GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Existe alguém ou alguma família com o sobrenome Hitler?

Flavio Pessoa (sobre imagem iStock)
Flávio Pessoa (sobre imagem iStock)


Existe alguém ou alguma família com sobrenome Hitler? Afinal, o sujeito devia ter parentes…

Juka Goulart, Rio Bonito, RJ

Ele tinha parentes, claro. Mas poucos desses parente se chamavam “Hitler”. O pai de Adolf, seu Alois, tinha esse sobrenome. Mas o pai dele não. O avô paterno de Hitler se chamava Johan Georg Hiedler. Isso não significa que o “Hitler” de Alois era exatamente um erro de cartório. O próprio irmão de Johan Georg, Johann Nepomuk, assinava “Hüttler“. Ou seja: havia, e ainda há, várias formas de escrever o sobrenome da família.

“Hüttler” é a mais correta – significa “carpinteiro”; ou melhor “construtor de cabanas” (“hütte”, em alemão, que gerou o inglês “hut”, que hoje batiza a rede de pizzarias cujo nome poderia ser traduzido como “Cabana da Pizza”). “Hitler” foi uma variação pouco usada. As pessoas que fizeram parte da árvore genealógica de Adolf usavam mais Hüttler, Hiedler, Hiedle.

Bom, seu Alois teve outros três filhos além de Adolf: Alois Hitler Jr, Angela Hitler e Paula Hitler. Paula não deixou filhos. Ângela teve três, mas eles adotaram o sobrenome paterno (Raubal). Alois Jr. se apaixonou por uma irlandesa, Bridgert Dowling e mudou-se com ela para Londres ainda em 1910, quando seu irmão Adolf ainda era um jovem pintor de 21 anos.

O casal teve um filho com nome meio britânico meio alemão: William Patrick Hitler. Só que a família mudou-se para os EUA na década de 1930.  Esse sobrinho de Hitler, ironicamente, serviu na marinha americana durante a Segunda Guerra. Para evitar problemas, mudou de nome para William Patrick Stuart-Houston. Seus quatro filhos ganharam esse nome no lugar do “Hitler”, relegando a alcunha do tio famoso para a lata de lixo da história dos sobrenomes.

O nome só reaparece em homenagens que fanáticos impõem a seus filhos. O escritor Fernando Jorge, autor de Hitler: Retrato de uma Tirania, descobriu um taxista chamado Adolf Hitler em São Paulo. O papai dele, admirador do tirano, tinha participado da Ação Integralista Brasileira, organização que flertava com o nazi-fascismo.


Post anterior: De quem é a face que estampa as notas de real

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s