Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Literal Por Blog Respostas para as perguntas que surgem entre a primeira e a última página e outras notas de rodapé sobre livros fundamentais – e outros nem tanto. Por Pâmela Carbonari

HQs para aprender a lidar com a vida adulta

Por Pâmela Carbonari Atualizado em 25 abr 2017, 20h35 - Publicado em 25 abr 2017, 20h27

Se você acha que HQs são apenas narrativas para crianças ou falam só sobre grandes aventuras históricas, este post é para você.

Crescer não é fácil e ter que lidar com as responsabilidades e questionamentos da vida adulta é inevitável mesmo que você assuma que vai seguir vivendo na casa da sua mãe para sempre.

Mas não é por ser doloroso que amadurecer precisa ser sacal: conheça 4 quadrinhos lançados recentemente que podem te ajudar a encarar os dilemas da vida adulta.

  • Descoberta da sexualidade
Editora Nemo/Divulgação

O enterro das minhas ex, Gauthier 

Já disse que crescer não é mole? Pois bem, muito menos se você for lésbica e estiver cheia de dúvidas, testando os limites da própria sexualidade. Nesta grafic novel, Charlotte relembra os relacionamentos decisivos de sua adolescência desde a inocência do ensino fundamental em que não sabia quais eram as distâncias entre as amizades e paixonites até as primeiras experiências sexuais da vida adulta. É como visitar o passado em perspectiva, se perceber em relação às outras meninas, a um mundo repleto de intolerâncias, ser rejeitada e enxergar a adolescência como um rito de passagem rumo à própria identidade.

R$ 39,80 — 160 páginas

  • Pagar as próprias contas
Editora Nemo/Divulgação

Entre Umas e Outras, Julia Wertz

Continua após a publicidade

A famosa autora de HQ The Fart Party narra com muito humor negro, sinceridade e autodepreciação o ano em que decidiu deixar São Francisco, sua cidade natal, para viver em Nova York. Mas é bastante simplista e romântico dizer que Entre Umas e Outras é a história de uma jovem que decide ganhar a vida na cidade mais cosmopolita do mundo. A narrativa é sobre entrar de cabeça na vida adulta – e batê-la várias vezes. Um quadrinho divertidíssimo sobre as dores e as benesses de ganhar responsabilidades, entrar e sair de péssimos empregos, morar mal e tomar muito (muito!) uísque.

R$ 44,90 – 208 páginas

  • Ter filhos
Editora Nemo/Divulgação

Não era você que eu esperava, Fabien Toulmé

Essa HQ autobiográfica poderia ser descrita como a história de uma família que acaba de ter uma filha com Síndrome de Down. Mas é mais que isso: é uma narrativa honesta tão ácida quanto bem-humorada sobre aprender a aceitar o diferente e o inesperado. Quando Fabien descobre que sua filha Julia é deficiente, ele não consegue pegá-la no colo ou tratá-la igual à primogênita. Aos poucos, o medo e a rejeição dão lugar à desconstrução dos clichês que orbitam a deficiência e ao amor que parecia tão distante – tudo isso com ironia tipicamente francesa. Fabien também triunfa ao transformar conceitos biológicos sonolentos em metáforas hilárias. De quebra, o livro começa no Brasil e é repleto de comparações entre Brasil e França.

R$ 59,80 – 256 páginas

  • Envelhecer
Editora Nemo/Divulgação

Deslocamento, Lucy Knisley

A quadrinista Lucy está sem inspiração no gélido inverno de Nova York quando decide acompanhar os avós em um cruzeiro pelo Caribe. Se, à princípio, a viagem parece a fuga perfeita para sanar seu bloqueio criativo, logo ao chegar ao navio ela percebe que os sete dias em alto-mar serão bem diferente da sombra e água fresca imaginada: seus avós têm mais de 90 anos e precisam de cuidados especiais pela saúde frágil e as limitações da idade. Enquanto se desdobra como babá deles, Lucy viaja com os dois em reflexões sobre a existência, a solidão e a morte. Uma história terna e engraçada sobre a velhice e o que mais importa na vida: as boas relações.

R$44,90 – 144 páginas

Continua após a publicidade

Publicidade