Clique e assine a partir de 8,90/mês
Oráculo Por Blog Pode perguntar que a redação da SUPER responde: oraculo@abril.com.br

O que são “ondas quadradas”?

Por Guilherme Eler - Atualizado em 21 nov 2019, 16h16 - Publicado em 19 nov 2019, 10h04

O fenômeno, chamado em inglês de cross-sea, ocorre quando ondas formadas em locais diferentes, e que estão se propagando em ângulos diferentes, se encontram. E aí há o risco de que suas cristas formem um ângulo reto (90º).

“De maneira geral, na costa brasileira não observamos esse fenômeno, em função da natureza das ondas que a atingem”, diz Eduardo Siege, professor do Instituto Oceanográfico da USP. “As ondas mais energéticas que recebemos ao longo da nossa costa variam menos de direção.”

Um exemplo de local onde a anomalia é verificada com frequência é a Ilha de Ré, na França. Sinal de que você deve dar ré e ir embora: o mar cruzado representa um perigo para as embarcações, que buscam sempre cruzar as ondas “de frente”, para não virar. Em situações de cross-sea, se você tenta encarar uma de frente, a outra te pega de lado.

Outro dado ligeiramente relevante:

524 metros.

É a altura da maior onda já registrada: um tsunâmi no Alasca em 1953, após um terremoto de 7,8 na escala Richter.

Publicidade