Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Ciência Maluca Por Blog As pesquisas mais importantes para você compreender a sua vida - e as mais inusitadas para você entender todo o resto. Por Tiago Jokura

Cientistas mumificam taxista no Reino Unido

Por Thiago Perin Atualizado em 21 dez 2016, 09h54 - Publicado em 18 out 2011, 12h08

Crédito da foto: Channel 4 (UK)

Quem nunca sonhou em ter uma múmia pra chamar de sua, não é mesmo?

O taxista em questão é o inglês Alan Billis, que morreu de câncer no pulmão em janeiro — mas antes fez acertos para que seu corpo fosse doado para um projeto inusitado do químico Stephen Buckley e do arqueólogo Jo Fletcher, ambos da Universidade de York: recriar o processo de mumificação do Egito Antigo.

Os dois estudam os registros da preparação das múmias há mais de 20 anos, e naturalmente estavam loucos para colocar o passo a passo em prática. Analisando amostras de pele de múmias originais, eles conseguiram identificar os principais materiais usados no processo — entre eles, cera de abelha e sal.

Descobriram, também, que o grande segredo da coisa era, primeiramente, dar um banho de natrão no corpo. Deu certo. A mumificação, que levou três meses e foi acompanhada de perto pelas câmeras da rede de TV inglesa Channel 4, foi elogiada por especialistas em decomposição humana (olha aí um trabalho bom!), conta o site Newscientist.

A esposa do voluntário, supostamente, também ficou contente: “sou a única mulher no país que é casada com uma múmia“, teria dito.

Leia também:
Cientista quer recriar dinossauros (a partir das galinhas!)
Pesquisadores criam a música mais irritante do mundo
Cientistas encontram garrafas da cerveja mais antiga do mundo

Continua após a publicidade
Publicidade