Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Oráculo Por Bruno Vaiano Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail bruno.vaiano@abril.com.br.

Onde ficava o Velho Oeste?

O termo é genérico: se refere a todo o território dos EUA ao leste do rio Mississippi – que, no século 19, era uma região bastante inexplorada.

Por Rafael Battaglia Atualizado em 24 out 2019, 11h11 - Publicado em 17 out 2019, 13h19

A região que ficou conhecida como Velho Oeste corresponde, hoje, a uma porção de estados americanos do centro e do sudoeste do país, como Texas, Nevada, Arizona, Utah, Novo México e Califórnia. Até a metade do século 19, os EUA se resumiam às porções de terra à leste do Rio Mississippi, que corta o país. 

Foi só em 1848, com a descoberta de jazidas de ouro na Califórnia, que teve início a caminhada para o oeste. Os EUA anexaram terras que pertenciam ao México e, em 1862, o presidente Abraham Lincoln criou uma lei que incentivou migração: o governo daria terras na região para quem topasse ficar por lá por, pelo menos, cinco anos.

A partir daí, as cidades do Velho Oeste foram surgindo, seguindo a rota da exploração. Mas engana-se quem pensa que o tiroteio rolava solto: a vida por lá era bem mais tranquila do que os filmes de Hollywood costumam retratar. O governo tinha duras regras para o assentamento de terras, e em muitas cidades, o controle de armas chegava a ser mais rigoroso que a política atual americana.

  • Roubos também eram incomuns. Os banqueiros queriam transmitir segurança aos seus clientes, e por isso reforçavam a proteção: um levantamento da Universidade de Ohio contabilizou apenas 15 roubos a banco em 15 estados do oeste de 1859 a 1890. Outra coisa rara: os duelos, que precisavam ter hora marcada, seguiam uma série de regras e só podiam rolar longe da cidade.

    É claro que estamos falando em calmaria para os padrões de uma região fronteiriça no século 19. A taxa de assassinatos era mais que o dobro da brasileira atual: 76 a cada 100 mil habitantes no Texas entre 1865 e 1868. A nossa é 31. Para não falar nas mortes em conflitos com povos nativos, que não eram contabilizadas. Historiadores discutem bastante qual era, na prática, a percepção da violência pelos colonos na época.

    A fama de “terra sem lei”, com tiroteios diários em todas as cidades, provavelmente veio do início da ocupação, quando a meia dúzia das primeiras cidades ainda não tinha um aparato de governo bem definido. 

    Continua após a publicidade
    Publicidade