Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Ciência Maluca Por Blog As pesquisas mais importantes para você compreender a sua vida - e as mais inusitadas para você entender todo o resto. Por Tiago Jokura

Músicas animadas podem mesmo te deixar mais feliz

Por Redação Super Atualizado em 21 dez 2016, 09h59 - Publicado em 15 Maio 2013, 19h30

É aquela situação clássica: você está pra baixo, meio desanimado, e resolve colocar aquela música que você adora pra melhorar o ânimo. E não é que resolve? Agora a ciência comprova o que a gente já sabia: músicas “pra cima” têm mesmo o poder de ajudar na hora de ~levantar o astral~.

Pesquisadores da Universidade do Missouri, nos Estados Unidos, realizaram dois experimentos para analisar o humor dos participantes em curto prazo e em um período de duas semanas. Durante o primeiro estudo, aqueles que ouviram as músicas animadas do compositor Aaron Copland (escute abaixo) conseguiram melhorar o humor. Já os participantes que escutaram as canções mais melancólicas de Stravinsky não conseguiram se animar.

No segundo experimento, as pessoas foram divididas em dois grupos: todos participaram de duas semanas de sessões em que ouviam músicas com mensagens positivas, mas apenas metade foi encorajada a tentar melhorar o ânimo. Quem estava nessa metade registrou níveis mais altos de felicidade, quando comparada ao resto dos voluntários.  

É preciso destacar que, nos dois estudos, a felicidade não veio apenas por causa da escolha da música animada. Os voluntários só melhoravam de humor quando eram instruídos a tentarem ficar mais felizes. Quem simplesmente ouviu as músicas não teve os mesmos resultados, independente do teor das canções.

Então, se o seu dia não estiver indo muito bem, coloque a música abaixo pra tocar e tente se manter positivo. Os pesquisadores dizem que funciona (se não der certo, conte pra gente nos comentários).

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=SXikDnYZYpM?wmode=transparent&fs=1&hl=en&modestbranding=1&loop=0&iv_load_policy=3&showsearch=0&rel=1&theme=dark&w=425&h=344%5D

Via Science Daily

Continua após a publicidade
Publicidade