter escutado que espinafre faz bem pro coração – e é verdade! O alimento possui Vitaminas C, B9 e Betacarotenos (todos componentes que te previnem de doenças cardíacas). Agora, a novidade é que a planta não só pode ajudar na saúde do órgão; mas como ser, literalmente, parte dele.

Um grupo de cientistas do Instituto Politécnico de Worcester, nos EUA, está conseguindo transformar folhas de espinafre em tecidos cardíacos. A ideia é aproveitas as estruturas de celulose da planta para transportar sangue.

O projeto tem uma sacada boa basicamente por um motivo: criar vasos sanguíneos é extremamente difícil. Eles têm que ter os tamanhos exatos; grandes o suficiente para possibilitar a transmissão de células, mas pequenos o bastante para não agredir o corpo que o utilizam – essas medidas chegam a números que soam absurdos, dependendo da região do corpo. Os capilares por exemplo, nossos menores vasos, possuem um diâmetro de 5 micrometros (unidade de medida mil vezes menor que o milímetro). Além disso, as estruturas devem ser resistentes, e, claro, não podem ser feitas de um material que apresente qualquer risco de toxidade.

Os pesquisadores, então, deixaram as contas um pouquinho de lado para se aproveitar de cálculos que a própria natureza foi fazendo ao longo de centenas de milhões de anos – os “cálculos” necessários para formar folhas de espinafre. Em bom português, eles se aproveitaram do pecíolo e dos fólios (as veias das folhas) para transportar sangue humano. “Plantas e animais possuem abordagens fundamentalmente diferentes quando se pensa no transporte de fluídos, elementos químicos, e macromoléculas, mas dá para ver similaridades surpreendentes quando observamos as estruturas de seus sistemas vasculares.”, concluem os cientistas no texto da pesquisa.

A preparação prática do estudo lembra um pouco aqueles experimentos que você faz na escola. Eles usaram apenas dois materiais (e compraram os dois em supermercados próximos ao laboratório): espinafre comum e um pouco de detergente. O sabão foi usado para tirar das folhas quaisquer resquícios do alimento, deixando a comida embebida nele por cinco dias, ela fica completamente transparente, passando de uma folha comum para uma simples estrutura de celulose.  Depois que já se tinha o molde, as coisas ficavam um pouco mais complexas. Os cientistas, então, células cardíacas à folha – elas conseguiam se contrair em escala celular e auxiliar no transporte do sangue.

Para demonstrar a funcionalidade, os pesquisadores produziram um vídeo que mostra as folhas recebendo água pintada de vermelha. O resultado é visualmente impressionante; você pode vê-lo abaixo.

Ainda não se sabe exatamente como essa descoberta será usada. O espinafre não pode ser implantado no corpo desde já porque a planta pode sofrer uma rejeição do resto do corpo humano. De qualquer forma, a técnica é promissora e pode, no futuro, auxiliar em operações cardíacas, ou até mesmo em outros órgãos. “Poder pegar algo simples como uma folha de espinafre, que é uma planta abundante, e torna-la em um tecido que tem potencial para transmitir sangue é muito, muito empolgante, e esperamos que haja um avança significante nesse campo de pesquisa. ” Afirma Glenn Gaudette, responsável pela pesquisa.  Por essa, nem o Popeye esperava.