Resfriamento - Superinteressante

Perguntas Superintrigantes

Resfriamento

por João Batista Negreiros Sobrinho

Se o núcleo da Terra esfriasse, o que aconteceria com a superfície terrestre?


A teoria do Big Bang, a mais aceita para explicar o surgimento da Terra, diz, entre outras coisas, que o planeta era uma imensa bola quente há bilhões de anos, e com o passar do tempo vem se resfriando de fora para dentro. Entretanto, os núcleos – o interno, sólido, e o externo, líquido – apresentam temperaturas altíssimas. Para se ter uma idéia, no âmago do núcleo interno, por exemplo, calcula-se que a temperatura seja de 6 600 graus Celsius. De acordo com o Big Bang, a tendência é a Terra se resfriar por inteiro daqui a alguns milhões de anos. Calcula-se que esse fenômeno já tenha ocorrido com a Lua. Caso o fato se repita se estabilizará por completo. Atualmente, a Terra é composta de imensas camadas que se sobrepõem umas às outras, como uma imensa cebola. “As mais superficiais estão em constante movimento devido ao calor existentes nas camadas mais internas e no núcleo. Com a estabilização da temperatura, esses movimentos cessariam e, consequentemente, os terremotos e vulcões praticamente desapareceriam”, explica a geofísica Márcia Ernesto, do Instituto Astronômico e Geofísico da Universidade de São Paulo.

 

 

 

 

 

 

publicidade

anuncie

Super 345 - Falta de sol e a polêmica da vitamina D Por anos, o sol foi um vilão da saúde, e aprendemos a nos esconder dele. Hoje, mais da metade da população tem níveis baixos de vitamina D. E isso pode estar ligado ao aumento nos casos de depressão, câncer e outras doenças. Assine a Super Compre a Super

Superinteressante ed. 345
abril/2015

Falta de sol e a polêmica da vitamina D
Por anos, o sol foi um vilão da saúde, e aprendemos a nos esconder dele. Hoje, mais da metade da população tem níveis baixos de vitamina D. E isso pode estar ligado ao aumento nos casos de depressão, câncer e outras doenças.

- sumário da edição 345
- folheie a Superinteressante

Você está na área: Tecnologia

publicidade

anuncie