GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Música do Queen é a mais cativante de todos os tempos

Você é um daqueles que adoram comentar aqui no CIÊNCIA MALUCA resmungando que os cientistas deviam passar mais tempo atrás das curas da Aids e do câncer e menos pesquisando besteiras? Se for, dá para prever que não vai gostar nadinha desse post.

O site da Universidade de York (Canadá) conta que musicólogos de lá e da Universidade de Goldsmiths (Inglaterra) “monitoraram o comportamento de centenas de voluntários enquanto eles cantarolavam mais de mil canções“. Nesse processo, eles identificaram os elementos que mais deixavam as pessoas com vontade de cantar junto — descobriram, por exemplo, que o público gosta mais de acompanhar canções com vocais masculinos e tons altos.

Com os resultados das análises em mãos, elegeram, então, o clássico We Are The Champions, que o Queen lançou em 1977, como a música mais cativante e grudenta da história.

O que você acha da escolha? Quer relembrar a música antes de opinar? Confere aí — mas a gente não se responsabiliza se você ficar com ela presa na cabeça o dia inteiro.

O restante do top 10 é composto, na ordem, por Y.M.C.A., do The Village People; Fatlip, do Sum 41; The Final Countdown, do Europe; Monster, do The Automatic; Ruby, do Kaiser Chiefs; I’m Always Here, do Jimi Jamison; Brown Eyed Girl, do Van Morrison; Teenage Dirtbag, do Wheatus; e Livin’ on a Prayer, do Bon Jovi.

Tenho certeza de que esses pesquisadores nunca ouviram a Dança do Vampiro.

Leia também:
Pesquisadores criam a música mais irritante do mundo
Cientistas elegem a cena de filme mais triste de todos os tempos
Mocinhas de filmes de terror não devem fazer sexo

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Antonio Medeiros

    Incluo aqui, que o Queen não foi uma banda cativante apenas, por uma música. Com uma discografia grande, praticamente, completa. De mais altos que baixos, eles gravaram de tudo, além do Rock. Um marco na minha infância e adolescência, e na vida de muitos pelo mundo afora, também. Atrairam multidões em shows ao vivo, junto com o carismático vocalista Freddie Mercury, em performances que tocavam e cantavam com muito vigor e, profissionalismo ao vivo. E, Freddie foi uma figura exótica, de voz inimitável, inigualável. Hoje, escuto outras coisas, de Iron Maiden á Música Clássica, MPB as vezes. Mas, Queen deixou sua marca, e influenciou o universo musical. Basta ver os artistas que foram assumidamente influenciados por Freddie e, o Queen, como Michael Jackson e Mick Jagger, Phil Collins, George Michael, e Elton John, que é fã assumido desde o primeiro disco da banda em 1973, só para citar alguns. Foi uma banda inovadora, de musicalidade muito forte, e que garantiu o entretenimento de milhares ao redor do Planeta. Histórico.

    Curtir