Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Contando Ninguém Acredita Por Blog As notícias mais bizarras e surreais do mundo

Dançar espontaneamente ainda é ilegal na Suécia

Por Lucas Massao Atualizado em 4 jul 2018, 20h34 - Publicado em 6 set 2017, 17h17

Em abril de 2016, o Riksdag, congresso da Suécia, votou pela derrubada de uma lei bizarra, que obrigava bares e restaurantes a terem uma permissão para que seus clientes pudessem dançar.

Mas, um ano depois, as autoridades do país nórdico continuam fiscalizando os movimentos corporais dos suecos. E as punições para o descumprimento da norma são pesadas, indo de perda de outras permissões e multas a até prisões.

As permissões para dançar foram criadas na década 70 e representavam tanto uma forma de controle da população, quanto uma maneira de a polícia evitar a desordem pública, o que levaria a manifestações.

A Visita, organização que representa o setor de entretenimento, afirma que ainda há relatos de buscas policiais quando os rumores de que pessoas estão dançando começam a circular. “O governo tem que fazer algo a respeito disso. É ridículo, pensando nos problemas sociais que realmente existem e nos quais eles deveriam estar focando os recursos públicos. O mundo inteiro, ou pelo menos toda a Europa, está rindo de nós”, afirmou Eva Östling, CEO da Visita.

Felizmente, a lei se aplica somente aos nascidos na Suécia, então os turistas que passarem pela nação podem chacoalhar o esqueleto sem se preocuparem.

A população esperava que a lei perdesse o efeito no final de 2016 e o governo não se manifestou sobre a demora em tornar o texto inválido.

Via The Independent

Continua após a publicidade
Publicidade