Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Oráculo Por aquele cara de Delfos Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail bruno.vaiano@abril.com.br.

É possível um terremoto atingir Goiás?

Hey, meu truta que tudo sabe, esses dias estava lendo a Mundo Estranho e vi sobre os estragos que um superterremoto causaria no Brasil. Várias cidades litorâneas foram citadas, mas o que aconteceria em Goiás? Matheus Alves de Andrade, Goiânia, GO, do pc mais lento da história   TEMPO BOM EM GOIÁS Provavelmente nada. Fuen. […]

Por Oráculo Atualizado em 21 dez 2016, 09h07 - Publicado em 20 jan 2014, 11h01

Hey, meu truta que tudo sabe, esses dias estava lendo a Mundo Estranho e vi sobre os estragos que um superterremoto causaria no Brasil. Várias cidades litorâneas foram citadas, mas o que aconteceria em Goiás?
Matheus Alves de Andrade, Goiânia, GO, do pc mais lento da história

 

TEMPO BOM EM GOIÁS

goiás

Provavelmente nada. Fuen. Isso porque é muito difícil um superterremoto (maior que 8 pontos na escala Richter) ocorrer perto de Goiás. “No Brasil não existem fontes capazes de gerar um terremoto dessa magnitude”, explica o especialista Lucas Vieira Barros, chefe do Observatório Sismológico da UnB.

Continua após a publicidade

Essas fontes geralmente surgem em áreas de contato de placas tectônicas, chamadas zonas de subducção (quando a borda de uma placa se sobrepõe à borda de outra placa). A mais próxima do Brasil está nos países andinos. “Um superterremoto nos Andes não causaria nenhum tipo de dano em Goiás”, garante Barros. Foi no Chile que ocorreu o maior terremoto já conhecido, com 9.5 pontos na escala Richter, em 1960. E seu belo Estado não sofreu com isso. Ou seja, é muito difícil que um superterremoto venha atingir o estado de Goiás, a não ser que seja resultante de um artefato cósmico que atingisse a Terra.

O superterremoto citado pela nobilíssima MUNDO ESTRANHO é uma especulação sobre a erupção do vulcão Cumbre Vieja, nas Ilhas Canárias, no Oceano Atlântico. Se o vulcão entrasse em erupção e rachasse a ilha ao meio, poderia gerar um grande tsunami, que alcançaria a costa litorânea brasileira. Como Caldas Novas não é praia, de novo, nada aconteceria em Goiás.

Mas há, sim, terremotos menores que atingem o Brasil. Ocorrem dentro das placas tectônicas, são mais fracos. Os abalos mais preocupantes próximos a Goiás seriam no norte de Mato Grosso. Mas não configurariam um superterremoto e dificilmente causariam algum dano.

Em 2010, um terremoto de 5 pontos atingiu o Estado. “Mas não causou nenhum dano grave às construções, nem mesmo perto do epicentro. Os efeitos mais graves foram rachaduras em casas e telhas caindo”, lembra Barros. Você e seu PC mulambo estão seguro, Matheus.

(imagem: jvc)

 

Continua após a publicidade
Publicidade