Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Contando Ninguém Acredita Por Blog As notícias mais bizarras e surreais do mundo

Mulher assiste a tutorial de parto no YouTube e dá à luz sozinha de férias

Por Lucas Massao Atualizado em 4 jul 2018, 20h33 - Publicado em 3 Maio 2018, 17h23

Uma mulher conseguiu fazer o próprio parto em um quarto de hotel tendo apenas um vídeo no YouTube como guia. A americana Tia Freeman, de 22 anos, decidiu manter seu roteiro de férias na Alemanha mesmo após descobrir que já estava grávida de seis meses.

Durante o voo, ela começou a sentir dores e contrações, mas achou que fosse apenas uma intoxicação alimentar. Na conexão em Istambul, na Turquia, Tia percebeu que havia entrado em trabalho de parto e decidiu que “não daria à luz no chão do aeroporto”. Como contou no Twitter, Tia precisou tomar medidas drásticas para conseguir lidar com a situação adversa. “Estou em um país onde ninguém fala inglês, não sei o número de emergência e não tenho ideia do que fazer”.

Na verdade, como uma das cidades mais turísticas do mundo, Istambul está cheia de gente que se vira em inglês. Mas beleza. Tia alugou deu entrada em um hotel na cidade, encheu a banheira com água, se equipou com duas toalhas, uma para morder e tentar amenizar a dor e outra para envolver o filho, e procurou um vídeo no YouTube com instruções para fazer o parto sozinha.

“A internet disse que havia algumas posições que as pessoas achavam mais confortáveis e que eu não deveria começar a empurrar até que as contrações tivessem um intervalo de dois minutos”, relata. Segundo Tia, o procedimento aconteceu de forma rápida e ela só teve que empurrar cinco ou seis vezes até o bebê sair. Ela cortou o cordão umbilical com um cadarço de tênis, uma faca dobrável e uma chaleira.

Após o parto, Tia dormiu apenas seis horas com o filho, batizado de Xavier Ata, e voltou ao aeroporto para perguntar o que ela deveria fazer. A companhia aérea Turkish Airlines levou-a ao hospital (que, sim, existem aos montes em uma metrópole de 15 milhões de pessoas), onde a jovem e o bebê receberam tratamento médico. A empresa bancou duas semanas de licença maternidade para Tia na Turquia. Um prêmio mais que merecido.

  • Com Heart UK

    Continua após a publicidade
    Publicidade