Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Fundo vermelho liso. Ciência Maluca Por redação Super Este blog não é mais atualizado. Mas fique à vontade para ler o conteúdo.

Homens com voz grossa têm mais filhos

Por Thiago Perin Atualizado em 21 dez 2016, 10h00 - Publicado em 22 nov 2010, 12h55

What a wonderful world

What a wonderful world

Pesquisadores já tinham avisado que os homens com voz grossa parecem mais atraentes para o sexo oposto. E também que essa preferência feminina pelos vozeirões é maior durante o período fértil. Daí o pessoal da Universidade de Harvard (EUA) resolveu juntar A + B (o que, apesar de parecer óbvio, ninguém ainda tinha feito): reuniram um grupo de pouco mais de 100 voluntários (homens e mulheres) de uma pequena comunidade da Tanzânia (devido ao pouco uso de métodos contraceptivos por lá) e, após gravarem e analisarem os timbres de voz de cada um, analisaram também seus desempenhos no campo fértil.

O que isso mostrou: a voz não parece interferir na capacidade reprodutiva da mulher. Mas os homens que falam grosso têm, “consistentemente”, mais filhos do que a média. A culpa, segundo o estudo, é da testosterona (sempre ela!), que influencia tanto o timbre da voz (como mostra esse outro estudo aqui) quanto a vida sexual do homem.

Como dizem os pesquisadores, a voz grossa é, para as mulheres, um sinal da “qualidade do parceiro”, reprodutivamente falando. O que pode indicar que o número maior de filhos seja um simples efeito natural de ter um número maior de parceiras. Ou não. Os caras deixam a resposta final na mão de “estudo futuros”. Mas ainda jogam uma ideia interessante, capaz até de preocupar os que falam grosso: “não pudemos confirmar a paternidade (durante a pesquisa), então não dá para descartar a possibilidade de os homens com voz grossa serem apenas mais confiantes (em não terem sido traídos) do que os de voz mais aguda”, dizem. Será que, por algum motivo, os que falam grosso são mais “bobinhos”? Fica a dúvida.

Leia também:
Homens com voz monótona são irresistíveis
Frio faz nascer mais meninos
Ditadores têm mais filhos que os líderes democráticos

Continua após a publicidade

Publicidade