Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Oráculo Por aquele cara de Delfos Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail bruno.vaiano@abril.com.br.

O que acontece com as roupas que não são vendidas nas lojas?

Parte das peças vai para a doação, enquanto outras acabam indo parar no lixo.

Por Carolina Fioratti Atualizado em 1 set 2021, 12h00 - Publicado em 20 Maio 2021, 19h45

Doação. Ou lixo, que é o mais comum (principalmente com roupas de grife, que não entram em promoção para manter a ideia de exclusividade).

Entre 50% e 75% de uma coleção sai nas lojas pelo preço original. As sobras são encaminhadas para bazares, outlets e afins. Ao final dessa repescagem, sobra em média 7% do total. Alguma empresas doam essas roupas malsucedidas, outras incineram o material.

  • No Brasil, 32 mil empresas produzem 5,5 bilhões de peças anualmente. Destas, 150 milhões encalham. Para não falar em 175 mil toneladas de aparas e fios que sobram da fabricação – 80% disso não é reciclado. Ou seja: vale consumir marcas que dão um fim digno aos seus excedentes.

    Pergunta de @goettemsics, via Instagram

    Fonte: Júlia Baruque Ramos, especialista em tecnologia têxtil da EACH-USP

    Continua após a publicidade
    Publicidade