GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Irlandês morto em 2010 foi vítima de combustão humana espontânea

No dia 22 de dezembro de 2010, um senhor de 76 anos foi encontrado morto em sua residência, na Irlanda. O corpo de Michael Faherty estava carbonizado, e o homem morreu com a cabeça virada para a lareira.

O legista irlandês Ciaran McLoughlin afirmou em seu parecer que a causa do fogo que matou Faherty não foi incêndio. Ele constatou, também, que não havia indícios de incêndio criminoso: os danos ficaram restritos ao teto da sala de Faherty, exatamente acima do local onde o corpo da vítima foi encontrado. Nenhuma outra parte da casa foi atingida pelas chamas, mas o cadáver estava carbonizado.

O legista contou que este foi seu primeiro parecer de combustão humana espontânea em 25 anos de carreira. McLoughlin consultou livros sobre o assunto e fez pesquisas para esclarecer a causa da morte do idoso. Durante as leituras, descobriu que estes casos quase sempre ocorrem perto de uma lareira ou de uma chaminé.

“O incêndio foi totalmente investigado e minha conclusão é de que se encaixa na categoria de combustão humana espontânea, para o qual não há uma explicação adequada”, afirmou.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s