Clique e assine a partir de 8,90/mês
Contando Ninguém Acredita Por Blog As notícias mais bizarras e surreais do mundo

Juiz quer combater facas com pontas para diminuir crimes

Por Lucas Massao - Atualizado em 6 set 2018, 17h20 - Publicado em 6 jun 2018, 16h24

O juiz inglês Nic Madge propos, durante uma sentença, um plano inusitado: tirar as pontas das facas de cozinha para conter crimes. Segundo Madge, carregar uma faca virou algo
rotineiro em alguns círculos sociais e o governo britânico deveria ter o papel de banir a venda de produtos do tipo.

A proposta é peculiar, mas não é absurda. Os últimos dados divulgados pelos órgãos ingleses revelam que mortes por esfaqueamento entre adolescentes e jovens adultos chegaram ao maior nível em oito anos, e crimes envolvendo facas subiram 22% em 2017. Segundo a polícia metropolitana de Londres, durante os primeiros cem dias de 2018, 53 pessoas foram mortas na capital inglesa, sendo que a maioria foi vítima de ataques com facas.

Para Madge, leis que foram desenhadas para reduzir a disponibilidade de armas para possíveis criminosos não tiveram “quase efeito algum”, já que a maioria simplesmente pegou facas que estavam em gavetas. Na opinião do juiz, “cada cozinha contém facas letais que são potencialmente armas de crimes”.

“Então, é muito fácil para qualquer jovem que quer ter uma faca simplesmente pegar da gaveta de sua cozinha ou da casa de um de seus amigos”, completou. Madge, então, fez um pedido. “Eu peço para que todos que tenham qualquer relação com facas – fabricantes, lojas, polícia, autoridades locais, o governo – que considerem prevenir as vendas de facas longas pontudas, exceto em ocasiões raras e definidas, e substituir tais facas com pontas cegas”.

Desde o mês de março, as autoridades têm trabalhado com novas regras sobre crimes que envolvem facas. Agora, filiação com gangues e/ou carregar uma faca escondida servem como fatores agravantes para penas.

Com The Telegraph 

Continua após a publicidade
Publicidade