Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
MeME Por MeME Veja antes os virais que seus amigos vão falar e compartilhar amanhã

Não, Ed Sheeran em Game of Thrones não foi um erro

Por Felipe Sali Atualizado em 4 jul 2018, 20h34 - Publicado em 19 jul 2017, 18h54

Arya ainda experimentava o doce gosto da vingança enquanto cavalgava pela floresta e encontra um grupo de jovens cavaleiros descansando enquanto um deles cantava. Ela não reconheceu nem a música e nem o rapaz que a interpretava, mas os milhões de espectadores de Game of Thrones que assistiam em casa sabiam de quem se tratava: Ed Sheeran, o cantor que lota estádios fez uma ponta na série mais popular.

A internet, como de costume, reagiu da mesma forma quando o Ben Affleck foi escalado para interpretar o Batman, os Caças-Fantasmas viraram mulheres e o Peter Parker andou de skate: com mensagens raivosas que gritam em letras garrafais “NÃO MEXA COM AS MINHAS COISAS NERDS”.

A revolta é até compreensível, afinal, nenhuma criança gosta quando fuçam nos seus brinquedos. Mas, será que faz sentido?

Divulgação/Mundo Estranho

“FOI COMPLETAMENTE GRATUITO”

Você está assistindo a série e forçando todos os seus amigos a fazer o mesmo durante sete anos e ainda assim não pegou confiança nos produtores? Eles não fariam algo gratuito para colocar uma celebridade no meio do show pelo simples fato de que não precisam disso.

No roteiro, Arya precisaria encontrar um grupo de cavaleiros boa-praça. Depois de tudo que ela passou, poderia sentar e rir com estes rapazes que também lhe ofereceriam comida e bebida. E qual é a maneira mais rápida da cena passar para o público a descontração e falta de hostilidade daqueles jovens?

Continua após a publicidade

https://youtu.be/fWQLHLv_ze4

Isso mesmo, eles podem cantar.

E se precisam cantar, qual é o problema em chamar um… cantor?

“Me surpreendi com toda essa comoção”, disse Jeremy Podeswa, diretor do episódio. “O personagem pedia um dom que ele já tem. E ficou ótimo na série. Ele ficou ótimo no show, se encaixou bem.”. Depois de soltar a voz, Ed Sheeran teve uma única fala.

A música também não é qualquer uma. Hands of Gold aparece no livro que inspirou a série e fala sobre o relacionamento proibido de Tyrion com a prostituta Shae. A música foi escrita por Symon Silver Tongue, que tentou usá-la para chantagear o Lannister. Tudo canônico.

Poucas coisas justificariam tamanha rejeição a um cantor fazendo aquilo que sabe fazer por algum segundos dentro do contexto da história. A não ser que a sua intenção seja apenas soltar uma frase de impacto nas redes sociais para ganhar likes e compartilhamentos. Se essa for a sua intenção, vai fundo. Ninguém vai te julgar.

Continua após a publicidade
Publicidade