Clique e assine com até 75% de desconto
Oráculo Por Blog Pode perguntar que a redação da SUPER responde: oraculo@abril.com.br

Adianta tomar Sol com o vidro da janela fechado?

Por Bruno Vaiano Atualizado em 13 out 2020, 21h01 - Publicado em 13 out 2020, 07h55

Se quiser impulsionar a produção de vitamina D sem sair de casa, é melhor abrir a janela. Os raios solares que podem fazer bem para a saúde são filtrados pelo vidro – mas outros, que envelhecem a pele, conseguem atravessar.

Os dois tipos de radiação que você provavelmente já viu nas embalagens de protetor solar são os raios ultravioleta B (UVB) e ultravioleta A (UVA).

Os raios UVB possuem comprimentos de onda longos, que não conseguem penetrar muito na pele. Eles são responsáveis por estimular a síntese de vitamina D, que é importante para a absorção de cálcio e a saúde dos ossos. 

(Por outro lado, os raios UVB também causam vermelhidão, queimaduras e até câncer de pele quando há uma exposição contínua sem proteção. Dez minutos no sol por dia geralmente são suficientes para manter um nível saudável de vitamina D.)

A questão é que esse tipo de raio é filtrado pelo vidro da janela, então não adianta passar seus minutinhos de sol trancado no carro ou no quarto com o ar condicionado ligado.

Por sua vez, os raios UVA, conseguem, sim, atravessar o vidro. Eles possuem um comprimento de onda curtinho, capaz de penetrar profundamente na pele. São esses os principais responsáveis pelo fotoenvelhecimento, aumento das rugas, bronzeado e, de novo, o câncer de pele. Por isso, é importante continuar passando protetor solar mesmo se for ficar dentro de casa.

Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Pergunta de @laurasebben, via Instagram.

Erramos: havíamos invertido os comprimentos de onda: quanto menor o comprimento de onda, maior a frequência e mais danosa a radiação. O texto já foi corrigido.

Continua após a publicidade
Publicidade