Celular HTC Hero: o fim das marcas de dedo

HTC Hero é o primeiro celular com tela de Teflon, que não fica engordurada (o iPhone suja tanto que deveria vir com um guardanapo). E também inova na navegação: roda sites em Flash, com todos os recursos da web 2.0.

por Bruno Garattoni



TOUCHSCREEN IMPECÁVEL
A tela é oleofóbica, ou seja, repele a gordura natural da pele – que fica nos seus dedos em vez de emporcalhar a touchscreen. O touchscreen entende comandos multitoque, exatamente como no iPhone e no Palm Pre (para dar zoom,por exemplo, é só deslizar dois dedos sobre a tela), e a parte traseira do telefone também é revestida de Teflon – o que a torna resistente a arranhões.

INTERNET DE VERDADE
O navegador roda sites em Flash, ou seja, dá para acessar qualquer site e usar todos os seus recursos, como num computador de verdade. E a agenda do celular é a primeira 100% integrada à internet: além dos telefones e dos e-mails dos seus contatos, ela também mostra as últimas atualizações do Flickr, do Facebook e do twitter de cada pessoa.

SOFTWARE INTELIGENTE
Roda o sistema Google Android, que tem milhares de programas disponíveis para download. Mas com um visual exclusivo, mais bonito e organizado. Enquanto você está no trabalho, por exemplo, só mostra ferramentas profissionais (agenda etc). Na hora de relaxar, é só dar um clique e a interface se transforma – destacando o browser e o toca-mp3.

FOTOS DE VERDADE
A câmera tem resolução de 5 megapixels, ou seja, já dá para aposentar a sua máquina digital e tirar fotos decentes usando o celular – que também tem GPS e bússola. O único porém é a capacidade de armazenamento, que só vai até 16 GB.

Vídeos apresentam o celular HTC Hero:

publicidade

anuncie

Super 335 - O perigo do glúten Ele está em tudo que você gosta, age sobre o seu cérebro e pode ser a causa da epidemia global de obesidade. Afinal, glúten faz mal mesmo? Assine a Super Compre a Super

Superinteressante ed. 335
julho/2014

O perigo do glúten
Ele está em tudo que você gosta, age sobre o seu cérebro e pode ser a causa da epidemia global de obesidade. Afinal, glúten faz mal mesmo?

- sumário da edição 335
- folheie a Superinteressante

Você está na área: Tecnologia

publicidade

anuncie